Campos do Jordão Com Chuva: 17 Coisas Para Fazer na Cidade

Preparamos um guia completo sobre a região para você deixar a sua viagem ainda mais completa. O download estará disponível no final. Boa leitura.

Anúncios

Os turistas que já foram a Campos do Jordão com chuva – ou não – conhecem os passeios turísticos disponibilizados, bem como as bebidas e as opções gastronômicas típicas da região. De fato, é tudo muito encantador.

Anúncios

Porém, sempre que os dias de chuva surpreendem os visitantes nessa linda cidade do interior do estado de São Paulo, não há motivos para se preocupar.

Campos do Jordão oferece uma ampla variedade de alternativas de lazer e descanso, mesmo que o clima não seja favorável.

Da mesma forma, a região de Campos do Jordão conta com estrutura para atender o público em qualquer época ou estação do ano, dispondo de parques, museus, restaurantes e bares incomparáveis.



Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Mirante Vista Chinesa
  • Conta com uma vista deslumbrante, indicada pra quem gosta de tirar boas fotos
  • Seus 1.600 metros de altitude garantem uma perspectiva de tirar o fôlego
Ver Passeio →
Cervejaria Baden Baden
  • Confira a fabricação da primeira cerveja gastronômica do Brasil
  • Aproveite para degustar as cervejas Baden Baden
Ver Passeio →
Parque Amantikir
  • Conta com mais de 700 espécies de plantas em vários jardins temáticos
  • Além de jardins em estilos japonês e inglês, conta também com dois grandes labirintos
Ver Passeio →
Pico do Imbiri
  • Proporciona uma excelente vista da Serra da Mantiqueira
  • Fornece uma vista privilegiada da Serra da Mantiqueira e também da Pedra do Baú
Ver Passeio →
Tarundu
  • Tirolesa, boia-cross, mini buggy, patinação no gelo e várias outras atrações
  • 500.000 m² para abrigar mais de 30 atividades de lazer
Ver Passeio →
Santo Antônio do Pinhal
  • Jardim lindos, perfeitos para várias fotos
  • Várias trilhas e cachoeiras para quem quer se conectar com a natureza
Ver Passeio →


Principais dicas para aproveitar Campos do Jordão com chuva

A cidade de Campos do Jordão, no interior do estado de São Paulo, é chamada carinhosamente de “Suíça brasileira” em razão do fato de ser uma localidade muito charmosa e bonita.

Primeiramente, nos dias de chuva mais intensa, as temperaturas na cidade (que fica coberta de neblina) podem chegar aos 4 ºC.

Campos do Jordão é famosa, também, pela diversidade de atrações que proporciona aos turistas, como os passeios de bondinho, pelas cervejarias e, ainda, por promover festivais de cerveja e o tradicional Festival de Inverno.

Os turistas, ao se depararem com algum dia chuvoso e repleto de neblina em Campos do Jordão, logo se perguntará o que pode fazer na cidade?

Ocasionalmente, algumas atrações dependerão do clima para funcionar.

Apresentamos, a seguir, 17 excelentes opções para visitar mesmo com neblina, chuva e baixas temperaturas.

Preparado para saber o que fazer em Campos do Jordão com chuva? Então, vamos lá!

1. Cervejaria Baden Baden

Cervejaria Baden Baden
Fonte: MTur Destinos (Flickr)

O passeio pela Cervejaria Baden Baden é um dos mais procurados pelos amantes de cervejas.

Contudo, um dos grandes diferenciais dessa atração reside, justamente, na possibilidade de visitar em dias de chuva.

Imediatamente após a chegada em Campos do Jordão, muitos turistas buscam experimentar um rótulo local.

Principalmente, as bebidas produzidas na Cervejaria Baden Baden têm as suas receitas inspiradas em cervejas alemãs (região da Bavária), apresentando uma ampla diversidade de sabores e aromas, desde as mais pesadas até as mais leves.

