O que Fazer em Santo Antônio do Pinhal, em Campos do Jordão?

Preparamos um guia completo sobre a região para você deixar a sua viagem ainda mais completa. O download estará disponível no final. Boa leitura.

Anúncios

Quando pensam sobre o que fazer em Santo Antônio do Pinhal, muitos turistas chegam à conclusão de que a maioria das atrações e passeios turísticos contam com a inigualável beleza natural presente na Serra da Mantiqueira.

Anúncios

Enquanto a cadeia montanhosa emoldura a paisagem, cumpre ressaltar que Santo Antônio do Pinhal integra a Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra Mantiqueira.

Desse modo, ainda que você não deseje se aventurar por algum passeio ou trilha, o clima das montanhas representa uma marca registrada desse destino.

Esteja você vindo de São Paulo, do Rio de Janeiro, da Bahia ou de qualquer outro canto do país, saber o que fazer em Santo Antônio do Pinhal é um excelente ponto de partida para tornar sua viagem mais prazerosa.

Então, vamos lá?



Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Mirante Vista Chinesa
  • Conta com uma vista deslumbrante, indicada pra quem gosta de tirar boas fotos
  • Seus 1.600 metros de altitude garantem uma perspectiva de tirar o fôlego
Ver Passeio →
Cervejaria Baden Baden
  • Confira a fabricação da primeira cerveja gastronômica do Brasil
  • Aproveite para degustar as cervejas Baden Baden
Ver Passeio →
Parque Amantikir
  • Conta com mais de 700 espécies de plantas em vários jardins temáticos
  • Além de jardins em estilos japonês e inglês, conta também com dois grandes labirintos
Ver Passeio →
Pico do Imbiri
  • Proporciona uma excelente vista da Serra da Mantiqueira
  • Fornece uma vista privilegiada da Serra da Mantiqueira e também da Pedra do Baú
Ver Passeio →
Tarundu
  • Tirolesa, boia-cross, mini buggy, patinação no gelo e várias outras atrações
  • 500.000 m² para abrigar mais de 30 atividades de lazer
Ver Passeio →
Santo Antônio do Pinhal
  • Jardim lindos, perfeitos para várias fotos
  • Várias trilhas e cachoeiras para quem quer se conectar com a natureza
Ver Passeio →


O que fazer em Santo Antônio do Pinhal? As principais atrações para curtir a cidade!

Santo Antonio do Pinhal
Fonte: Guia do Vale Mais (Flickr)

Antes que nos concentremos nos pontos turísticos principais, convém mencionar que as atividades de passeio se dividem em quatro roteiros distintos.

Por exemplo, cada um deles apresenta um perfil específico, incluindo atrações capazes de agradar todos os tipos de visitantes.

Confira:

  • Roteiro marrom: trajeto mais curto, incluindo somente 4 atrações. Do contrário, é nele que está incluso o popular Pico Agudo, um dos destinos mais procurados e famosos de Santo Antônio do Pinhal;
  • Roteiro vermelho: inclui os passeios nas proximidades do centro, tais como o Boulevard Araucária, a Praça do Artesão, o Jardim dos Pinhais e a Igreja Matriz;
  • Roteiro azul: altamente recomendável para os turistas que desejam saber mais a respeito das produções locais, essa programação colocará você em contato direto com os ingredientes típicos na região. Eventualmente, poderá desfrutar da visita a diferentes lojas que comercializam geleias, doces, trutas, cerâmicas, cervejas e cachaças artesanais;
  • Roteiro verde: engloba atividades que são realizadas pela célebre Estrada do Lageado – a Cachoeira do Lageado, o Recanto das Orquídeas, a Casa da Mata, os ateliês de arte etc.

Nesse sentido, para ganhar tempo ao elaborar o seu planejamento de viagem, determine o que fará quando chegar a Santo Antônio do Pinhal a partir da lista que preparamos para você.

Boa leitura!

Jardim dos Pinhais Ecco Parque

Jardim dos pinhais ecco parque
Fonte: Rosanetur (Flickr)

Primordialmente, os 82 mil m² e 14 hectares de paisagismo fazem do Jardim dos Pinhais Ecco Parque uma parada obrigatória nos roteiros turísticos que passam por Santo Antônio do Pinhal.

