Carregando...

Curitiba em Julho: 8 Atrações Para Aproveitar o Mês

Quem deseja viajar para Curitiba em julho, mas não sabe o que fazer no mês mais frio do ano, saiba que há muitas atrações imperdíveis.

Anúncios

Apesar de o período de férias escolares combinar com as cidades litorâneas, tem muita gente que prefere viajar no inverno, até para escapar do calor.

Anúncios

Como o mês de julho em Curitiba é bem frio, pouco chuvoso, é ideal para fazer uma caminhada na famosa Rua das Flores, um piquenique em um bosque, ou respirar o verde no Jardim Botânico.

Passeios é o que não vão faltar!

Sem contar que entre abril e julho acontece o festival do pinhão, a iguaria típica da capital paranaense. É época de experimentar uma culinária a base de pinhão, enquanto aproveita o clima frio em suas férias de julho em Curitiba.

Quer saber mais? Então é só continuar a leitura deste artigo e conferir as nossas dicas de roteiro para aproveitar bastante a cidade de Curitiba em julho.

Como aproveitar Curitiba em julho da melhor forma possível?

Conhecida como a temporada das cerejeiras e por ser uma das cidades mais frias do Brasil, o mês de julho em Curitiba é uma delícia nessa época do ano.

Mesmo sem praia, o turista consegue aproveitar as férias escolares, seja em um passeio cultural, gastronômico, ou curtindo a natureza nos parques da cidade. O melhor de tudo é que Curitiba em julho é para todas as idades!

Veja, então, o que fazer na cidade durante a temporada de inverno curitibana!

1. Linha Turismo, melhor forma de conhecer os pontos turísticos de Curitiba em julho

Por apenas R$ 50 por pessoa, você pode circular por mais de 20 atrações a bordo de um ônibus turístico, chamado Linha Turismo.

O ingresso tem valor por 24 horas e é um dos melhores passeios para quem montou um roteiro de 2 dias em Curitiba para passar suas férias de julho, por exemplo.

Entre as paradas do ônibus, estão o Jardim Botânico, a Praça Tiradentes (o famoso marco zero da cidade), outros parques, museus e teatros, que valem a pena conferir.

Um dos primeiros pontos de embarque fica na Rua 24 horas e atende das 8h30 às 17h, sempre de terça a domingo. Consulte mais informações sobre o que fazer em Curitiba.

2. Jardim Botânico

Uma das paradas da Linha Turismo é também um dos principais cartões-postais de Curitiba: Jardim Botânico. O parque tem influência francesa e britânica, por conta do paisagismo e da estufa de ferro e vidro, respectivamente.

É um excelente lugar para fazer uma caminhada, tirar fotos nos jardins e se encantar com a bela natureza, refletida nos lagos, nas Araucárias e nas bromélias.

Sem dúvidas que, uma tarde no Jardim Botânico em um dia frio na capital curitibana é suficiente para repor as energias.

O parque funciona diariamente, das 6h às 18h, na Rua Engº Ostoja Roguski, nº 690.

3. Festival de Inverno de Curitiba em julho

Não dá para falar de Curitiba em julho sem mencionar o famoso Festival de Inverno, um evento que une gastronomia, cultura e música nos dias mais frios do ano.

O Festival de Inverno de Curitiba acontece em vários pontos da cidade. Por exemplo, o Mercado Municipal é o melhor lugar para comprar diversas iguarias, incluindo o famoso pinhão.

Para quem não sabe, pinhão é a iguaria tipicamente curitibana, uma vez que o seu fruto vem das Araucárias, árvore que domina o Paraná, tornando-se símbolo do estado.

Além disso, o Festival de Inverno também inclui o Festival Rotas do Pinhão, cujo objetivo é incentivar esse fruto no cardápio dos curitibanos.

Por isso, é muito comum nessa época do ano ver o pinhão em vários restaurantes e de todas as formas possíveis: no pastel, na polenta, no risoto, na sopa, e também na sobremesa. Haja pinhão!

4. Festas juninas (e julinas)

Na época mais fria do ano, uma das atrações mais esperadas é a popular festa junina. Hoje em dia, claro, as festas se estendem ou começam em Curitiba apenas em julho, mas continuam sendo tradição.

Por exemplo, há festa junina infantil, que acontece em escolas municipais em diferentes pontos de Curitiba, como em Cajuru, Uberaba e Jardim das Américas. Alguns arraiás são para estudantes, outros para os familiares, e os demais para toda a comunidade.

Mas a temporada de festa junina e julina não fica restrita às escolas; há muito arraiá para cada tipo de perfil em vários points da cidade. Tem arraiá para rockeiros, veganos, tradicionais e nordestinos.

Alguns deles, inclusive, promovem sorteios, além, é claro, de expor barraquinhas com os doces típicos da Festa de São João: curau, pipoca doce, canjica, maçã do amor, e muito mais!