Em suma, você poderá agendar a sua visita diretamente no site oficial da Cervejaria Baden Baden: o tour ocorre diariamente, entre as 10h e as 17h.

As visitas são guiadas, durando cerca de 1 hora, permitindo aos visitantes conhecerem a fábrica e, ainda, fazer uma bela refeição em um dos restaurantes localizados nas proximidades de Capivari.

2. Fábrica de chocolates Araucária

Fábrica de chocolate Araucária
Fonte: moniquemagaldi (Flickr)

Eventualmente, você ainda poderá realizar um passeio muito delicioso e sensacional na Fábrica de chocolates Araucária.

Em meados da década de 1990, ela foi inaugurada somente como uma loja.

Com o passar do tempo, porém, se converteu em uma das maiores fábricas da região de Campos do Jordão, propiciando aos turistas, entre outras atrações, a possibilidade de aprender como os chocolates são feitos, presenciando algumas etapas de sua produção.

Quem aprecia um bom chocolate não pode prescindir da visita à Fábrica de chocolates Araucária, pois certamente ficará encantado com cada detalhe, além de saborear toda a variedade dos chocolates oferecidos em cada espaço.

Ao contrário de outras fábricas, na Araucária, os ingredientes são depositados, inicialmente, em tanques de produção.

Nesses locais, o processo de preparação dura cerca de oito horas.

Os chocolates são refinados, armazenados e, posteriormente, devidamente refrigerados. Todos os procedimentos são muito bonitos. Além de deliciosos, o cheiro dos chocolates funciona como um atrativo a mais em todo o local.

3. Spinassi Chocolate

Spinassi Chocolate
Fonte: Spinassi Chocolate (TripAdvisor)

Caso seja realmente um amante de chocolates e estiver em Campos de Jordão com chuva, poderá aproveitar a oportunidade para realizar uma visita à celebrada Fábrica Spinassi Chocolate, que dispõe de diversas lojas espalhadas por toda a cidade e de produtos de ótima qualidade.

Em síntese, a fábrica e loja matriz é muito aconchegante, evocando as construções de estilo europeu, com tonalidades de marrom e creme que remetem aos chocolates.

O local, como um todo, tem um odor agradável, deixando os visitantes com mais vontade de se deliciarem com cada um dos produtos comercializados.

Frequentemente, a simplicidade da decoração e a infinidade de itens ofertados impressionam os turistas que, desse modo, podem escolher entre pastilhas de canelinha, laranjinha ou mentinha.

Há, também, linhas diet produzidas a partir de vários tipos de chocolate alpino.

4. Sans Souci Bistrô

Sans Souci
Fonte: Sans Souci (TripAdvisor)

Em primeiro lugar, todos concordam que dias de chuva pedem por bebidas quentes, não é mesmo?

Dessa forma, não há nada melhor do que saborear um delicioso chocolate quente ou café no Sans Souci Bistrô.

Segundo os proprietários do estabelecimento, a ideia de sua fundação surgiu para atender às necessidades dos maridos que desejavam descansar e aguardar as suas esposas enquanto elas realizavam compras.

Bem como a elegância é um aspecto essencial, a decoração do Sans Souci Bistrô também é moderna, sofisticada e, sobretudo, aconchegante, com vasos floridos espalhados por todos os ambientes, almofadas coloridas nas cadeiras e, ainda, quadros que se baseiam em propagandas antigas.

Existem, nas mesas, pequenos arranjos artesanais dotados de velas para iluminar os espaços.

Dentre as cadeiras, algumas são inteiramente revestidas com tecidos grossos em variados tons de cinza.

5. Palácio da Boa Vista

Palácio Boa Vista
Fonte: Vitor Frost (Flickr)

Amplamente conhecido por seu arsenal dotado das mais variadas obras e peças de arte dos séculos XVII ao XX, o Palácio da Boa Vista conta com imagens e quadros sacros de artistas de renome, tais como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Di Cavalcanti.

As entradas para a visitação no Palácio da Boa Vista são gratuitas.

