Jardim Botânico Carlos Thays Vale a Pena? Tudo o que você precisa saber!

No bairro de Palermo, está um dos lugares mais bonitos da cidade, que te conecta com a natureza de maneira única: o Jardim Botânico Carlos Thays, ou Jardim Botânico de Buenos Aires.

Anúncios

Como parte dos Bosques de Palermo, ou Parque Tres de Febrero, este é um espaço verde com 5 hectares, dentro dos quais as paisagens são tão belas quanto importantes para a fauna regional.

Anúncios

Por isso, para aproveitar bem esse passeio, você levará cerca de três horas, contando com tempo o suficiente para desfrutar da natureza e descansar em seus bancos, bem como curtir a tranquilidade do lugar.

Aproveite o Jardim Botânico como parte de seu passeio pela região, que pode incluir este local facilmente como um verdadeiro deleite visual.




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Tour La Bombonera
  • Conheça um dos estádios mais visitados do mundo
  • Uma das atrações turísticas mais visitadas de Buenos Aires, indispensável para fãs de futebol
Ver Passeio →
Zoologico de Lujan
  • Conhecido mundialmente pelo contato entre visitantes e animais selvagens
  • Nada de jaulas ou gaiolas, animais (não perigosos) circulam livremente
Ver Passeio →
Teatro Colon
  • Um dos melhores teatros do mundo, devido a sua acústica e valor artístico das construções
  • A visita inlcui acesso ao Foyer, Galeria de Bustos, Salão Dourado e Sala Principal
Ver Passeio →
Madero Tango
  • Shows com música ao vivo e um telão no palco
  • Pacotes exclusivos oferecem, além dos shows, um jantar completo e serviços de transfer nos hotéis e na cidade
Ver Passeio →
Planetário de Buenos Aires
  • Arquitetura imponente, com um prédio de 5 andares semelhante ao planeta Saturno
  • Possui atividades para crianças a partir de 3 anos
Ver Passeio →
Parque De La Costa
  • Além das atrações radicais, o parque também conta com atrações aquáticas
  • Além das atrações radicais para jovens e adultos, o parque também conta com opções específicas para crianças
Ver Passeio →



Localização

🚗 Onde Fica

O Jardim Botânico está localizado na C1425 Cidade Autônoma de Buenos Aires.

📍 Lugares Próximos

Como surgiu o espaço e a conservação de tantos espécimes de plantas?

O nome original do Jardim Botânico é um pouco comprido: Jardim Botânico Carlos Thays da Cidade Autônoma de Buenos Aires. O nome popular define muito bem esta atração, sobretudo porque foi assim que seu criador quis.

Foi inaugurado em 1898 e, desde então, é um importante foco de proteção, cultivo e preservação de milhares de espécies. São 5.500, entre árvores e plantas.

O local foi projetado por Carlos Thays que, na época, atuava como protetor do lado verde da cidade.

Assim, no local onde foi seu lar, uma mansão que conversa com o restante das edificações de Palermo, ele proporcionou esse pedaço de verde e acertou: hoje, Buenos Aires é uma metrópole.

Desde que foi construído, a região na qual o Jardim Botânico está instalado mudou drasticamente. As mansões continuam ali, imperiosas, mas a cidade ganhou o agito que tornou este espaço mais do que necessário: essencial.

Hoje faz parte de um complexo de parques e praças que resultam em 25 hectares, mas a sua importância ultrapassa a versão de um lugar repleto de plantas para se descansar.

Suas 5.500 espécies estão em diferentes estufas, organizadas de forma a oferecer visitação para quem quiser.

Ali estão plantas de todos os lugares do mundo, em uma coleção invejável que enriquece a importância não só do Jardim Botânico, mas de toda a cidade de Buenos Aires em relação à América Latina.

O edifício central do parque, por exemplo, é um local onde já funcionou o Departamento Nacional de Agricultura e também o Museu Histórico Nacional.

Aproveite ao máximo esse passeio e curta o lado verde de Buenos Aires

Como Buenos Aires é uma cidade grande, nem todos os lugares estão cobertos por uma área verde tão generosa como a que o bairro Palermo oferece.

Que tal, então, dedicar um dia inteiro de sua viagem à região? Aproveite para conhecer o Jardim Japonês e o El Rosedal, ambos integrantes dos Bosques de Palermo, assim como este lugar.

