As 7 Melhores Flutuações em Bonito

A cidade de Bonito (MS) é considerada a capital brasileira do ecoturismo. Afinal, há inúmeras possibilidades de passeios por lá, todos eles trazendo a integração com a natureza como plano de fundo. E entre os atrativos mais buscados estão as flutuações em Bonito. Então, quer saber quais são as melhores flutuações em bonito?

Há muitas opções para se fazer a atividade pela região, e o mais legal de tudo é que esse programa é indicado para todas as idades. Mesmo crianças pequenas – devidamente acompanhadas – podem participar. E as águas calmas e cristalinas são tão agradáveis que até quem tem medo de água vai conseguir aproveitar sem maiores sobressaltos.

Por isso, hoje vamos apresentar as principais flutuações em Bonito. Você poderá optar por lagoas sem absolutamente nenhuma correnteza, até outras em leitos de rios. Em comum a todos, você irá se encantar com a beleza da flora e da fauna, que inclui peixinhos minúsculos até outros de grande porte.

Portanto, pode ter certeza: aproveitar para fazer flutuação em Bonito está entre as melhores alternativas de passeio para a família.

O que é flutuação?

Mas, antes de mais nada: você sabe o que é flutuação?

É uma atividade em que você fica deitado sobre as águas, com a barriga voltada para baixo, a fim de vislumbrar toda a beleza dos rios e lagoas. Assim, vale ressaltar que não é preciso saber nadar para aproveitar.

Isso acontece porque praticamente todas as flutuações em Bonito são feitas com uso de roupa de neoprene, coletes salva-vidas, máscara, snorkel e calçados adequados, por exemplo.

Dessa forma, todo o equipamento é fornecido pelos responsáveis e o roteiro é feito na companhia de guias super preparados. Em suma, a flutuação em Bonito transcorre em total segurança.

Posts Relacionados

Quais são as 7 melhores flutuações em Bonito?

Como dissemos, a capital brasileira do ecoturismo oferece inúmeras opções desse passeio. Entre as mais famosas estão a do Rio da Prata, a flutuação no Rio Sucuri, a do Aquário Natural e a da Nascente Azul.

É difícil apontar qual a melhor flutuação em Bonito, e isso não é mero clichê.

Porém, acontece que tudo depende do tipo de experiência que você espera ter. Se você for do tipo que busca algo mais calmo, opte por alguma flutuação em nascente de rio. Se prefere um pouco mais de movimento, opte por alguma das flutuações que são feitas no leito.

Em muitos casos os dois vêm em conjunto, às vezes possibilitando a escolha de um ou de outro – e isso é ideal para famílias com pessoas de idades muito diferentes, como adultos e crianças.

Ah, e se você já fez flutuação em Bonito e considera que alguma essencial ficou de fora da nossa lista, deixe sua indicação na nossa caixa de comentários! Isso é sempre bem-vindo!

1. Flutuação no Rio da Prata

Flutuação no Rio da Prata
Fonte: Marcio Nel Cimatti (Flickr)

O Rio da Prata oferece uma das flutuações mais famosas da região. Ela possui o passeio mais longo, com duração de três horas. Além do Rio da Prata, a atividade completa inclui um trecho pelo rio Olho d’Água.

O principal destaque da flutuação no Rio da Prata é a grande quantidade de peixes que você conseguirá observar. Há dos mais diversos tipos e tamanhos, como cascudos, curimbatás, dourados, pintados, pacus, piaus e piraputangas.

A flutuação é indicada para adultos e crianças, desde que a partir dos seis anos. Há também roteiro diferenciado para idosos e crianças pequenas. Mas, apesar disso, talvez não seja a melhor opção para quem tem medo de água, uma vez que o percurso não conta com barco de apoio. Isso acontece porque alguns trechos ocorrem em leito com águas rasas.

Por ser um passeio mais longo, o ideal é reservar o dia em Bonito exclusivamente para ele. Mas é claro que você poderá explorar bem o seu tempo se visitar atrações próximas, como o Buraco das Araras (veja aqui), que fica em região próxima.

Os pacotes oferecidos incluem almoço em sistema de buffet. Você poderá optar também por incluir um passeio a cavalo.

A flutuação no Rio da Prata fica a pouco mais de 45 quilômetros de Bonito.

2. Flutuação na Lagoa Misteriosa

Flutuação na Lagoa Misteriosa
Fonte: Lucas Marinho (Flickr)

Na mesma propriedade do Rio da Prata você pode fazer a flutuação na Lagoa Misteriosa.

Isso, porém, só é possível se você estiver fazendo flutuações em Bonito entre os meses de abril a setembro. O motivo é que, nos meses mais quentes do ano, a coloração e visibilidade da água da Lagoa Misteriosa sofrem alteração, o que atrapalha a experiência.

