Língua da Argentina: Saiba Mais Sobre o Idioma dos “Hermanos”

Está pensando em viajar para o país dos “hermanos”? Então, sem dúvidas, aprender a língua da Argentina deve estar entre as suas preocupações.

Anúncios

Ter dinheiro para viajar é importante e ter um bom roteiro de viagem é indispensável.

Anúncios

Contudo, saber se comunicar na língua das pessoas que estão nos recebendo pode nos proporcionar uma imersão cultural ainda mais profunda em uma viagem internacional.

Quando viajamos para destinos nacionais, além de conversarmos com guias turísticos e funcionários de hotel, é natural puxar conversa com pessoas que encontramos nos pontos turísticos que visitamos, bem como mercados e estações de metrô.

O mesmo deveria ser possível em viagens internacionais, nas quais geralmente usamos o inglês como língua principal para a comunicação.

Os diálogos com pessoas que moram em um lugar que não conhecemos são úteis considerando os propósitos da viagem.

Por exemplo, se você se perder e não encontrar ninguém que fale português ou inglês, se souber falar a língua local, pode resolver facilmente o seu problema.

Por outro lado, saber falar a língua de quem te recebe também é útil para conhecer esse destino turístico a partir do olhar de quem mora ali. Nem todas as histórias importantes são contadas por uma agência de turismo.

Muitas vezes, é a narrativa de um senhor de idade ou de uma criança que farão você se conectar com aquele lugar de forma realmente especial.

Com isso em mente, continue lendo este conteúdo sobre a língua falada na Argentina: o espanhol.




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Tour La Bombonera
  • Conheça um dos estádios mais visitados do mundo
  • Uma das atrações turísticas mais visitadas de Buenos Aires, indispensável para fãs de futebol
Ver Passeio →
Zoologico de Lujan
  • Conhecido mundialmente pelo contato entre visitantes e animais selvagens
  • Nada de jaulas ou gaiolas, animais (não perigosos) circulam livremente
Ver Passeio →
Teatro Colon
  • Um dos melhores teatros do mundo, devido a sua acústica e valor artístico das construções
  • A visita inlcui acesso ao Foyer, Galeria de Bustos, Salão Dourado e Sala Principal
Ver Passeio →
Madero Tango
  • Shows com música ao vivo e um telão no palco
  • Pacotes exclusivos oferecem, além dos shows, um jantar completo e serviços de transfer nos hotéis e na cidade
Ver Passeio →
Planetário de Buenos Aires
  • Arquitetura imponente, com um prédio de 5 andares semelhante ao planeta Saturno
  • Possui atividades para crianças a partir de 3 anos
Ver Passeio →
Parque De La Costa
  • Além das atrações radicais, o parque também conta com atrações aquáticas
  • Além das atrações radicais para jovens e adultos, o parque também conta com opções específicas para crianças
Ver Passeio →



A história do espanhol

Assim como o português, o espanhol nasceu a partir da junção de vários dialetos derivados do latim vulgar por volta do século IX. O termo “vulgar” se refere ao linguajar do cotidiano.

Ou seja, trata-se da junção entre as línguas de vários povos (como os povos indígenas) que conviviam no mesmo espaço e que, consequentemente, neste caso, se transformou no espanhol como o conhecemos hoje.

Esses dialetos coexistiam na Península Ibérica, que engloba os territórios hoje conhecidos como Portugal, Espanha, Andorra, Gibraltar e algumas ilhas francesas.

Com o tempo, essa versão do latim vulgar que virou espanhol recebeu o nome de “castelhano”, isso em referência aos reis de Castela, monarcas que habitavam esta província antes mesmo de a Espanha ser constituída como uma nação.

Posteriormente, o idioma se tornou a língua oficial do país.

Falando agora da Argentina, a língua falada por lá é o chamado espanhol latino, que chamamos assim para diferenciá-lo do que é falado na Espanha.

