Gruta do Lago Azul Vale a Pena? Tudo o que você Precisa Saber!

Se você já se deslumbrou com lagos de água azul incríveis, saiba que é possível conhecer um desses no Brasil, na Gruta do Lago Azul em Bonito, MS.

Esse passeio é um dos mais concorridos, além de ser o cartão postal da cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Obviamente, a busca para visitar a gruta e o lago não são tão requisitados à toa. A atração é uma verdadeira imersão em rocha e uma viagem geológica surreal, além de uma das maiores cavidades com água do planeta.

Contudo, durante esse artigo, vamos discutir se é um passeio que realmente vale a pena. Vamos lá?

Localização

Onde fica?

Rodovia Frida Garzella dos Santos, KM 20, Área Rural de Bonito, MS.

O trajeto é realizado, em sua maioria, em uma estrada de terra, contudo, sem grandes dificuldades. O deslocamento do centro Bonito até a gruta leva cerca de 30 minutos.

Lugares Próximos

  • Grutas de São Miguel (7,9 km);
  • Abismo Anhumas (2 km);
  • Parque Nacional Serra da Bodoquena (46,5 km);
  • Rio Sucuri Ecoturismo (40,3 km);
  • Aquário Natural (29,9 km).

Posts Relacionados

Quais são os principais atrativos da Gruta do Lago Azul?

Gruta do Lago Azul
Fonte: Sidnei José Romano (Flickr)

A Gruta do Lago Azul em Bonito, MS, é a grande atração do passeio, afinal de contas, não é todo dia que é possível ver de tão perto um rio subterrâneo com águas de coloração tão azul.

Porém, durante a imersão na gruta, é possível se deparar com formações geológicas que são atrações esculpidas nas pedras, um bom exemplo são os fósseis e os espeleotemas que surgem nas rochas.

Gruta do Lago Azul, o cartão postal de Bonito, MS

A história conta um índio da etnia Terena nos meados dos anos 1920 que encontrou a gruta e 54 anos depois, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional a tombou como Monumento Natural.

Com todos esses títulos, também foi realizada a implantação do Monumento Natural Gruta do Lago Azul, de modo a preservar ainda mais o local.

Dada a singularidade do lugar, também tem-se muito cuidado com a atração.

Dessa forma, só é permitido que quinze visitantes ocupem a gruta ao mesmo tempo, mesmo que ela seja bastante espaçosa e caiba mais de 100 pessoas lá dentro. Então, você deve reservar sua vaga com agências de turismo com, no mínimo, 48 horas de antecedência.

Iniciando o passeio

O passeio começa na sede, onde você tem à disposição um espaço coberto, com banheiros, lanchonete e loja de lembrancinhas. Ali será seu primeiro contato com os guias, que vão te equipar com uma touca e um capacete, afinal, segurança é primordial.

Formado o grupo com quinze pessoas, os turistas saem para a primeira parte da aventura, uma curta caminhada na trilha até a gruta. Este percurso é bem rápido, já que a distância é pequena.

Inegavelmente, as dimensões da gruta são de tirar o fôlego!

Ao chegar na  entrada para a caverna, você se depara com uma entrada circular com cerca de quarenta metros de diâmetro, enquanto a descida tem cerca de 200 metros e mais de 300 degraus no caminho.

Parte da experiência, é a escada que dá acesso ao rio subterrâneo, pois ela foi, literalmente, esculpida na pedra.

É importante ter bastante atenção ao caminho, principalmente se no dia anterior tiver chovido.

Durante a descida, o grupo recebe do guia várias informações e curiosidades sobre as formações rochosas nas paredes das cavernas e as histórias do local.

Além disso, você poderá notar diversas formas pontiagudas no teto das cavernas, as estalactites.

Conforme a escada vai acabando, você começa a ver o lago azul no interior da caverna.

Lago Azul

A cor da água é, de fato, única. A tonalidade do azul varia conforme a época do ano, horário do dia e, portanto, da incidência de luz solar dentro da gruta.

Existem duas hipóteses sobre a cor das águas do lago da gruta. A primeira é de que é o resultado de um processo físico de incidência e espalhamento da luz. A segunda, no entanto, fala que a cor é derivada de um conjunto de minerais presentes na água do lago da gruta.

De qualquer maneira, a beleza do lago e da gruta são dignos de visitação e contemplação.

Infelizmente, os turistas não são autorizados a mergulhar no lago.

Contudo, ele já foi explorado por uma expedição de espeleomergulhadores que encontrou vários achados.

Expedição ao fundo do Lago Azul em Bonito, MS

A região foi explorada duas vezes, a primeira em 1992 por uma expedição franco-brasileira, e a segunda por mergulhadores e fotógrafos no ano de 2015.

Durante a primeira visita subaquática, os pesquisadores detectaram a existência de uma série de animais fossilizados, identificados como  mamíferos que viveram no planeta há milhões de anos.

Dentre os fósseis encontrados, está o tigre dente de sabre e preguiça-gigante.

Já durante a segunda expedição, foi encontrado e estudado o camarão de água doce, cujo nome científico é Potiicoara brasiliensis, ele ainda continua sendo estudado.

Caso você esteja se perguntando, foram nessas expedições que mediram a profundidade do lago, que na última medida tinha 96 metros de profundidade.

