O que Fazer em Rio do Fogo: Saiba Tudo Aqui (Prós e Contras)

A cidade de Rio do Fogo, que fica localizada na região do litoral norte do estado do Rio Grande do Norte, desperta bastante interesse dos turistas. Mas, afinal, o que fazer em Rio do Fogo?

Anúncios

Claro que a pequena cidade ainda é muito desconhecida para diversas pessoas, mas sua fama cresceu bastante nos últimos anos.

Anúncios

E, o grande motivo por trás desse sucesso são justamente todas as belezas naturais da cidade de pouco mais de dez mil habitantes.

Trata-se de uma vila de pescadores, há 72 km da capital (Natal), com praias, lagoas e piscinas naturais.

Por isso, nesse artigo vamos mostrar tudo sobre Rio do Fogo (RN), com os melhores passeios, vantagens e desvantagens.




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Visita à São Miguel do Gostoso
  • Várias praias maravilhosas para relaxar e curtir
  • Surk, Windsurf, Kitesurf e passeio de Buggy para quem procura atrações únicas
Ver Passeio →
Parrachos de Maracajaú
  • Considerado como o "Caribe brasileiro", por sua beleza
  • Pratique mergulho e diversos outros esportes aquáticos
Ver Passeio →
Praia de Pipa
  • Suas incríveis praias fazem de Pipa um dos principais pontos turísticos do Brasil
  • Sinta-se em um estúdio cinematográfico ao visitar o centro de Pipa
Ver Passeio →
Passeio de Buggy em Genipabu
  • Dirija seu buggy pelas principais dunas de Natal
  • Encontra no passeio águas quentes, lagoas tranquilas de água doce e brias suaves
Ver Passeio →
City Tour por Natal
  • Ideal para quem deseja conhecer a cidade com mais calma
  • O City Tour busca, e lhe leva de volta, até sua hospedagem
Ver Passeio →
Passeio à Barra do Cunhaú
  • Praias, piscinas naturais e passeios de barcos para quem ama ficar na água
  • Para quem gosta de esportes radicais, Windsurf e Kitesurf são as opções certas
Ver Passeio →



Localização

Rio do Fogo
Fonte: Márcia Procopio Rocuet (Flickr)

🚗 Onde fica?

Rio do Fogo – Litoral Norte – Rio Grande do Norte – pela BR 101 – a 72 Km de Natal.

📍 Lugares próximos

  • Praia de Perobas (4 km);
  • Touros (25 km);
  • São Miguel do Gostoso (41 km).

Principais pontos de Rio do Fogo

Para quem procura saber o que fazer em Rio do Fogo, felizmente, as opções são bem diversas, mas todas dentro do ambiente natural. Aliás, a grande variedade de destinos é justamente o ponto mais positivo dessa região.

Isso dado que é possível curtir muitas praias, nadar em uma lagoa, observar as dunas do ponto de encontro do rio com o mar, piscinas naturais, etc.

Assim, não se trata apenas de uma atrativo único, mas sim de uma rota completa, sendo possível percorrê-la com os amigos ou com um guia de turismo.

Desse modo, esse município no litoral do Brasil acaba cada vez mais chamando a atenção dos visitantes.

Praia do Zumbi

Praia do Zumbi
Fonte: Sergio Falcetti (Flickr)

Essa praia está localizada em uma região mais afastada do centro da cidade, mas conta com uma boa urbanização e acesso.

É possível seguir pelo asfalto diretamente da Praia do Rio do Fogo, com uma distância de 21 km. Por outro lado, para quem deseja economizar tempo, também há uma estrada de chão, com menos de 9 km.

Geralmente não é tão cheia, a depender do dia, o que garante mais liberdade para passear.

Além do mais, tem uma boa estrutura para os turistas, com quiosques e barracas. Mas é a beleza do local que realmente encanta, como muitos coqueiros e areia bem branca.

Assim, a Praia do Zumbi é um ambiente realmente com muita tranquilidade, e com uma estrutura adequada.

Fora isso, observando a qualidade da água, trata-se de um espaço muito adequado para a prática de esportes como a vela e também a canoagem.

Por isso, quem procura um ponto que proporcione esses esportes, não pode deixar de seguir para a praia de Zumbi.

Foque no que Realmente Importa e Deixe Todo Resto Conosco…

Preparamos um guia completo, atualizado e 100% gratuito para você viajar com tranquilidade e não deixar passar nenhum detalhe. mockup natal
O que você encontrará no nosso Guia Completo de Viagem – NATAL/RN:

✅ A época ideal para realizar sua viagem
✅ Os melhores meios de locomoção
✅ Os principais eventos
✅ Passeios imperdíveis
✅ Atrações indispensáveis
✅ Seleção especial com os principais restaurante

Nós já fizemos todo trabalho por você…

Faça o download gratuito do material e planeje a sua viagem com muito mais facilidade e segurança

E o pôr do sol também não deixa de ser um atrativo à parte dessa praia, que oferece um belíssimo fim de tarde.