Foque no que Realmente Importa e Deixe Todo Resto Conosco…

Preparamos um guia completo, atualizado e 100% gratuito para você viajar com tranquilidade e não deixar passar nenhum detalhe. mockup bsas
O que você encontrará no nosso Guia Completo de Viagem – BUENOS AIRES:

✅ A época ideal para realizar sua viagem
✅ Os melhores meios de locomoção
✅ Os principais eventos
✅ Passeios imperdíveis
✅ Atrações indispensáveis
✅ Seleção especial com os principais restaurante

Nós já fizemos todo trabalho por você…

Faça o download gratuito do material e planeje a sua viagem com muito mais facilidade e segurança

Contudo, não há diferenças substanciais de gramática e vocabulário entre a língua falada nos países da América Latina e a que é falada na Europa.

Quais são as diferenças entre o espanhol e o castelhano? Uma palavra da linguista Neide Maia González

De acordo com a linguista Neide Maia González, da Universidade de São Paulo, o vocabulário e as regras gramaticais são as mesmas entre o castelhano e o espanhol latino falado tanto na América do Sul quanto em toda a América Latina.

Para ela, a única diferença reside no fato de que os termos “espanhol” e “castelhano” surgiram em períodos distintos.

Como dissemos, “castelhano” faz referência ao reino de Castela, na Idade Média.

Por outro lado, “espanhol” se refere tanto à língua oficial falada na Espanha quanto ao “espanhol latino”, que foi uma das línguas usadas para colonizar países americanos.

Começando pelo básico: o que aprender para se comunicar em Buenos Aires e outras cidades argentinas?

buenos aires em setembro
Fonte: Sarah Turbott (Flickr)

Agora que você entende melhor o que é o espanhol, língua falada na Argentina, é importante saber o que você deve aprender antes de viajar.

Em primeiro lugar, é interessante aprender as palavras que compõem o vocabulário básico dos argentinos, como é o caso das saudações, palavras de agradecimento e outros termos usados em uma comunicação cortês do cotidiano.

Por exemplo, você deve saber como pedir uma informação aos argentinos, além de agradecer gentilezas, pedir comida e fazer compras.

Como a língua falada na Argentina é relativamente semelhante ao português, aprender algumas expressões e incorporá-las à sua comunicação já ajuda bastante.

Não é necessário estudar espanhol a ponto de ser proficiente na língua. Só de se esforçar para saber o básico, você já conseguirá enriquecer bastante a sua estadia na Argentina!

Instituições reconhecidas pela qualidade do ensino de espanhol no Brasil

Aproveitando a nossa conversa sobre a importância de aprender o espanhol para melhorar a sua experiência viajando para o país dos hermanos, separamos 2 indicações de instituições reconhecidas pela qualidade dos cursos desse idioma. Confira!

1. Instituto Cervantes

O Instituto Cervantes tem uma excelente reputação no que diz respeito ao ensino de espanhol.

É missão do instituto ensinar a língua, mas, além disso, promover a difusão da cultura da Espanha e da América Hispânica, da qual a Argentina faz parte.

Assim sendo, matricular-se em um curso já é uma maneira de viajar para a Argentina antes mesmo de entrar no avião.

2. Berlitz

A Berlitz não oferece apenas um curso, com foco no idioma espanhol. Mais que isso, a instituição tem uma metodologia especializada no ensino de vários idiomas, sendo que o espanhol é um deles.

Se você vai à Argentina e precisa de um conhecimento mais robusto na língua, é bacana aprender com uma escola que foca na eficácia e na rapidez do seu aprendizado.

Por exemplo, viagens profissionais requerem um espanhol mais avançado do que aquele que seria utilizado em um passeio sem compromisso.

Conclusão

Neste artigo, conversamos sobre a importância de saber se comunicar com os argentinos pelo menos com o básico do espanhol.

Saber o idioma ajudará a enriquecer a experiência da sua viagem, mesmo que seu objetivo seja apenas turístico.

Saber falar a língua oficial da Argentina é útil para pedir informações, ajuda e também para conversar com os locais.

Por outro lado, se a sua motivação para viajar à Argentina é profissional, nada melhor que exibir uma comunicação fluente, livre de erros.

Para isso, é mais importante ainda aprender o espanhol dentro de uma metodologia sistemática.

A turismo ou a trabalho, aprender uma língua é sempre bom. Fechamos a discussão com essa reflexão simples e recomendamos que você leia nossos outros conteúdos sobre a Argentina e Buenos Aires.

Vamos te ajudar a planejar uma ótima viagem!

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Buenos Aires