Ingressos para a Gruta do Lago Azul

Gruta do Lago Azul
Fonte: Ricky Ribeiro (Flickr)

Para realizar a visitação ao local, os ingressos devem ser comprados em agências de turismo. Os preços são tabelados pela prefeitura, que gerencia o local, dessa forma ele sai na baixa temporada, adultos por R$90,00.

É importante que você reserve sua entrada, principalmente em época de alta temporada, onde a Gruta é uma das atrações mais requisitadas na cidade.

O que está incluso no valor do ingresso?

Todo turista que compra o ingresso tem direito a fazer a trilha e visitar o Lago Azul. O passeio dura, em média, 1h30min. Crianças menores de 5 anos não são autorizadas no passeio.

O que não está incluso no valor do ingresso?

O transporte ao local não está incluso no valor do ingresso, nem os serviços prestados na sede do local.

Dicas para aproveitar melhor a viagem à Gruta do Lago Azul

Para realizar uma visitação confortável e segura, é importante que você:

  • Esteja de tênis, não é permitido entrar na gruta de chinelos, por exemplo;
  • Passe protetor solar;
  • Passe repelente, os mosquitos podem atacar durante a caminhada;
  • Procure sobre configuração de câmera antes da viagem, assim você se prepara para tirar boas fotos dentro da gruta, já que é escuro lá dentro.
  • Sempre realize a reserva do passeio antecipadamente;
  • Esteja atento às informações passadas pelo guia;
  • Esteja atento aos degraus no interior da gruta;
  • Chegue a região do atrativo no horário combinado;
  • Preste atenção às curiosidades contadas pelo seu guia, elas são sempre muito interessantes;
  • Durante os meses de setembro a janeiro a água está sempre mais azul.

Onde ficar quando estiver por Bonito, MS

A região de Bonito é repleta de atividades ao ar livre e de ecoturismo. Dessa forma, indicamos que busque sempre  um hotel que seja bem confortável e ajude a se recuperar dos passeios realizados durante o dia.

Algumas opções são:

  • Pousada e Agência São Jorge;
  • Bonito Ecotel;
  • Pousada Surucuá;
  • Pousada Muito Bonito;
  • Zagaia Eco-Resort Hotel.

Outras atrações em Bonito

A área de Bonito é cercada de lagos e rios de água cristalina. Então, há vários outros passeios que valem a sua visita.

  • Rio Sucuri: ótimo local para realizar trilha e flutuação, tem uma das águas mais cristalinas do mundo;
  • Lagoa Misteriosa: é uma lagoa com mais de 220 metros de profundidade, é aberto a visitação para mergulho e flutuação;
  • Abismo Anhumas: atração radical, com um rapel de mais de 70 metros que entra na caverna. Também é possível realizar mergulho e flutuação;
  • Ybirá Pe: passeio acompanhado por guias entre as copas das árvores, proporciona contato direto com a natureza.

O passeio para a Gruta do Lago Azul é bom mesmo? Alguns prós e contras

Gruta do Lago Azul
Fonte: bbbbolita (Flickr)

Até agora, acredito que você já possa estar tentado a ir visitar a Gruta do Lago Azul. Porém, para não restarem dúvidas, vamos a alguns prós e contras.

Pontos positivos

  • É uma experiência de beleza única;
  • Proporciona o contato com a história do nosso planeta;
  • É uma atividade em meio a natureza em sua maneira mais pura;
  • Com certeza será o mais próximo que você chegará a um tigre dente de sabre;
  • Fácil acesso e pouco distante de Bonito, MS.

Pontos negativos

  • Difícil acesso a cadeirantes, idosos e crianças;
  • Precisa ser reservado com antecedência;
  • Não pode ser realizado em dias chuvosos.

E aí, Gruta do Lago Azul vale a pena mesmo?

Gruta do Lago Azul
Fonte: Explora 4×4 (Flickr)

Acredito que agora você já tenha sua opinião formada e, quem sabe, já esteja de malas prontas para Bonito!

Particularmente falando, a visita ao Lago Azul é um passeio relativamente fácil de ser feito e não exige muito esforço físico para ser realizado.

Ainda mais quando pensamos que estamos acessando uma gruta com um lago de água azul cristalino dentro.

O passeio é acessível para quase todas as pessoas e as leva a ter contato com um dos lugares mais incríveis e bem preservados do mundo.

Não à toa ele é considerado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional um Monumento Natural.

Além disso, é um dos passeios mais baratos para se realizar em Bonito, com um incrível custo-benefício.

Então, calce seu tênis e saia do centro de Bonito rumo a Gruta do Lago Azul, será um dos passeios mais inesquecíveis da sua vida.

E continue acompanhando sempre o conteúdo de qualidade do Viagem Club ou nosso e-book, para você ficar sempre bem-informado(a)!

Boa viagem!

Perguntas e respostas

Pode mergulhar na Gruta do Lago Azul em Bonito?

Infelizmente não. O mergulho só é permitido para pesquisas e necessitam de autorização.

Quantos degraus tem a Gruta do Lago Azul?

A descida conta com 300 degraus esculpidos em pedra, o equivalente a 12 andares.

Qual a profundidade da Gruta do Lago Azul?

O Lago tem entre 90 u2013 96 metros de profundidade. Já a gruta está a, cerca de 200 metros da entrada.

Quanto custa para entrar?

A entrada custa R$90,00 por pessoa, contudo, pode variar durante a baixa temporada.