Parrachos de Perobas

Praia de Perobas
Fonte: ALLAN TRIGUEIRO SOARES (Flickr)

Os Parrachos de Perobas não são tão famosos quanto os Parrachos de Maracajaú, mas são tão belos quanto.

Assim, essas piscinas naturais acabam sendo um lugar perfeito para visitas, com menos movimentação e muita beleza.

Na verdade, o local pertence ao município de Touros, mas faz parte do roteiro de quem procura o que fazer em Rio do Fogo.

Para chegar ao lugar, é possível pegar uma lancha da Praia do Rio do Fogo ou então da Praia de Perobas, em Touros.

As piscinas ficam a cerca de 5 km de distância da Orla, e os passeios duram cerca de 2 horas, apenas na maré baixa.

O mergulho através desse passeio faz com que a cidade ganhe cada vez mais popularidade. E um dos pontos mais chamativos é justamente a claridade da água do mar.

Praia de Pititinga

Praia de Pitinga
Fonte: Samila Carvalho (Flickr)

Para quem busca mais tranquilidade, a 17 km de distância do Rio do Fogo, utilizando uma estrada de chão, está a Praia de Pititinga.

Também é possível fazer uma viagem até a região por meio da BR 101, aumentando o percurso para 25 km.

Essa é uma das praias mais belas do lugar, e oferece um ambiente realmente pacato e tranquilizante.

Sua localização é em uma vila de pescadores, bem pequena e com poucos habitantes. Assim, o ponto positivo para essa praia é justamente o fato de que ela ainda não pertence a uma rota turística tão movimentada.

Por isso, quem a visita, encontra um espaço sem muita movimentação ou concorrência pela beira-mar.

Além do mais, embora haja pouca movimentação, há uma estrutura considerável, com barraquinhas e restaurantes presentes por lá.

Vale lembrar que, além da praia do Zumbi, Pititinga também é um espaço muito adequado para esportes como a vela e a canoagem. Assim, as duas praias são ótimos pontos de visita para quem tem esse objetivo mais esportivo.

Barra de Punaú

Barra de Punaú
Fonte: Rosanetur (Flickr)

Além das praias e dos parrachos, há também a opção da Barra de Punaú. Esse é um ambiente com muitas dunas, lagoa, piscinas naturais, praia.

O ponto positivo para esse local é justamente o fato de se tratar do ponto de encontro do rio Punaú com o mar. Assim, é possível aproveitar tanto passeios relacionados a água doce, quanto um mergulho na água salgada do mar.

Poucos ambientes proporcionam tantas opções de passeio quanto a Barra de Punaú.

Fora isso, o acesso ocorre tanto por meio da BR 101, quanto por estradas de terra, dando mais liberdade para chegar até lá.

O pôr do sol da barra de Punaú, devido a todas as junções de ambientes, também é uma atração à parte.

Lagoa da Cotia

Lagoa da Cotia
Fonte: nascimento1050 (Flickr)

A lagoa da Cotia é uma atração muito requisitada, tendo águas mais quentes e agradáveis. Além do mais, a própria claridade é algo que chama a atenção de quem visita o ambiente.

Fora isso, a estrutura do lugar é boa, com bares, restaurantes e barracas, redes nas lagoas e muito mais. Assim, é mais um ponto a se destacar do Rio do Fogo – RN, fora as praias, os lugares que mais atraem os visitantes.

Com isso, da mesma forma como ocorre com o passeio pelo rio Punaú, essa é uma rota belíssima.

Morro do Urubu

Para quem busca dicas mais diferentes ainda, fora as próprias lagoas, encontra no Morro do Urubu um ambiente natural perfeito.

Trata-se de uma área de Mata Atlântica, e que oferece um destino que se diferencia dos demais. Afinal, é um espaço mais rústico, para aproveitar a natureza, passear, curtir o pôr do sol e relaxar.

Praia do Rio do Fogo

Praia do Rio de Fogo
Fonte: Sergio Falcetti (Flickr)

Esse ponto de visita está localizado na região mais central do município, que é a Praia do Rio do Fogo (mesmo nome da vila).

Ele está mais para o final da lista por não ser a mais adequada para os visitantes se banharem. Isso porque a proximidade com a cidade a faz um ponto muito movimentado de embarcações.

Afinal, essa é uma cidade de pescadores, que levam um estilo de vida simples, honesto e bem natural.

Além do mais, as próprias estruturas presentes nessa praia não são muito preparadas para os turistas. Há apenas alguns barzinhos pequenos.

Mas, de todo modo, a beleza do lugar é impressionante, sendo um local perfeito para observar a paisagem.

Fora isso, é nessa praia onde pode-se conhecer os parrachos, que são piscinas naturais belíssimas, tidas como uma das mais belas de todo o estado.

