Curitiba em Fevereiro: 12 Formas de Curtir a Cidade Nessa Época

Preparamos um guia completo sobre a região para você deixar a sua viagem ainda mais completa. O download estará disponível no final. Boa leitura.

Anúncios

Como quase toda cidade grande, Curitiba em fevereiro fica mais tranquila. Afinal, a maioria dos moradores viaja para curtir o Carnaval no litoral.

Anúncios

Mesmo assim, a cidade tem algumas opções interessantes de passeios para aproveitar o mês. Confira a seguir!

Como aproveitar Curitiba em fevereiro da melhor maneira possível?

O clima em Curitiba em fevereiro é quente e chuvoso. Embora chova menos do que em janeiro, esse ainda é um dos meses do ano com mais dias de chuva. Em média, chove 17 dias e as temperaturas variam entre 17 °C e 25 °C.

Geralmente o dia começa fresco em Curitiba e esquenta depois das 9h. A noite, por volta das 18h, volta a esfriar e as chances de chuva aumentam.

Apesar do feriado de Carnaval, Curitiba em fevereiro não é alta temporada. Via de regra, os curitibanos viajam para o litoral e a cidade fica mais vazia. Por isso, esse é um bom mês para quem quer conhecer os principais pontos turísticos.

Veja algumas opções de passeios!

1. CarnaVibe

CarnaVibe
Fonte: Pimenta Nativa (Flickr)

Curitiba é conhecida por ter vários festivais de música eletrônica — e em fevereiro isso não é diferente. Alguns dias antes do carnaval ocorre o CarnaVibe, o maior evento pré-carnaval eletrônico do Brasil.

Atualmente, o evento é realizado na Fazenda 4 Corações, em um espaço com mais de 120 mil metros quadrados, localizado em Campina Grande, na região metropolitana de Curitiba.

Com um conceito Open Air, o CarnaVibe conta com palcos a céu aberto em meio a natureza.

Em média, o evento conta com a participação de 20 artistas brasileiros, entre eles alguns reconhecidos internacionalmente. Em edições anteriores, Chemical Surf, Eli Iwasa, Gabe e Illusionize se apresentaram no line-up.

A estrutura do evento é incrível, proporcionando uma experiência única!

2. Curto Circuito

O Curto Circuito tem uma programação cultural bastante variada. A festa é promovida pela Weefor ECO 2, um projeto da incorporadora Weefor que realiza atividades educativas e culturais nos terrenos onde serão construídos os próximos empreendimentos.

O objetivo do Curto Circuito é valorizar a cultura urbana. Por isso, durante a festa há apresentações musicais, aulas de yoga e uma feira de criadores, com lojas de acessórios para bicicletas, plantas, joias, de coração e brechó.

Também há um restaurante e um bar.

Apesar do evento ser gratuito, é preciso se inscrever no site do evento.

3. Feira de Vinil

Feira de Vinil
Fonte: FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA (Flickr)

Em Curitiba em fevereiro também acontece a Feira de Vinil. O evento conta com mais de 8 mil discos de expositores do sudeste e do sul, incluindo vinis internacionais e nacionais, lacrados e usados.

Além de apreciar os clássicos, você também pode comprar alguns durante a feira. Vale a pena conferir!

4. Festival Nacional do Torresmo

Festival Nacional do Torresmo
Fonte: Tudo Viagem

Outro festival que merece uma visita em fevereiro é o Festival Nacional do Torresmo. Ele é realizado no Brasil inteiro pelo restaurante Porks – Porco & Chope, inclusive na sede de Curitiba.

Durante o festival, o restaurante oferece um cardápio especial. Os pratos mais famosos são o combo de Torresmo Mineiro, o Torresmo de Tira e o Porkspoca.

Além disso, também há opções de sanduíches e petiscos que tem como ingrediente principal a carne suína.

Por meio desse cardápio diferenciado, o evento busca democratizar o consumo de torresmo em todo o Brasil.

Além dos pratos especiais, o Festival Nacional do Torresmo também conta com shows de blues e rock ao vivo. Sem dúvida, esse é um dos melhores eventos de Curitiba em fevereiro se você curte um bom chope e petiscos.

5. Festival do Mignon

Festival do Mignon
Fonte: Tribuna do Paraná – UOL

Para os amantes de uma boa carne, o Festival do Mignon é uma ótima opção do que fazer em Curitiba em fevereiro. O evento é promovido pela Cantina do Délio e conta com um cardápio diferenciado.

Ao todo, são cinco pratos principais com carne, cada um com um molho específico, e cinco acompanhamentos.

Molhos:

  • Al Gorgonzola;
  • Al Demiglace;
  • Pene Nero;
  • Al Brie;
  • Al 4 Formaggio.

Acompanhamentos:

  • Gnocchi 4 Formaggio;
  • Tagliatelle Al Funghi;
  • Risoto Zafferano;
  • Tagliatelle Alfredo;
  • Tagliatelle alla Primavera.

Cada prato tem aproximadamente 450g de carne serve duas pessoas. Você pode consumi-los no local ou pedir por delivery no site oficial do restaurante.

6. Mercado Municipal de Curitiba

Mercado Municipal de Curitiba
Fonte: Wagner Jorge Araujo Nogueira (Flickr)

Como em fevereiro chove bastante, o melhor é visitar os pontos turísticos de Curitiba que possuem cobertura. O que pode ser um pouco difícil, já que a cidade possui muitos parques. Entretanto, há algumas boas opções, como o Mercado Municipal.