A propósito, se você não sabe o que fazer com crianças em Curitiba, essa é uma boa dica de atração.

5. Parque Tanguá

Assim como o Jardim Botânico, o Parque Tanguá também é uma das atrações que não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem para Curitiba em julho.

A área de 235 mil metros quadrados – onde foi uma antiga pedreira – abrange cachoeira, lago, jardins, lojas e o mirante de 65 metros de altura.

Muitos turistas que chegam em Tanguá sobem no ponto mais alto do mirante para assistir ao pôr do sol, mas também não deixam escapar um registro da florada das cerejeiras. Durante o inverno de Curitiba, a paisagem ganha mais destaque com essas flores.

Mas, sabe o que é melhor de tudo? A entrada é gratuita e qualquer dia da semana você pode ir lá na Rua Oswaldo Maciel, entre os bairros Taboão e Pilarzinho.

6. Ópera de Arame

Outro cartão-postal de Curitiba e que merece sua visita em julho é o Teatro Ópera de Arame. Sem, dúvidas, um passeio que deve constar no seu roteiro de viagem.

Sua estrutura arquitetônica feita de metal chama bastante atenção na área verde do Parque das Pedreiras. Sobretudo, seus espetáculos, que se tornam atrações imperdíveis para quem curte o centro cultural da capital paranaense.

Apesar de os shows serem pagos (cerca de R$ 15), a entrada para visitação é gratuita. Dá para contemplar todo o complexo e ainda experimentar a culinária no restaurante Ópera Arte (preços sob consulta).

Anote o endereço: Rua João Gava, nº 920 – Abranches.

7. Bosque Alemão

Outro espaço perfeito para a criançada espantar o frio é o Bosque Alemão. Com forte presença da cultura alemã – afinal, é uma homenagem aos imigrantes que ajudaram a moldar a cidade –, há construções típicas e muito verde ao redor.

Mas, o que as crianças vão fazer de interessante no Bosque Alemão?

Que tal fazer uma trilha que leva até a casa de João e Maria, com arquitetura alemã? Uma vez lá, a criançada vai poder curtir o local e ouvir boas histórias!

Tem também a biblioteca Casa da Bruxa e o mirante sobre a Torre dos Filósofos, de onde é possível observar toda a natureza local.

Definitivamente, o Bosque Alemão é uma das atrações incríveis e gratuitas sobre o que fazer em Curitiba nas férias escolares de julho.

Portanto, esteja lá de terça a sexta, das 8h às 20h, na Rua Francisco Shaffer, nº 250, em Vista Alegre. Já a Casa da Bruxa funciona todos os dias, das 9h às 17h.

8. Rua das Flores

A Rua das Flores, ou XV de Novembro, é uma avenida florida, inteiramente dedicada aos pedestres e com muita coisa para se fazer em Curitiba no mês de julho.

O clima frio convida a passear pela charmosa rua, almoçar nos melhores restaurantes, fazer umas compras e tomar aquele cafezinho quente para esquentar o dia. Tem coisa melhor?

Tem sim! Estender o passeio até o Bosque Reinhard Maack, um lindo bosque inaugurado no final dos anos 80, com ampla área verde e muito espaço para as crianças.

Os pequenos vão amar os brinquedos, além de muitas atividades que podem ser feitas nos dias frios do inverno de Curitiba.

Como é o clima de Curitiba em Julho?

Curitiba é conhecida por ser uma cidade amena, com temperaturas que chegam no máximo a 25 °C. Mesmo nos dias mais quentes, entre novembro e março, a cidade consegue ser agradável para um passeio nos principais parques curitibanos.

Contudo, como mostramos neste artigo, os dias frios também são convidativos para vários passeios turísticos. É o caso dos meses de abril a julho, quando a temperatura começa a cair.

Mas especialmente em junho e julho que Curitiba fica ainda mais gelada, atingindo temperatura mínima de 10 °C e máxima de 18 °C.

Isso não vai atrapalhar o turismo, até porque a vantagem desse período é que há pouca incidência de chuva, o que favorece os passeios ao ar livre, como parques, mirantes, trilhas, e claro, as festas populares.

Gostou de saber como é Curitiba em julho?

O inverno curitibano é bastante atraente e dá para aproveitar bastante os dias frios, seja tomando um café quente ou comendo um pinhão em um dos festivais.

Então, se você tinha alguma dúvida sobre o que fazer em Curitiba na época mais fria do ano, essas dicas de atrações, com certeza, serão perfeitas para o seu roteiro.

Quer conhecer outros lugares fantásticos para a próxima viagem?

Nós preparamos artigos especiais sobre várias cidades brasileiras e estrangeiras para você conhecer em qualquer época do ano. Continue com a gente!

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Curitiba