Tal qual o Museu Casa da Xilogravura, o local é belíssimo, dotado de estruturas que remetem os turistas aos castelos medievais com suas enormes instalações, deixando os ambientes muito encantadores e charmosos.

Tanto quanto as obras apresentadas, a arquitetura do prédio tem a sua história peculiar: o palácio foi construído entre 1938 e 1964, totalizando cento e cinco cômodos dispostos em três mil metros!

6. Caras de Malte

Caras de Malte
Fonte: Caras de Malte (TripAdvisor)

A microcervejaria e restaurante Caras de Malte preserva a cultura alemã, com um clima intimista e boêmio, mediante uma lareira central charmosa e a típica culinária europeia.

O cardápio, no estabelecimento, é bastante variado, incluindo deliciosas trutas, petiscos, massas e fondues, que são excelentes para harmonizar com as cervejas produzidas no próprio local.

Para os turistas de primeira viagem, uma boa dica é a utilização do menu degustação para escolher, com mais tranquilidade, o que beber.

Seja como for, todas as cervejas são saborosas e o ambiente deixa, sempre, a vontade de permanecer por lá um pouco mais.

Nesse sentido, se você estiver hospedado em Campos do Jordão, poderá usar o serviço de delivery do restaurante.

Todavia, vale a pena ir ao Caras de Malte até mesmo nos dias mais chuvosos, a fim de experimentar uma cerveja artesanal acompanhando um delicioso fondue ou um bom prato.

7. Auditório Cláudio Santoro

Auditório Cláudio Santoro
Fonte: Secretaria de Cultura do Distrito Federal (Flickr)

De acordo com a maioria dos turistas, esse auditório é uma espécie de “parada obrigatória”, principalmente, para os visitantes que amam a música.

Não há nada melhor, em dias chuvosos, do que apreciar, em uma localidade repleta de magia, as composições mais impressionantes da Primeira Arte.

Bem como o Auditório Cláudio Santoro é reconhecido por sediar o maior evento musical da América Latina (considerando apenas o estilo erudito), o local se consolidou durante as celebrações do Festival de Inverno.

Desde um ponto de vista arquitetônico, o Auditório Cláudio Santoro é uma verdadeira obra-prima: cada um de seus detalhes remete os visitantes a conexões com sentimentos inexplicáveis.

São oitocentos e catorze assentos, elevador de cargas, três camarins, duas salas de produção, áreas industriais e alojamentos.

8. Mãostiqueiras

Projeto Mãostiqueiras
Fonte: Projeto Mãostiqueiras (TripAdvisor)

O projeto Mãostiqueiras é formado por pessoas que se dedicam à produção de artigos artesanais, utilizando a lã como matéria-prima.

Primordialmente, as peças são transformadas em lindos artigos de decoração, colaborando na geração de renda e de emprego para a população local.

Enquanto isso, a ideia central do projeto consiste em produzir itens a partir do reaproveitamento das lãs, de modo sustentável.

As criadoras da Mãostiqueiras descobriram que os produtores de ovelhas da região desperdiçavam o material após a tosquia, decidindo aproveitar esse excedente para a produção têxtil.

Pouco depois, o projeto passou a ter a sua sede em um local bastante aconchegante, repleto de carinho e rico em detalhes simples.

Cada um dos produtos é feito em acabamentos encantadores e únicos.

Quando visitar o projeto Mãostiqueiras, não deixe de apreciar a ampla variedade de peças e itens produzidos, aproveitando a ocasião para adquirir lembrancinhas e presentes para levar aos seus amigos e familiares.

9. Aventura off road em quadriciclos

Serra da Mantiqueira
Fonte: Trilhando Montanhas (Flickr)

Muitas pessoas ficam desanimadas quando enfrentam dias de chuva em suas viagens de férias, não é mesmo? Mas, uma aventura off road se torna ainda mais emocionante com esse clima.