No período em que ela fica aberta à visitação, contudo, o espetáculo é indescritível.

A água é tão cristalina que, ao fazer a flutuação, você consegue avistar os dois abismos azuis que ficam oito metros abaixo.

Ela recebeu esse nome porque ninguém sabe até hoje qual é a sua profundidade. O maior registro feito aponta para 220 metros!

Assim, a lagoa tem suas laterais formadas por grandes paredões verticais, e sua nascente em lençóis subterrâneos.  Ela é apontada como uma das mais profundas cavernas inundadas do Brasil.

Tudo isso faz com que não haja nenhuma formação de correnteza. Ao entrar na Lagoa Misteriosa, você irá flutuar com a sensação de estar vivenciando o sentido mais amplo da palavra.

A duração da flutuação por lá é de cerca de duas horas. Ela é permitida para crianças a partir de seis anos.

Além da flutuação, se você for à Lagoa Misteriosa também poderá optar por um “mergulho batismo”, daqueles em que o snorkel é substituído pelo cilindro.

O mergulho batismo é destinado a quem nunca praticou, e por não ser muito profundo não exige apresentação de credencial.

3. Flutuação no Aquário Natural – Rio Baía Bonita

Aquário Natural
Fonte: Fernando Quevedo (Flickr)

Feita no Rio Baía Bonita, a flutuação no Aquário Natural é a mais próxima de Bonito, ficando a sete quilômetros da cidade. A nascente é o seu maior destaque, com flora aquática diversificada e belos cardumes de piraputangas. A visibilidade da água é muito boa.

Trata-se de uma das mais calmas a se fazer, e por isso é indicada para todas as idades. Além disso, quem tem receio de água e quer encarar uma flutuação, o Aquário Natural é talvez a melhor escolha.

Antes de realizar a flutuação, você poderá fazer um treinamento numa piscina para ganhar alguma desenvoltura e aproveitar ao máximo o ponto alto da experiência.

O passeio tem duração média de duas horas e conta com barco de apoio.

Além da flutuação, há outros atrativos. Entre as atividades oferecidas para quem quer passar o dia no Aquário Natural estão descidas de tirolesa e observação de animais. No local há restaurante que oferece pratos a la carte.

4. Flutuação no Rio Sucuri

Flutuação no Rio Sucuri
Fonte: mrkraposo (Flickr)

Que tal fazer flutuação pelo leito de um dos rios mais cristalinos do mundo? Pois é justamente esse o diferencial do passeio pelo Rio Sucuri, considerado o de águas mais transparentes do Brasil, e um dos mais cristalinos do planeta.

O rio tem outra característica bem peculiar: seu fundo com trechos de branco. O fenômeno acontece devido às conchas cobertas de calcário que repousam ao fundo.

Com o entorno composto por mata mais aberta – e linda! – em relação a outros rios da região, o Rio Sucuri recebe maior incidência de raios de sol, e com isso a flutuação ganha outro destaque para além da transparência da água: os tons multicoloridos que se projetam pelos raios solares.

Ah, também é importante deixar claro: apesar do nome do rio, não precisa ficar preocupado. O rio tem esse nome não por eventualmente ser frequentado pelas cobras, mas sim pelo seu formato, parecido ao de uma sucuri.

O Rio Sucuri fica a cerca de 20 quilômetros de Bonito. A flora aquática dele é bastante rica, e o você irá se encantar com a variedade de peixes que irá observar ao longo do passeio.

Antes de entrar na água, a equipe que cuida do atrativo oferece um rápido treinamento, e isso quando você já está equipado com as roupas e demais apetrechos.

O percurso é um dos mais longos. Todo ele é feito em cerca de duas horas e meia, sempre acompanhado de um barco de apoio.

Diferentemente de outras opções de flutuação, a do Rio Sucuri não inclui outras atividades.

Por isso, em geral quem opta por ele também aproveita para curtir outros atrativos da região, como o Balneário Praia da Figueira ou uma visita às Grutas de São Miguel.

Vale a pena curtir a nascente do Rio Sucuri. Detalhe: não é permitido o uso de repelente e protetor solar durante a flutuação.

5. Flutuação na Nascente Azul

Flutuação na Nascente Azull
Fonte: Renata Mussano (Flickr)

Entre as flutuações em Bonito, esta é a única opção em que você poderá fazer apneia – ou seja, entrar na água sem estar usando snorkel ou qualquer equipamento de mergulho.

A flutuação na Nascente Azul receber esse nome por ser feita na nascente do Rio Bonito.

Portanto, o lugar é lindo, com tons em azul turquesa. Além disso, há muitos peixes, de porte médio a grande.