De acordo com as características do local, você terá a oportunidade perfeita para tirar centenas de lindas fotos na sua viagem.

Desse modo, o Jardim dos Pinhais Ecco Parque é considerado o primeiro de seu tipo no Brasil.

Logo após, considere que o parque conta com um circuito de mil e duzentos metros distribuídos por 8 jardins: o das bolhas, o italiano, o canadense, o sensitivo, o tropical, o montanhês, o japonês e o desértico.

Ao passo que a duração das visitas seja, em média, quarenta minutos, os turistas passam por paisagens que oferecem vistas deslumbrantes da Serra da Mantiqueira.

Assim como os passeios podem ser feitos de modo autoguiado, o parque ainda oferece guias para quem deseja conhecer mais sobre a vegetação e o local.

Como resultado, o Jardim dos Pinhais Ecco Parque possui espaços para meditação, lago, auditório (que fica ao ar livre), orquidário, passeios de quadriciclo e, ainda, um quiosque que comercializa bebidas e lanches.

Cachoeiras em Santo Antônio do Pinhal

Cachoeira em Santo Antônio dos Pinhais
Fonte: Humberto Lisboa Leite (Flickr)

Desde já, fique ciente de que o ecoturismo representa um dos pontos mais destacados das atividades de Santo Antônio do Pinhal.

Todas as vezes que novos visitantes chegam à cidade, são advertidos a respeito das belas cachoeiras existentes na localidade.

Ainda assim, o clima característico presente na Serra da Mantiqueira está, de fato, em todos os atrativos turísticos em Santo Antônio do Pinhal.

Sempre dotadas de um ambiente tranquilo, as suas cachoeiras são ideais para o banho.

Juntamente às cachoeiras mais próximas do centro, aquelas que ficam mais distantes também são excelentes para passar as tardes em família, em casal ou com amigos.

Por outro lado, é conveniente conhecer o máximo possível a respeito de cada uma delas, a fim de não errar em seu planejamento turístico pelas melhores cachoeiras.

Cachoeira do Lageado

Cachoeira do Lageado
Fonte: Vinícius Montgomery (Flickr)

Essa cachoeira tem uma queda considerável (afinal, são dezoito metros de altura).

Sempre que esse fenômeno ocorre, gera a formação de piscinas naturais rasas e altamente recomendável aos banhos.

Simultaneamente, esta é, precisamente, uma das características marcantes do atrativo, fazendo com que ela seja uma das cachoeiras mais visitadas na cidade.

Anteriormente, o acesso à cachoeira não era tão fácil quanto na atualidade.

Além disso, a Cachoeira do Lageado tende a ficar mais movimentada nos dias mais quentes, sobretudo, nos períodos da tarde.

Dessa forma, a Cachoeira do Lageado conta com piscinas tanto em sua base quanto com as naturais que se formam nas proximidades do topo.

Estas podem ser acessadas mediante uma trilha que se encontra no lado imediatamente oposto em relação à queda.

Pouco antes de se consolidar como uma atração muito procurada em Santo Antônio do Pinhal, os responsáveis pelas visitações da Cachoeira do Lageado a dotaram com uma excelente estrutura turística, incluindo áreas para piqueniques, lanchonete e banheiros.

Cachoeira do Cassununga

Cachoeira do Cassununga
Fonte: Vinícius Montgomery (Flickr)

A Cachoeira do Cassununga apresenta pequenas quedas que formam algumas piscinas e poços propícios ao banho. De antemão, saiba que essa atração é mais tranquila que as outras.

Simultaneamente, os dias mais quentes do ano contam com uma grande circulação de pessoas na Cachoeira do Cassununga.

Sempre que incluir esse destino em seu roteiro, não espere encontrar uma cachoeira privativa e “deserta”.

Do mesmo modo, a Cachoeira do Cassununga possui uma estrutura turística mais modesta.

A princípio, você pode encontrar – nas proximidades do local – um bar. Logo depois, as visitações são gratuitas.

Às vezes, os turistas de primeira viagem encontram certa dificuldade para localizar a Cachoeira do Cassununga, então, anote que ela fica em um bairro homônimo, a cerca de dez quilômetros do centro de Santo Antônio do Pinhal.