Do mesmo modo, é possível realizar uma atividade, a um só tempo, radical e segura, junto às trilhas da Serra da Mantiqueira, em Campos do Jordão, a bordo de algum quadriciclo.

Além disso, você pode escolher empresas que oferecem esses serviços especializados, incluindo a manutenção, aluguel e venda de quadriciclos, promovendo passeios mediados por guias devidamente habilitados.

O tour inclui, até mesmo, capas de chuvas e profissionais habilidosos para auxiliar os turistas.

10. Cervejaria Vemaguet 67

Vemaguet 67
Fonte: thiagoeltonrj (TripAdvisor)

Campos do Jordão é conhecida, também, pelas cervejas artesanais. De fato, há muitas cervejarias na cidade. Dentre elas a Vemaguet 67 destaca-se por produzir bebidas mais do que especiais.

Diferentemente de outras cervejarias artesanais, a Vemaguet 67 conta com IBU e ABV menos elevados em suas bebidas (padrões internacionais para controlar aspectos essenciais nas cervejas, como o seu amargor, a quantidade de lúpulo e intensidade alcoólica etc).

Dito de outra forma, os produtos da Cervejaria Vemaguet 67 são menos amargos e menos alcoólicos do que os seus congêneres artesanais.

Curiosamente, o lema da fabricante é “brasileiros fazendo cervejas para brasileiros”.

Então, não é de se admirar que a melhor cerveja Bock de nosso país seja, justamente, a Vemaguet.

Para os apreciadores dessa bebida tão característica, a marca proporciona, ainda, uma edição limitada de cervejas à base de frutas vermelhas, cujo nome é “Acelerada”.

Uma delícia!

11. Moringa da Mantiqueira

Moringa da Mantiqueira
Fonte: Moringa da Mantiqueira (TripAdvisor)

Pouco antes de chegar à cidade, os turistas mais bem-informados ficam sabendo que a gastronomia da região é um dos seus aspectos mais destacados, conquistando a preferência do público, sobretudo, em períodos chuvosos.

Sempre que estiver em busca de uma opção de qualidade em Campos do Jordão com chuva, considere experimentar o célebre restaurante Moringa da Mantiqueira, comandado pelo excelente chef Anderson Oliveira.

O estabelecimento é especializado nas delícias regionais, valorizando os produtos locais – invariavelmente mais saudáveis e frescos.

Essas características integram a própria identidade do Moringa da Mantiqueira.

Vale a pena conferir!

12. Museu Felícia Leirner

Museu Felícia Leirner
Fonte: Museu Felícia Leirner (TripAdvisor)

A princípio, o Museu Felícia Leirner representa um dos melhores passeios em Campos do Jordão com chuva.

Logo depois, é preciso ressaltar que o local é um verdadeiro sucesso nos dias chuvosos, pois sua administração oferece guarda-chuvas de grande porte para que os casais possam apreciar, abraçadinhos, as esculturas e obras de arte expostas.

Portanto, o Museu Felícia Leirner está situado junto ao cimo de uma colina, bem no topo da famosa Serra da Mantiqueira.

Aliás, o nome da instituição homenageia a artista polonesa responsável por oitenta e cinco esculturas – sendo 43 em bronze, 2 em granito e 40 em cimento branco.

Todas essas peças estão expostas em um espaço planejado para ficar bem ao lado do excelente Auditório Cláudio Santoro, o palco principal do tradicional Festival de Inverno em Campos do Jordão.

13. Bar da Torre

O Bar da Torre foi totalmente restaurado, preservando sua atmosfera elegante e inspirada nos bares do continente europeu durante os chamados “anos dourados”.

O estabelecimento serve coquetéis variados, cervejas e destilados, além de diversos tipos de chás e cafés.

Assim também, os clientes encontram na carta de vinhos outro elemento de grande atratividade do Bar da Torre.

Logo, boa parte dos consumidores priorizam as porções, os salgadinhos e os pratos rápidos.