O Mercado Municipal de Curitiba foi inaugurado em 1958 e é o primeiro Mercado Orgânico do Brasil. Lá você pode comprar artigos domésticos, alimentos e bebidas importadas, além de aproveitar para comer na praça de alimentação.

Além disso, no Mercado Municipal de Curitiba sempre há eventos temáticos, como o Natal do Mercado, o Festival da Cachaça e o Halloween. Então, fique de olho na programação!

7. Rua 24 horas

Rua 24 Horas
Fonte: The Cities (Flickr)

Sem dúvida, a Rua 24 horas é uma das mais famosas de Curitiba. Ela funciona como uma galeria coberta. Por isso, você pode passear por lá mesmo nos dias de chuva.

A Rua 24 horas possui mais de 20 lojas. Entre elas há lojas de presentes, de antiguidades, bares, restaurantes, cafés e outros serviços essenciais. Lá você encontra de tudo um pouco!

O projeto da Rua 24 horas foi feito por Abrão Assad, que também desenvolveu o projeto do Jardim Botânico, Simone Soares e Célia Bim.

A estrutura da galeria é formada por 32 arcos de metal revestidos de vidro. Por isso, o ambiente é bastante iluminado e amplo.

Além disso, a Rua 24 horas também possui wi-fi, mesas, cadeiras, banheiros adaptados, caixas eletrônicos e seguranças.

Caso tenha alguma dúvida, lá você também pode consultar o espaço Curta Curitiba que fornece informações sobre as atrações da cidade.

8. Ópera de Arame

Teatro Ópera de Arame
Fonte: FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA (Flickr)

A Ópera de Arame é um dos principais cartões postais da cidade.

O teatro possui estrutura tubular, teto de vidro e capacidade para mais de 20 mil pessoas. Além disso, ele é rodeado por lagos, cascatas e vegetação nativa; um verdadeiro cenário de filme.

Na Ópera de Arame, além de assistir apresentações musicais e teatrais, você também pode apreciar uma boa comida na Ópera Arte e passear no Parque das Pedreiras, caso não esteja chovendo.

Esse é o lugar ideal para quem quer tirar fotos incríveis e descansar!

9. Linha Turismo

Linha Turismo
Fonte: yuridjinha (Flickr)

Se você não vai ficar muito tempo em Curitiba em fevereiro, mas quer conhecer os principais pontos turísticos da cidade, uma boa opção é pegar a Linha Turismo.

Esse ônibus turístico passa pelas atrações mais famosas de Curitiba, incluindo as afastadas do centro. Ao todo são 24 paradas, e você pode embarcar ou desembarcar em qualquer uma delas.

O ponto de partida da Linha Turismo é na Rua 24 horas. Normalmente, o serviço funciona de terça a domingo, das 08h30 às 17h.

Mas em fevereiro, por causa dos feriados e das férias escolares, o ônibus funciona todos os dias.

O mais legal é que ao comprar a passagem da Linha Turismo você tem 24 horas para fazer quantas viagens quiser.

Então, além de ser ótimo para conhecer a cidade, essa também é uma opção mais barata para se locomover entre os pontos turísticos.

10. Parque Barigui

Parque Barigui
Fonte: Rodrigo Vasconcellos (Flickr)

O Parque Barigui é o maior e mais movimentado de Curitiba. Ele ocupa uma área de cerca de 140 hectares, abrangendo 4 bairros.

O motivo dele ser tão movimentado é que, além da extensa área verde e do grande lago, o Parque Barigui tem uma ótima infraestrutura, com restaurante, churrasqueira, ciclovia, pista de patinação e cooper, academia de ginástica ao ar livre, pavilhão de exposições, parque de diversões, conchas poliesportivas.

Lá também está localizado o Museu do Automóvel, a Estação Maria Fumaça e a sede da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Além disso, o Parque Barigui possui um heliporto, onde você pode alugar um helicóptero para fazer um tour pelos pontos turísticos de Curitiba.

Se der sorte de pegar um dia de sol em Curitiba em fevereiro, não deixe de visitar o Parque Barigui.

11. Bosque Alemão

Bosque do Alemão
Fonte: Enilton Kirchhof (Flickr)

Outro passeio para os dias de sol é o Bosque Alemão. Em seus 38 mil metros quadrados nós encontramos diversos monumentos que celebram as tradições alemãs.

O Bosque Alemão é um ótimo lugar para visitar com as crianças. Uma das principais atrações do parque é a trilha João e Maria, que conta a famosa história infantil dos irmãos Grimm.

No percurso há uma biblioteca, chamada de Casa da Bruxa, onde as crianças podem ouvir histórias.

Além disso, o Bosque Alemão também tem um dos melhores mirantes para observar a cidade de Curitiba e a Serra Mar, a Torre dos Filósofos.

12. Feira do Largo da Ordem

Feira do Largo da Ordem
Fonte: Ruy Ferrari (Flickr)

Por fim, quando estiver em Curitiba em fevereiro não deixe de conhecer a Feira do Largo da Ordem, realizada aos domingos no Centro Histórico.

Nessa feira você vai poder comprar os mais diversos tipos de artesanato, pinturas em telas e apresentações de teatro e de música.

Lá você também vai encontrar diversas barracas de comida, com os tradicionais pastéis de feiras, crepes e comidas típicas. Ao todo, a Feira do Largo da Ordem possui mais de 400 barracas.

Vale a pena conhecer!

Gostou das nossas dicas do que fazer em Curitiba em fevereiro? Então, veja também a nossa resenha do Bosque Reinhard Maack.

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Curitiba