O acesso pode ser realizado partindo da Rodovia SP 050.

Cachoeira do Sítio Matão

Ao contrário de outras cachoeiras, a do Sítio Matão está localizada em meio à mata nativa, sendo a mais distante em relação ao centro da cidade.

Como resultado, os visitantes que chegam a Santo Antônio do Pinhal devem atravessar quinze quilômetros antes de chegar ao local.

Similarmente, uma das principais vantagens dessa cachoeira reside no fato de disponibilizar pousada completa, pesqueiro e restaurante no local.

Assim também, as suas 2 quedas de água são amplamente reconhecidas por serem bastante geladas.

Primeiramente, é imprescindível saber como chegar na Cachoeira do Sítio Matão quando você estiver em Santo Antônio do Pinhal.

Por isso, tenha em mente que ela fica no bairro Rio Preto.

Acima de tudo, o acesso é realizado mediante uma trilha que demora cerca de vinte minutos para ser inteiramente percorrida.

Cachoeira Arco-Íris

A cachoeira Arco-Íris é mais indicada para famílias. Nesse sentido, permanece aberta somente para a visitação, ou seja, não é destinada a banhos.

Além disso, a queda d’água é de cerca de quatro metros de altura.

Logo, a propriedade disponibiliza o Restaurante Arco-Íris, que é um dos estabelecimentos mais tradicionais de Santo Antônio do Pinhal.

Semelhantemente, a atração fica a dois quilômetros do centro da cidade, na Rodovia SP 046.

Trilhas em Santo Antônio do Pinhal

Trilhas em Santo Antônio do Pinhal
Fonte: Alexandre Lux (Flickr)

As trilhas, bem como as cachoeiras, também integram os aspectos naturais dos pontos turísticos na cidade e são praticamente um cartão postal do local.

Antecipadamente, os visitantes sabem que conhecerão várias atrações, localidades com vistas incríveis e caminhos históricos.

Por fim, sempre existirão boas oportunidades para conhecer mais a respeito da região e da cidade de Santo Antônio do Pinhal.

Imediatamente, uma das primeiras decisões consiste em selecionar trilhas de nível avançado, médio e/ou fácil.

Atualmente, há opções para todos os gostos. Confira em seguida.

Trilha do Matão

A Trilha do Matão dura, aproximadamente, uma hora.

Por vezes, a metade do caminho passa diretamente no interior da mata, sendo a mais recomendável para quem viaja com crianças.

Agora, com o nível facilitado, essa trilha representa um passeio bastante tranquilo, tendo cerca de dois quilômetros de extensão. À primeira vista, a Trilha do Matão já indica um excelente passeio aos turistas, começando na estrada Santa Cruz – bem no centro de Santo Antônio do Pinhal.

Em outras palavras, a Trilha do Matão é, de fato, uma das mais interessantes dentre todas as atrações turísticas da cidade de Santo Antônio do Pinhal, passando por pontos que chegam, por exemplo, aos mil cento e vinte e quatro metros de altitude.

Trilha do Mirante do Cruzeiro

A Trilha do Mirante do Cruzeiro também é de nível fácil. Antes de tudo, convém saber que ela dura apenas meia hora.

Ao passo que ela é pavimentada em toda sua extensão, contam com um quilômetro de distância.

Ainda mais relevante: a Trilha do Mirante do Cruzeiro se inicia na Igreja Matriz.

Assim, partindo da região central, o mirante é o ponto de chegada dos visitantes.

Conforme avançam pela trilha, os visitantes chegam a um local com mil e cem metros de altitude, dotado de vista panorâmica da paisagem da região e do centro de Santo Antônio do Pinhal.

Trilha do Cambraia

A extensão total da Trilha do Cambraia é de oito quilômetros. Posteriormente, os turistas percorrerão um trajeto classificado como “nível médio”.

Primordialmente, o caminho passa pelas belas paisagens naturais na Serra da Mantiqueira.

Do mesmo modo, você poderá avistar, até mesmo, alguns animais silvestres.

Afinal, de seu ponto mais elevado (cerca de mil cento e cinquenta e um metros), a maravilhosa vista permite deslumbrar o Pico Agudo.