Mas a receita tradicional do fondue é de origem suíça e, certamente, o ponto alto do estabelecimento.

14. Vila Capivari

Vila Capivari
Fonte: Vila Capivari (TripAdvisor)

A Vila Capivari é o centro turístico principal de Campos do Jordão, além de ser um bairro nobre, incrustado no coração dessa cidade.

Apenas a partir da década de 1920 o local passou a se desenvolver com intensidade, de tal forma que, hoje em dia, é um dos points prediletos dos visitantes.

Ademais, a Vila Capivari possui uma ampla variedade culinária, com gastronomia argentina, regional, francesa, espanhola, italiana, churrascarias, pizzarias e, principalmente, lojas especializadas na comercialização de chocolates – os turistas simplesmente amam o famoso fondue de Campos do Jordão.

Assim como a atratividade exercida pela gastronomia, a Vila Capivari é o bairro escolhido majoritariamente para os visitantes fazerem compras, uma vez que oferece lojas de decoração, bolsas, brinquedos, acessórios, vestuários, além de dez shopping centers e galerias.

15. Museu Casa da Xilogravura

Museu Casa da Xilogravura
Fonte: MTur Destinos (Flickr)

Neste museu, você encontrará um dos únicos locais do Brasil que, efetivamente, é especializado em xilogravuras.

Em outras palavras, você encontrará, no Museu Casa da Xilogravura, um enorme acervo com as mais interessantes obras de artistas nacionais e estrangeiros.

Vale lembrar que as xilogravuras podem ser descritas como as gravuras feitas mediante impressões – sobre os papéis – de matrizes entalhadas em madeira.

Nesse sentido, o Museu Casa da Xilogravura trabalha com a divulgação dessa forma de arte que nasceu, há mais de mil e quinhentos anos, no Oriente.

Assim que os visitantes entram no Museu Casa da Xilogravura se deparam com pilares imponentes em um tronco grande de ipê que, além de recepcionar os turistas, serve para lembrar que “sem árvores não existem xilogravuras e, tampouco, vida”.

16. Mercado São Bento

Iceland
Fonte: Iceland (TripAdvisor)

Agora, o Mercado São Bento já completou mais de um ano desde a sua inauguração.

Segundo os turistas, o estabelecimento é uma das atrações mais interessantes do lindo bairro do Capivari, na cidade de Campos do Jordão, com chuva ou sem chuva.

Articulando gastronomia e lazer, o Mercado São Bento tem um clima convidativo e aconchegante, propiciando espaços como:

  • Cantinho da Serra: um restaurante especializado na culinária da montanha e grelhados diversos. O cardápio encanta os clientes, com pratos alemães, cremes, sopas, massas, petiscos, carnes e, evidentemente, fondues;
  • Sabor Chocolate: a melhor e maior chocolateria da cidade. A marca tem 5 pontos de venda em Campos do Jordão;
  • Iceland: o primeiro “bar de gelo” de São Paulo, edificado inteiramente em gelo, dos copos às paredes.

17. Horto Florestal

Horto Florestal
Fonte: Useradquem (Flickr)

O Horto Florestal – nome informal do “Parque Estadual” em Campos do Jordão – foi privatizado no ano de 2019.

Com isso, todas as áreas de utilização pública passaram a ser administradas pela organização “Urbanes Empreendimentos”.

A Fundação Florestal, no entanto, continua sendo o órgão responsável pelo gerenciamento de pesquisas, fiscalizações e ações de proteção da flora e da fauna do Parque Estadual.

O local tem quase oitenta anos de história, e uma área que supera os oito mil hectares, compostos tanto pela Mata Atlântica quanto pela de Araucária, bem como doze quilômetros de trilhas disponibilizadas aos turistas e diversas atrações.

Desse modo, o Horto Florestal reúne, em um único espaço, muito lazer e diversão para toda a família, em contato direto com a natureza.

Os visitantes podem aproveitar, ainda, muitas opções gastronômicas e de aventuras.

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Campos do Jordão