Entre todas as flutuações em Bonito, essa é a mais curta delas. O passeio dura uma hora. Não há barco de apoio, mas nem há a necessidade. O lugar é tão tranquilo que crianças a partir de três anos podem aproveitar.

Uma das vantagens de se fazer flutuação na Nascente Azul é que ela fica em um balneário com toda a infraestrutura.

Assim, além desse passeio, você poderá aproveitar o dia todo por lá.

Isso inclui passeio de tirolesa – a maior do Mato Grosso do Sul -, mergulho com cilindro, passeio por pontes suspensas, piscina ecológica, dentre outros.

Se quiser atividades mais calmas e diferentes, você pode contemplar a capela ecumênica dedicada à Mãe Natureza, e  a cascata massagem. Já imaginou finalizar um dia promissor como esse com uma massagem revigorante promovida pela queda d’água?

O Balneário Nascente Azul fica a 32 quilômetros do centro de Bonito.

6. Flutuação na Barra do Sucuri

Flutuação na Barra do Sucuri
Fonte: Rafaela =] (Flickr)

A flutuação na Barra do Sucuri acontece no encontro entre dois rios: o Rio Formoso e o Rio Sucuri. Lembrando que o Sucuri é apontado como um dos mais cristalinos do mundo.

Após passar por uma trilha de 150 metros, você chegará a um deque onde entrará num barco a remo – o trajeto será de pouco mais de 1,3 quilômetro. Durante o percurso, você verá lindas espécies da fauna e da vegetação. Ao chegar à Barra do Sucuri, começa efetivamente a flutuação.

Uma das coisas mais interessantes da flutuação na Barra do Sucuri é que o encontro dos rios possibilita às pessoas verem a diferença dos tons de água.

Para voltar, você terá duas opções: entrar no barco ou voltar flutuando.

O local fica a pouco mais de 16 quilômetros de Bonito.

7. Flutuação no Abismo Anhumas

Flutuação no Abismo Anhumas
Fonte: tyamada (Flickr)

Nós já contamos aqui no blog o quão maravilhoso é o passeio ao Abismo Anhumas. Ele é o mais caro que você encontrará por lá, mas com certeza vale muito a pena.

Existem diferentes pacotes à venda e, com exceção do mais em conta, todos os demais incluem a possibilidade de flutuação.

Como você já sabe, o Anhumas é uma caverna em que você só entra fazendo rapel. Assim, a descida tem nada menos do que 70 metros de altura, terminando em um lago cuja profundidade é ainda maior – de 78 metros. E a imensidão é proporcional à beleza do lugar.

As águas são tão cristalinas que elas permitem visibilidade de até 60 metros! E isso ajuda você a contemplar toda a beleza do lugar: com o auxílio de lanternas, você conseguirá ver os cones submersos de calcário, que chegam a ter 20 metros.

Em relação às outras flutuações em Bonito, essa exigirá de você uma preparação prévia maior. Um dia antes de descer a caverna, você precisará passar por um treinamento no centro da cidade. Ele é necessário por causa do rapel.

Ah, e mesmo se você não estiver no melhor do seu condicionamento físico, não se preocupe. A descida é feita através de um rapel elétrico, que não exigirá esforço.

Sobre a flutuação, todos os passeios pelo Anhumas que oferecem flutuação incluem um percurso feito a bordo de um bote inflável, que antecede a flutuação.

Para entrar na água, você veste uma roupa de neoprene. Aí, equipado com o snorkel, a magia só aumenta: você irá vislumbrar a chamada “cidade dos cones submersos”, que fica no fundo do lago.

Perguntas e respostas

Onde fazer flutuação em Bonito?

Lugares para se fazer flutuação em Bonito é o que não falta. Na verdade, praticamente todos eles ficam a alguns quilômetros da cidade, mas a referência sempre é o município considerado a capital brasileira do ecoturismo.

Entre as flutuações em Bonito mais conhecidas estão a do Rio da Prata, a do Rio Sucuri, a do Aquário Natural e a da Nascente Azul.

É difícil apontar qual a melhor, porque isso depende muito da experiência que se quer ter. Algumas são super sossegadas, enquanto outras exigem um pouquinho de esforço. De qualquer forma, qualquer uma das escolhas será bem feita.

Como é a flutuação em Bonito?

A flutuação em Bonito é feita sempre na companhia de guias e em total segurança. Você receberá roupa de neoprene, máscara, colete salva-vidas e treinamento prévio - ou, pelo menos, dicas básicas para aproveitar ao máximo o passeio.

A atividade acontece em leito de rio ou em nascentes. Os passeios têm duração variada, que depende da escolha. A flutuação no Rio da Prata, por exemplo, é a mais longa e leva três horas. A da Nascente Azul, por sua vez, é a mais curta. Ela pode ser feita em apenas uma hora.