Foque no que Realmente Importa e Deixe Todo Resto Conosco…

Preparamos um guia completo, atualizado e 100% gratuito para você viajar com tranquilidade e não deixar passar nenhum detalhe. mockup bsas
O que você encontrará no nosso Guia Completo de Viagem – BUENOS AIRES:

✅ A época ideal para realizar sua viagem
✅ Os melhores meios de locomoção
✅ Os principais eventos
✅ Passeios imperdíveis
✅ Atrações indispensáveis
✅ Seleção especial com os principais restaurante

Nós já fizemos todo trabalho por você…

Faça o download gratuito do material e planeje a sua viagem com muito mais facilidade e segurança

Enquanto o Jardim Japonês oferece um mergulho no que foi um presente para o Imperador do Japão, o El Rosedal é uma atração que enche os olhos. São mais de 18.000 rosas espalhadas por todo o espaço e, se você for durante o verão, poderá ainda ganhar uma flor.

Assim, você descansa seus pulmões e também aproveita para almoçar e tomar um café na região. Lugares charmosos não faltam.

Além disso, não é só do lado verde que vive o Jardim Botânico. Você vai encontrar três opções de paisagismo que te renderão bons minutos admirando e tirando ótimas fotos: simétrico, misto e pitoresco.

Há, também, a Escola Municipal de Jardinagem, lugar perfeito para quem busca por aprendizado em botânica, e que conta com 33 esculturas de artistas argentinos, espanhóis e catalães.

Uma das esculturas, do próprio Carlos Thays, de design inspirado no estilo Art Nouveau e considerada Patrimônio Histórico Nacional, foi premiada na Exposição Universal de Paris de 1889.

Além disso, você também pode visitar o Jardim das Borboletas, que existe por lá desde 2014.

O espaço, de cerca de 500 m², foi projetado especialmente para atrair borboletas de maneira natural. Ali, elas podem se reproduzir e também se alimentar.

Ou seja, o Jardim Botânico é o típico lugar que, quanto mais você explora, mais você encontra atividades e lugares para fazer e conhecer.

escultura no jardin botânico
Créditos: Bruno Scramgnon (Flickr)

A melhor época para curtir o local

Há quem diga que a primavera é uma excelente época para conhecer o Jardim Botânico de Buenos Aires. De fato, a estação proporciona fotos incríveis, pois as flores estão no auge da beleza e cor.

Além disso, o clima ameno proporciona uma caminhada muito mais tranquila, caso decida por visitar Buenos Aires entre setembro e o início de dezembro. As sombras podem, ainda, trazer os ventos frios comuns na cidade nessa época.

Contudo, o verão também é uma excelente época para conhecer o Jardim Botânico. As altas temperaturas da cidade merecem o sossego das sombras do lugar.

Ou seja, se decidir ir para Buenos Aires entre o outono e o inverno, saiba que esse é um passeio que merece sua atenção, mas é importante que tenha consciência de que será ainda mais frio estar em meio às plantas e árvores.

Onde fica e qual é o horário de funcionamento?

Localizado em Palermo, o Jardim Botânico conta com três entradas.

A principal fica na Avenida Santa Fe, 3951. A segunda, em frente à Praça Itália, está entre as avenidas Las Heras e Santa Fe. Sua terceira entrada conta com a divisão das ruas República Árabe da Síria e Beruti.

Há dois horários de funcionamento para o lugar, divididos entre o inverno e o verão e, por consequência, pelas estações mais frias e mais quentes.

  • No inverno, você poderá visitar o lugar de segunda a sexta, das 08:00 às 17:45 horas, e de sábados, domingos e feriados entre 09:30 e 17:45 horas.
  • Já o verão traz uma hora a mais, ou seja, de segunda a sexta, das 08:00 às 18:45 horas, e de sábados, domingos e feriados entre 09:30 e 18:45 horas.

Isso se deve porque nas estações mais quentes o dia escurece mais tarde.

por dentro da estufa
Créditos: Matías Polako (Flickr)

Como chegar e valor da entrada

Há diversas formas de chegar ao Jardim Botânico, pois além de ser um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires, ele também faz parte de um complexo de parques e praças de grande visitação.

Desta forma, há diversas linhas de ônibus que passam pela região, além de ser facilmente acessado por motoristas de aplicativo.

De trem, você descerá na Estação Palermo e caminhará para o local. Já o metrô te deixa na Estação Plaza Italia, seguindo pela linha D.

Para completar, este passeio é gratuito, então você poderá curtir esse lado de Buenos Aires sem se preocupar em desembolsar nada.

Gostou? Tem dúvidas ou sugestões? Mande um e-mail para nós, do Viagem Club, e vamos conversar.

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Buenos Aires