Sob o mesmo ponto de vista, a Trilha do Cambraia pode ser percorrida em 1h 30m, começando pela Estrada do Barreiro – que fica no centro de Santo Antônio do Pinhal – e terminando na célebre Sorveteria Eisland.

Trilha do Tropeiro

Essa trilha apresenta um aspecto mais histórico, consolidando-se como ótima escolha para quem deseja se aprofundar na cultura da região de Santo Antônio do Pinhal.

Igualmente, o antigo caminho (de nível médio) foi utilizado pelos devotos que peregrinavam à cidade de Aparecida.

Portanto, é possível, ao longo desse trajeto, conhecer uma olaria, além de acompanhar a produção (totalmente manual) de tijolos.

Bem como ao partir do Km 160 da Rodovia SP 50, os turistas que saem do bairro dos Moura, percorrerão cerca de oito quilômetros até completarem a Trilha do Tropeiro.

Em síntese, a duração total desse trajeto dura cerca de uma hora. Tanto quanto em outros passeios desse tipo, a Trilha do Tropeiro também termina em uma Pousada – a chamada “Villa Mantiqueira”, que está localizada na estrada denominada “Fazenda Velha”.

Trilha do Zigue Zague

Raramente, essa trilha fica de fora dos roteiros turísticos, à medida que figura entre as mais famosas da região.

Em conclusão, a Trilha do Zigue Zague é, também, a que requer maior condicionamento físico dos visitantes.

Dessa forma, são cerca de dez quilômetros de extensão, com vistas impressionantes das montanhas que integram a Serra da Mantiqueira.

Enfim, a partir dos últimos dois quilômetros já é possível vislumbrar a conhecida Cachoeira do Lageado.

Anteriormente, porém, convém mencionar que, além de durar algo em torno de quatro horas, o seu clima é consideravelmente mais frio – uma vez que a Trilha do Zigue Zague está a impressionantes mil seiscentos e cinquenta e nove metros de altitude!

Contudo, o começo da Trilha do Zigue Zague é na Rodovia SP 13, na altura do Km 44.

Sobretudo, ela é ideal para os visitantes que não perdem a oportunidade de adicionar um toque de aventura em suas viagens.

Estação Ferroviária Eugênio Lefévre

Estação Ferroviária Eugênio Lefévre
Fonte: Kito Vivolo (Flickr)

Essa estação ferroviária fica na divisa com o município de Pindamonhangaba. Ainda assim, a Eugênio Lefévre é um dos locais mais charmosos em Santo Antônio do Pinhal.

Raramente alguém consegue passar por lá sem se sentir atraído a fazer uma verdadeira sessão de fotos.

Em suma, a Estação Ferroviária Eugênio Lefévre foi construída a mil cento e sessenta e dois metros de altitude, no ano de 1916.

Todavia, a Estação Ferroviária Eugênio Lefévre funciona até os dias atuais em seu prédio original.

Atualmente, o local perdeu o antigo status, pois, representava a linha de acesso principal à cidade vizinha de Campos do Jordão.

Sob o mesmo ponto de vista, essa situação se manteve até o final da década de 1940.

Juntamente aos roteiros que partiam de Pindamonhangaba, a Estação Ferroviária Eugênio Lefévre era, de fato, a primeira parada dos trens turísticos.

Apesar disso, você pode encontrar, hoje em dia, na Estação Ferroviária Eugênio Lefévre, diversas lojinhas de artesanato, além de uma cafeteria que se notabilizou pelos excelentes bolinhos de bacalhau e de truta.

Vale lembrar que a estação fica na entrada da cidade, na Rodovia SP 046 (distante apenas quatro quilômetros do centro de Santo Antônio do Pinhal).

Fazendas rurais em Santo Antônio do Pinhal

Fazendas em Santo Antônio do Pinhal
Fonte: Alexandre Lux (Flickr)

Ao contrário de outras belezas naturais presentes na cidade, as fazendas rurais, em Santo Antônio do Pinhal, representam uma excelente oportunidade para agregar experiências gastronômicas aos seus passeios.

Pouco depois de chegar em uma delas, os visitantes se sentem envolvidos pelo clima característico à Serra da Mantiqueira.

Por analogia, essas localidades são “marcas registradas” do turismo na cidade.