Os Parrachos de Perobas, como são conhecidos, fazem parte do roteiro turístico de muitos visitantes.

Praia de Perobas

Praia de Perobas
Fonte: fran ram (Flickr)

Assim como os próprios parrachos de Perobas, a Praia de Perobas também não pertence ao município do Rio do Fogo. No entanto, de certo modo, pertence ao roteiro turístico da cidade, dado que é realmente muito próximo.

Para se ter uma ideia, são apenas 4 km de distância entre a Praia do Rio do Fogo e a de Perobas. Nesse caso, trata-se de um espaço pertencente ao município de Touros, e conta com uma boa qualidade de estrutura.

Por lá, é possível encontrar barraquinhas, uma areia bem branca e também muitos coqueiros, que são um atrativo à parte.

As barracas e restaurantes da praia são bem estruturados, com comidas e bebidas deliciosas. Assim, dá para passar o dia inteiro aproveitando a praia, ou então passar também pelas outras áreas da região.

Vale lembrar ainda que os parrachos, como mencionado, pertencem ao município de Touro. Então, dá muito bem para ir visitar os parrachos e a praia através do mesmo passeio, ou de alguma variação.

Por isso, é realmente uma oportunidade que mistura dois destinos agradáveis, facilitando o deslocamento.

Quais são os prós e contras do local?

Rio do Fogo
Fonte: Vívian Camilo (Flickr)

Agora que já foi possível conhecer diversos pontos de atração para o Rio do Fogo, resta observar melhor sobre as vantagens e desvantagens de conhecer o município.

Pontos positivos

Muitos lugares para conhecer

O primeiro ponto positivo para se destacar de Rio do Fogo é justamente a grande quantidade de locais para visitação. Afinal, são muitas praias espalhadas pela região, como a praia do Zumbi, a praia de Pititinga, e a própria Rio do Fogo.

Assim, cada uma delas possui características diferentes, sendo capazes de agradar diversos tipos de turista.

Então, quem viaja até o Rio do Fogo, encontra realmente muita diversidade e opções para conhecer. Além do mais, os parrachos também são um atrativo à parte, que tornam o ambiente ainda mais interessante.

Acesso facilitado

Embora sejam muitas praias, muitas delas contam com um acesso facilitado, dando possibilidades para a viagem.

Nesse sentido, Pititinga e Zumbi, por exemplo, além da estrada de chão, também oferecem a alternativa de seguir pela estrada pela via asfáltica.

Assim, além de viajar de carro ou ônibus, também dá para seguir por meio de buggy e quadriciclo. Desse modo, tudo fica ainda mais emocionante, proporcionando ao viajante um conteúdo de turismo mais atrativo.

Essa é uma questão importante, dado que as facilidades para acessar os locais proporcionam um passeio mais tranquilo e seguro.

Rota turística ainda em ascensão

É verdade que cada vez mais a vila de pescadores e as belezas de Rio do Fogo (RN) estão ganhando fama. No entanto, dentro do estado, ainda é uma rota turística em crescimento, que não conta com tanta movimentação.

Pontos como as áreas de dunas, por exemplo, ainda chamam mais atenção, e contam com mais turistas. Desse modo, quem viaja para essa rota, encontra uma beleza sem igual, mas sem tanta visitação quanto em outras opções.

Esse é o caso, por exemplo, dos parrachos de Perobas, que recebem menos movimentação que os parrachos Maracajaú.

Mesmo assim, quem viaja para a opção do Rio do Fogo encontra um ambiente belíssimo, sendo um passeio de turismo muito atrativo. O ponto positivo, nesse caso, fica a cargo de poder desfrutar de uma rota com paisagens e cenários magníficos, mas sem uma movimentação tão grande.

Pontos negativos

De modo geral, o município do Rio do Fogo é realmente um ambiente que oferece um roteiro de viagem atraente. Afinal, são muitas praias e parrachos, além de ser um espaço bem próximo a Natal (RN).

O ponto negativo, porém, fica a cargo de algumas praias não oferecerem um espaço tão adequado para os banhistas. Esse é o caso da própria praia do Rio do Fogo, que é basicamente o ponto de partida para outros lugares.

Outra questão importante é que nem todas as praias contam com uma estrutura adequada para a visitação. Fora isso, são realmente muitos atrativos, belas paisagens e muitos cenários para conhecer.

Vale ou não a pena conhecer o local?

Rio do Fogo
Fonte: EGBERTO ARAÚJO (Flickr)

Ao se observar bem, é possível perceber que não falta o que fazer em Rio do Fogo. Afinal, são muitos pontos de visitação.

Além da vida marinha e dos atrativos da viagem, a qualidade da água do mar, o sol, os ventos – todos são pontos positivos para a rota de turismo.

Fora isso, a própria questão de ainda ser uma rota em ascensão faz com que os locais não sejam tão cheios de pessoas quanto em outras opções.

Então, faça hoje mesmo suas malas e boa viagem!

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Natal