Carregando...

Praia do Porto da Barra, em Salvador: Vale a Pena? Como Aproveitar?

A praia do Porto da Barra está situada no bairro da Barra, zona sul da cidade de Salvador, Bahia, entre os Fortes São Diogo e Santa Maria, bem pertinho do Farol da Barra, pontos turísticos da capital baiana.

Anúncios

Aliás, o bairro da Barra tem fama por causa de seu circuito carnavalesco Barra-Ondina, que atrai milhares de pessoas.

Anúncios

Em 2007, a praia do Porto da Barra foi eleita a terceira melhor praia do mundo pelo jornal britânico The Guardian, ficando atrás somente das praias nas Ilhas Cies, na Galícia, Espanha e do Parque Nacional Tayrona, na Colômbia.

Um dia na praia do Porto da Barra vale a pena? O que fazer, além de se banhar nas águas do mar da Baía de Todos os Santos?

Confira as dicas de hoje para deixar sua viagem especial.




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Praia de Itapuã
  • Lugar que serviu de inspiração para a música de Toquinho, com letra de Vinicius de Morais
  • O Farol da Praia de Itapuã é o mais belo cartão postal de Salvador
Ver Passeio →
Praia do Porto da Barra
  • Porto da Barra já foi eleito pelo The Guardian como a terceira melhor praia do mundo
  • Excelente opção de praia urbana, tranquila até nos fins de semana
Ver Passeio →
Zoológico de Salvador
  • Conta com espécies raras e ameaçadas de extinção
  • Mais de 700 mil metros quadrados, com cerca de 1500 animais
Ver Passeio →
Pituba
  • Município de maior variedade comercial de Salvador
  • São várias as atrações, desde Centro Histórico, praias e o Mercado Modelo
Ver Passeio →
Rio Vermelho
  • Um dos bairros mais movimentados da Bahia
  • Famoso por ser um excelente ponto gastronômico
Ver Passeio →
Praia das Neves
  • Melhor lugar de todos para apreciar o mar e pegar aquele bronzeado
  • Lugar ideal para quem gosta de tirar fotos maravilhosas
Ver Passeio →



Tudo o que você precisa saber sobre a Praia do Porto da Barra

Praia do Porto da Barra
Fonte: Antonio Carlos Bohnke (Flickr)

A praia do Porto da Barra é uma das melhores praias do mundo, daquelas para quem curte águas mornas e tranquilas.

Frequentada pelos moradores da região, a Praia do Porto é de fácil acesso para quem vem de outras partes da cidade.

Aliás, leva esse nome porque, antigamente, no período das grandes expedições, a região era portuária.

Pegar uma praia, especialmente a do Porto da Barra, é uma boa oportunidade de imergir culturalmente na história local, além de vislumbrar um dos visuais mais bonitos de Salvador. Ou seja, um combo completo.

Forte de São Diogo

Forte de São Diogo
Fonte: André Querré (Flickr)

Sua construção abaluartada do século XVII visava impedir, com o apoio do Forte de Santa de Maria, o desembarque de qualquer inimigo.

Edificado no cume do morro de Santo Antônio, o Forte de São Diogo está ao lado da igreja de Santo Antônio da Barra.

Atualmente, foi restaurado e transformado em centro cultural e está sob a guarda do Exército Brasileiro em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo.

Está aberto ao público com programação regular de eventos.

A entrada custa R$ 10 e o tíquete inclui a visitação ao Forte de Santa Maria.

Forte de Santa Maria

Forte de Santa Maria
Fonte: Luiz Antonio Dourado Gonçalves (Flickr)

O Forte de Santa Maria possui o mesmo estilo de construção do Forte de São Diogo e sua edificação iniciou-se também a partir do século XVII.

Apoiava o Forte vizinho no controle de entrada de possíveis inimigos. Em 1915, durante a Primeira Guerra Mundial, estava em ruínas.

Em 1938 a União o adquiriu e o imóvel foi tombado pelo IPHAN. Atualmente, é administrado pela Marinha do Brasil e, desde 2016, abriga em seu interior o Espaço Pierre Verger de Fotografia Baiana.

Farol da Barra

farol da Barra
Fonte: Anderson Rodrigues da Silva (Flickr)

Também conhecido como Farol de Santo Antônio, a edificação de 1839 possui 22 metros de altura, lanterna e galeria em seu topo.

No final do século XVII, acidentes náuticos começaram a ser recorrentes na região e um mastro com lâmpada alimentada por óleo de baleia foi improvisado para ajudar na navegação.

Desde 1937, a iluminação do farol foi substituída por energia elétrica.

Hoje, o Farol da Barra é um dos cartões postais de Salvador, atraindo turistas do Brasil e do mundo o ano todo.

Também administrado pela Marinha, seu interior abriga o Museu Náutico da Bahia e as exposições podem ser visitadas de terça a domingo (nos meses janeiro e julho, todos os dias) das 09 às 18 horas.

Os ingressos vão de R$ 5 a R$ 15.

E a Praia do Porto da Barra? O que fazer? Vale a pena mesmo?

Praia do Porto da Barra
Fonte: Maurício Almeida (Flickr)

É uma excelente opção de praia urbana. É tranquila, inclusive nos dias de semana.

Além disso, a faixa de areia é curta (mais ou menos, uns 600 metros), dando a impressão de ser uma praia particular.

Algumas pequenas embarcações ancoradas dão todo um charme à parte que a praia do Porto da Barra apresenta.

Para quem gosta, é possível praticar stand up paddle ou dar aquele mergulho.

Ademais, algumas barraquinhas de apoio servem para deixar sua experiência melhor e mais confortável.

Se desejar comer, prove o acarajé em miniatura, que é uma porção com seis unidades dos bolinhos servidos com os complementos separadamente. Para quem nunca provou da culinária baiana, o acarajé é uma ótima porta de entrada.

Para encerrar o dia, que tal um super pôr-do-sol no Porto da Barra? Você pode tanto ficar na areia (se a maré não tiver subido, é claro) ou, então, sentado no gramado em frente ao Farol da Barra.

A prática já virou atração recorrente em Salvador (BA) e tanto turistas quanto moradores, têm essa prática.

Há quem goste de realizar uma caminhada ou uma corrida pelo calçadão. Ou, então, pedalar.

Se for à noite, barraquinhas de comidas na extensão da orla dão o clima local e podem ser uma boa pedida para quem estiver por ali.

Afinal, o passeio vale a pena?

Sem dúvida, sim.

Estar em Salvador e turistar pela capital da Bahia é sempre maravilhoso.

Além disso, vale ressaltar que, por se tratar de uma capital turística e também por estar na região de zona sul, bares, restaurantes e hotéis podem ser bem caros.

O transporte público é funcional e existem ônibus que vão de um lado a outro, o que é bom. Mas, se desejar, opte por táxis ou peça carros por aplicativos.

Boa viagem!

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Salvador