Antes de mais nada, as estruturas das fazendas são bastante elogiadas, devido aos cantinhos para descansar, às atrações e às atividades propiciadas aos visitantes.

Da mesma forma, elas são recomendadas tanto para visitas rápidas quanto para passar um dia todo.

Por vezes, os turistas se surpreendem com delícias e sabores irresistíveis, típicos da produção artesanal e caseira.

Acima de tudo, as fazendas não podem ficar de fora do seu roteiro turístico em Santo Antônio do Pinhal. Dentre as nossas sugestões, destacam-se:

Fazenda Água da Capoeira

A Fazenda Água da Capoeira é pioneira no turismo sustentável e rural na cidade de Santo Antônio do Pinhal.

Nesse ínterim, o local é indicado para usufruir sem pressa, aproveitando todas as suas atividades, estrutura e um restaurante com a típica “comida da roça”.

Por outro lado, os ambientes da Fazenda Água da Capoeira são muito charmosos, dispondo de decorações feitas com base em objetos históricos e antiguidades.

Logo, você poderá desfrutar de:

  • Um mirante exclusivo;
  • Fazendinha com animais;
  • Empório especializado em produtos artesanais;
  • Lojinha de artesanato;
  • Deck com vista;
  • Trilhas realizadas diretamente na mata nativa.

Pouco depois, o mais indicado é enviar uma mensagem ao WhatsApp dos responsáveis pela atração, pois a Fazenda Água da Capoeira fica distante do centro de Santo Antônio do Pinhal, funcionando apenas entre quinta-feira e segunda-feira.

Enfim, essa comunicação (geralmente, quem atende é o próprio dono, o Senhor Marcelo) garantirá que você confirme a visita e, também, faça uma reserva para não perder o delicioso almoço servido na fazenda Água da Capoeira.

Fazenda do Campo Alto (Azeite Sabiá)

A Fazenda do Campo Alto produz o Azeite Sabiá.

Então, o local disponibiliza aos visitantes um passeio que oferece degustação, conhecimento dos processos de fabricação e, também, percurso pelos campos de oliveiras.

Do mesmo modo, outras experiências bacanas de turismo rural podem ser aproveitadas na Fazenda do Campo Alto.

De antemão, é necessário agendar as visitas (os responsáveis atendem pelo WhatsApp).

Enfim, as visitações podem ser agendadas para os finais de semana, entre as 10h e as 12 h e, depois, entre as 14 h e as 16 h.

Por exemplo, apesar de serem gratuitos, os passeios são efetuados na companhia de guias profissionais, começando pelo pomar.

Apenas para complementar a visita, os turistas aprendem a respeito da plantação de oliveiras e, também, estágios das plantas.

Bem como o conhecimento das plantas, os turistas conhecerão a respeito da história de 3 séculos das espécies que, originalmente, foram trazidas do Uruguai para serem replantadas.

Fazenda Renópolis

A Fazenda Renópolis está situada em uma propriedade familiar. Logo, é um atrativo que tende a agradar, principalmente, as famílias que opta por visitar a cidade de Santo Antônio do Pinhal.

Ocasionalmente, crianças e adultas encontram atividades que atendem aos mais distintos perfis: como a Casinha do Papai Noel, Museu da Natureza, os 2 museus temáticos, a loja de artesanato, as plantações orgânicas, a horta aromática, as trilhas ecológicas etc.

Bem como se tornou uma das atrações mais visitadas pelas crianças que passam pela Fazenda Renópolis, a Casinha do Papai Noel é mobiliada, inteiramente, com peças antigas – pertencentes à família proprietária.

Analogamente, um grande diferencial consiste no fato de que a Fazenda Renópolis se manter aberta para as visitações ao longo de todo o ano.

Antes que se decida por incluí-la em seu roteiro, saiba que o local foi aprovado e homologado, em 2007, pela Polícia Ambiental e pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Sobretudo, essas titulações garantem à Fazenda Renópolis o status oficial de área para a soltura e o tratamento de animais silvestres apreendidos e/ou resgatados pelas autoridades.

Mirante da Santa/Nossa Senhora da Auxiliadora

Mirante em Santo Antônio dos Pinhais
Fonte: Janaina Veneziani (Flickr)

Imediatamente, ao visitar o local, o Mirante da Santa o deixará surpreso, pois está localizado em um dos mais altos pontos da Serra da Mantiqueira.

