Como Economizar em Bonito: Dicas Práticas para gastar BEM menos!

Sabia que, depois das atrações do local, a pesquisa mais feita sobre a cidade é como economizar em Bonito (MS)?

O município de Bonito, em Mato Grosso do Sul, é a maior referência no Brasil em passeios de ecoturismo. Além disso, é também uma referência na América Latina e costuma atrair turistas de diversas partes do planeta.

De fato, os grandes atrativos não estão propriamente na cidade, mas no seu entorno.

Grutas, cachoeiras, morros, trilhas, rios, por exemplo, uma infinidade de atrações para os amantes da natureza e de aventura estão localizadas próximas à cidade. Por isso, ela é um polo de atração dos praticantes desse estilo de passeio.

Dessa forma, isso explica por que é tão famosa, requisitada e cara. Viajar para Bonito não é barato. A velha lei da oferta e da procura costuma falar mais alto, principalmente em época de alta temporada.

Porém, isso não significa ser impossível desfrutar de bons passeios na região sem gastar muito dinheiro. Afinal, se planejando com antecedência e escolhendo os passeios certos, é possível reduzir bastante as despesas e garantir boas experiências.

Quer saber como? Siga a leitura!

Conheça Bonito (MS) sem gastar muito

Aluguel de carro em Bonito
Fonte: Everaldo Arashiro (Flickr)

As dicas que seguem nos próximos tópicos vão te ajudar a ter um bom custo-benefício viajando para Bonito.

Você terá a oportunidade de conhecer ao menos um cartão postal, desfrutar de bons mergulhos e explorar lugares marcantes. Boas opções não faltam.

Veja as nossas dicas a seguir e saiba como fazer uma boa economia viajando para Bonito.

1. Invista na antecedência

Reservar com antecedência hotéis e meios de transporte proporciona um excelente custo-benefício. Deixar para planejar a viagem a Bonito na última hora é certeza de gastos enormes devido à grande procura que o lugar recebe.

Uma estratégia dos que decidiram viajar de última hora é tentar achar boas hospedagens em Campo Grande, capital do estado que não fica muito distante de Bonito.

2. Planeje roteiros próximos

Muitos dos pontos turísticos de Bonito não são perto um dos outros. É preciso fazer longas caminhadas (e uma das graças é mesmo fazer trilhas), dirigir longas distâncias em estradas tortuosas e sem asfalto.

Naturalmente, quanto mais distante, maiores são os custos, seja no aluguel do carro, no gasto com a gasolina, com o consumo de alimentos.

Sem contar que chegar cansado ou muito tarde em determinados passeios impede o melhor proveito da viagem.

Uma maneira de evitar esses transtornos e garantir economia nas viagens é planejar um roteiro com pontos turísticos próximos um do outro – se for conhecer cidades vizinhas, se organize bem.

3. Dê preferência à baixa temporada

Se você tiver condições de viajar para Bonito sem ser na época de férias escolares, Natal, Ano Novo, enfim, na alta temporada, será melhor para o seu bolso.

Os valores fora da estação de férias costumam sofrer queda significativa e baratear o acesso a locais e serviços. Abril e junho, por exemplo, são bons meses para visitar a região. O clima nesta época costuma ser estável, com baixa incidência de chuva.

O inverno não é rigoroso como nas regiões sul e sudeste, e a visualização das águas alcança seu auge nesses meses.

Vale lembrar que as passagens aéreas também sofrem um baque nos preços na baixa temporada, o que colabora sem dúvida muito para reduzir as despesas com a viagem.

Posts Relacionados

Lugares para visitar em Bonito sem gastar muito

Agora, vamos falar sobre os passeios. Quais lugares são indicados para ir à Bonito para não gastar muito com as viagens? Vejamos a seguir!

Gruta do Lago Azul

Gruta do Lago Azul
Fonte: Ricky Ribeiro (Flickr)

Um ótimo destino para quem precisa driblar a crise, se divertir poupando dinheiro em Bonito, é a Gruta do Lago Azul.

Esse passeio é interessante porque se trata de um dos cartões postais de Bonito, MS, e não acarreta custos que não seja o de locomoção.

O ponto turístico é uma caverna que tem uma lagoa misteriosa com profundidade desconhecida. Suas águas são extremamente cristalinas que dão a impressão de serem azuis.

É belíssima e uma agradável surpresa após descer as escadas de acesso.

A dica é se planejar para visitar a gruta de manhã, porque à tarde, depois das 14 h, a água não fica mais com o seu tom azulado encantador.

A gruta fica a 20 km de Bonito. Por isso, é melhor ter a disposição meios de transporte, sejam próprios ou alugados. Aluguel de carro é melhor escolha, em preços, do que o frete via agência de turismo.

Contudo, essa distância é menos intragável em comparação ao famoso Rio da Prata. O passeio também é muito mais econômico do que no Rio da Prata, onde se costuma praticar flutuação e para isso é necessário investir em equipamento.

Balneário Municipal do Rio Formoso

Balneário Municipal de Bonito
Fonte: Jack Knight (Flickr)

Outra viagem que vale a pena em termos de bolso é o Balneário Municipal do Rio Formoso.

Em comparação ao Aquário Natural e ao Projeto Jiboia, é uma atração bem mais em conta.

O custo-benefício é ótimo se considerar ser necessário usar equipamentos específicos para a prática de flutuação.

Um dos motivos pelos valores mais atrativos se deve ao fato que o turista nesse lugar fica por conta própria, não precisa acompanhar um grupo e pode fazer as atividades no tempo que julgar adequado.

Parque das Cachoeiras

Parque das Cachoeiras
Fonte: Ricardo Zaviasky (Flickr)

Se você for levar criança pequena na viagem, inclua no seu planejamento a visita a esse parque. Para adultos, o preço pode não ser dos melhores, mas crianças de até 5 anos não pagam.

A questão do transporte também faz o passeio compensar, pois o local pode ser acessado por carro, van e ônibus.

O parque é um verdadeiro paraíso com paisagens deslumbrantes.

Uma longa passarela de madeira percorre todo um circuito de cachoeiras em área muito bem conservada e repleta de vegetação natural. Uma das melhores opções para encantar os pequenos e tirar fotos ótimas para todas as redes sociais.

O parque fica localizado a 17 km de Bonito.

Rio Sucuri

Rio Sucuri

O Rio Sucuri é considerado um dos três mais cristalinos do mundo. Suas águas são verde-esmeralda.

O passeio começa com um tour de barco que vai de rio acima até as proximidades da nascente. Depois, inicia-se a atividade de flutuação, retornando pelo caminho que o barco veio.

Flutuar nesse rio é uma delícia por ser possível avistar em toda parte do rio grande variedade de espécies de peixes. Também é possível ver em detalhes a vegetação subaquática. Uma experiência incrível.

Os valores são mais atrativos comparando com as atividades no leito do Prata. Vale muito incluir no seu roteiro de viagem.

Como economizar em Bonito com os passeios?

Planeje-se com antecedência. Reserve hospedagem e transporte semanas ou meses antes da viagem.

Se puder, portanto, vá na baixa temporada para economizar dinheiro. E monte um roteiro que privilegie atrações próximas umas das outras.