Agora, há poucos turistas que não se impressionam com os seus mil cento e sessenta e um metros de altitude!

Às vezes, alguns visitantes que não se sentem bem nas alturas deixam de fazer a visitação. Porém, quem se desloca até lá consegue vislumbrar, em sua totalidade, o belíssimo Vale do Paraíba.

Em seguida, a maioria dos turistas tira lindas fotos, aproveitando a paisagem inesquecível.

Contudo, outro destaque do Mirante Nossa Senhora da Auxiliadora pode ser encontrado na imagem de três metros da Santa, um dos cartões postais de Santo Antônio do Pinhal.

Principalmente, o Mirante da Santa é de fácil acesso, uma vez que está a meros cem metros da Estação Ferroviária da cidade (“Eugênio Lefévre).

Enquanto as visitas são gratuitas, o local permanece aberto ao público, todos os dias, entre as 9 h e as 18 h.

Igualmente, para chegar ao Mirante Nossa Senhora da Auxiliadora você deverá realizar uma trilha (fique tranquilo, pois ela é bem pavimentada) ladeando os trilhos pertencentes à Estação Ferroviária Eugênio Lefévre.

É, portanto, outra boa opção sobre o que fazer em Santo Antônio do Pinhal.

Mirante do Cruzeiro

Em primeiro lugar, o Mirante do Cruzeiro é, oficialmente, denominado “Vereador Pedro Paulo”. Assim, a primeira denominação se popularizou pelo fato de existir, na pracinha, uma cruz branca.

Posteriormente, os visitantes passaram a apreciar a vista panorâmica que o Mirante do Cruzeiro propicia do centro da cidade.

Antecipadamente, para chegar ao local, você poderá ir de automóvel ou, se preferir, percorrer uma trilha de um quilômetro (em subida leve), partindo do centro de Santo Antônio do Pinhal.

Assim também, muitos turistas optam por ir em carros. Depois que saem, deparam-se com algumas placas referentes à Via Sacra.

De maneira idêntica, o topo do monte conta com incríveis mil e cem metros de altitude!

Semelhantemente, a cruz branca – que originou o apelido do Mirante do Cruzeiro – está fincada lá em cima.

Finalmente, logo que chegam, os visitantes encontram uma passarela fotogênica, assim como uma pracinha na qual é possível observar os arredores, incluindo toda a área central da cidade e as praças do Artesão e Boulevard Araucária.

Praça Boulevard Araucária

A Praça Boulevard Araucária é charmosa e muito elogiada, tanto por seu ritmo tranquilo quanto por sua limpeza.

Desde já, o local se consolidou como um dos pontos de encontro mais relevantes para os moradores da cidade e para os turistas que chegam a Santo Antônio do Pinhal.

Ou seja, a Praça Boulevard Araucária fica perto de vários restaurantes.

Em conclusão é uma excelente escolha, também, para quem deseja fazer compras – o local conta com galerias repletas de pequenas lojas, além do célebre Armazém Divino, especializado na comercialização de produtos artesanais.

Definitivamente interessante, a Praça Boulevard Araucária sedia diversos eventos de Santo Antônio do Pinhal, como feirinhas de arte e apresentações natalinas.

Do mesmo modo, se você optar por chegar à cidade de ônibus, gostará de saber que o Terminal Rodoviária fica imediatamente atrás dessa praça.

Igreja de São Benedito

Igreja de São Benedito
Fonte: MitsukoShigeeda (TripAdvisor)

Essa igreja fica na área central da cidade. Por último, é um local que, de fato, vale a pena conhecer.

Nesse meio tempo, atente-se para o fato de que ela foi construída no século XX (mais precisamente, no ano de 1948).

Em contrapartida, os profissionais responsáveis por sua edificação decidiram localizá-la junto ao cimo de um morro, a fim de proporcionar, aos fiéis, uma esplendida vista panorâmica ao centro de Santo Antônio do Pinhal.

Portanto, a Igreja de São Benedito fica bem perto da concorrida Praça Boulevard Araucária.

À primeira vista, o maior destaque fica por conta do “relógio de flores”, montado ao lado das escadarias que conferem acesso às portas do templo.

Tanto quanto gera belas fotografias, o local não é facilmente encontrado aberto à visitação pública.

Similarmente, boa parte dos turistas são motivados, justamente, pela mencionada vista e, ainda, por sua impressionante arquitetura externa.

Primeiramente, as missas da Igreja de São Benedito são realizadas, exclusivamente, em datas especiais de Santo Antônio do Pinhal, tais como as que marcam a popular Festa de São Benedito (em abril).

O templo fica na Rua Doutor Lourenço de Sá.

Praça do Artesão

Praça do Artesão
Fonte: MitsukoShigeeda (TripAdvisor)

Ao mesmo tempo que a praça, oficialmente, recebe o nome de “Benedito Marcondes Raposo”, ela é popularmente conhecida como “Praça do Artesão”.

Nesse meio tempo, vale destacar que ela foi edificada para homenagear a colônia nipônica presente em Santo Antônio do Pinhal.

Em contrapartida, a praça é charmosa e pequena, contando com um jardim japonês, tori nipônico e uma ponte asiática. Porém, tais elementos conformam o ambiente perfeito para belos registros fotográficos.

Acima de tudo, a localização da Praça do Artesão é uma de suas maiores vantagens. Desde que foi inaugurada, nas proximidades da Igreja Matriz, passou a ser intensivamente visitada.

Logo após, devido ao fato de estar situada bem em frente à célebre Fonte Santo Antônio, a Praça do Artesão proporciona barraquinhas que comercializam artesanato, principalmente, aos sábados e domingos.

Depois que a visitação às barracas for realizada, os turistas podem se divertir com diversos eventos que ocorre em seu palco (no centro da Praça do Artesão), incluindo festas de réveillon e festivais de música.

Por analogia, o endereço é fácil de achar: Av. Ministro Nelson Hungria, no coração de Santo Antônio do Pinhal.

Fonte de Santo Antônio

De acordo com a disposição geográfica de Santo Antônio do Pinhal, basta atravessar uma rua, nos fundos da referida praça, para encontrar a encantadora Fonte de Santo Antônio.

Apesar disso, existem algumas lendas interessantes a respeito da localidade.

Principalmente, há uma história interessante, segundo a qual, a pessoa solteira que beber de suas águas (desde que seja no dia dedicado a Santo Antônio) rapidamente contrairá matrimônio com o seu grande amor.

De maneira idêntica, outra lenda curiosa indica que as pessoas que beberem da água da Fonte de Santo Antônio certamente se apaixonarão pela cidade.

Segundo esse “poder sobrenatural”, o indivíduo em questão sempre decidirá regressar a Santo Antônio do Pinhal.

Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua

Igreja Matriz de Santo Antônio de Paduá
Fonte: Geanesilva23 (TripAdvisor)

A Igreja Matriz não funciona apenas como ponto turístico. Afinal, ela é um local de grande relevância histórica para a região de Santo Antônio do Pinhal. Acima de tudo, a primeira capela foi edificada em 1836.

Nesse sentido, a Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua se tornou o primeiro santuário católico da cidade, no ano de 1861.

Constantemente presente nos desenvolvimentos históricos da região, ela teve um papel destacada na chamada “Revolução de 1932”.

Ainda mais interessante: a Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua foi um local essencial para a Revolta dos Canos, processo de suma importância para a emancipação política da cidade de Santo Antônio do Pinhal.

Frequentemente, a Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua passa por reformas, visando a conservação tanto de sua parte externa quanto interna.

Conforme testemunhado por milhares de visitantes, o local apresenta alguns dos mais belos vitrais do Brasil.

Ao mesmo tempo, funciona como igreja regular, com missas diárias às 19 h (sábados e quintas-feiras).

Segundo a administração eclesiástica, a Igreja Matriz Santo Antônio de Pádua celebra três missas a cada domingo: às 8 h, às 10 h e, por fim, às 19 h.

Pico Agudo

Quando estiver planejando o que fará em Santo Antonio do Pinhal, certamente terá, no Pico do Agudo, uma atração que não pode ficar de fora da sua lista.

Do contrário, você perderá a oportunidade de usufruir de umas das mais cobiçadas vistas da região.

A princípio, são mil e setecentos metros de altitude, englobando a Pedra do Baú (localizada em São Bento do Sapucaí), 7 municípios vizinhos e a Serra da Mantiqueira.

Ainda mais interessante: é possível visualizar, inclusive, algumas cidades do Sul de Minas Gerais.

Porém, o atrativo funciona como uma espécie de “pista para o voo livre”, recebendo passeios de parapente e asa delta.

Tal qual recebe esses esportes, o local dá espaço, ainda, vários campeonatos esportivos.

Desde que se tornou uma das atrações turísticas mais procuradas na cidade, o Pico Agudo fica sempre movimentado. Por fim, a maior parte do agito ocorre aos feriados e aos fins de semana.

Eventualmente, é cobrada, nessas ocasiões, uma taxa adicional para assegurar o estacionamento.

Todas as vezes que for ao renomado Pico Agudo, efetue uma pesquisa para não realizar as visitas em duas chuvosos, pois, o trajeto até o local fica mais perigoso.

Vista Chinesa

Mirante Vista Chinesa
Fonte: Gilberto Mellace (Flickr)

Constantemente “disputada” pelos turistas, o ponto forte da Vista Chinesa, sem dúvidas, é a sua paisagem.

Antes de mais nada, a atração chama a atenção dos visitantes por ter um mirante que propicia visualizar o estonteante Vale do Paraíba, assim como um lindo pôr de sol.

Pouco depois de chegar em Santo Antônio do Pinhal, se dirigir à cidade de Campos do Jordão, aproveite para conhecer a famosa Vista Chinesa, uma vez que a atração fica no trajeto que conecta ambos os municípios.

Todavia, o local possui um bom estacionamento.

Em primeiro lugar, se estiver com fome durante a sua visita, não se preocupe: há vários trailers que comercializam diferentes tipos de comidas locais.

Em seguida, convém entender bem como chegar ao local. Apenas lembre-se de que o seu mirante está localizado na SP 123 (na rodovia de nome Floriano R. Pinheiro).

Em suma, a atração localiza-se a meros mil metros do acesso de entrada ao município de Campos do Jordão.

Compras

Ocasionalmente, as opções de lazer na cidade também incluem os roteiros de compras.

Pouco antes de definir o seu passeio, convém salientar a existência de inúmeras lojas que comercializam bebidas, empórios especializados em produtos locais, ateliês e, inclusive, pequenas lojas especializadas em artesanato.

Tal qual as demais experiências advindas dos passeios, você poderá levar consigo os produtos escolhidos.

Então, nesses estabelecimentos você terá acesso a itens bastante diferenciados.

Analogamente, encontrará produtos gastronômicos, artísticos e culturais. Assim como efetuamos nas demais atrações, separamos para você algumas das melhores alternativas de compras.

Casa da Mata

Casa da Mata
Fonte: Aline C (TripAdvisor)

A Casa da Mata fica nas proximidades da agradável Cachoeira do Lageado. Nesse ínterim, os turistas podem visitar ambas as atrações. Definitivamente, não há como deixar de se divertir e relaxar na cidade de Santo Antônio do Pinhal.

Frequentemente, a propriedade familiar Casa da Mata produz conservas e cogumelos orgânicos.

Por último, convém ressaltar que sua entrada é bastante discreta. Finalmente, o melhor a fazer (caso esteja de carro) é deixar o veículo na estrada.

Da mesma forma, basta subir uma pequena trilha antes de chegar à Casa da Mata.

Em outras palavras, como a produção não é grande, pode ocorrer de você não encontrar nenhum cogumelo in natura no momento de sua viagem, apenas as conservas.

Em síntese, era permitido, antigamente, visitar as estufas para conhecer, de perto, a produção.

Logo depois do surto do Novo Coronavírus, porém, esse tour foi, ao menos, temporariamente suspenso.

E então, decidiu o que fazer em Santo Antônio do Pinhal?

Como você pôde observar, há muito o que fazer em Santo Antônio do Pinhal. Então, se você ainda tinha dúvidas do que incluir no seu roteiro, agora vai ficar muito mais fácil planejar sua viagem.

Para mais dicas e conteúdos relacionados, acesse o Viagem Club e confira nossos outros posts.

Boa viagem!

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Campos do Jordão