Quanto Custa Viajar para Morro de São Paulo? Veja os Principais Gastos

Preparamos um guia completo sobre a região para você deixar a sua viagem ainda mais completa. O download estará disponível no final. Boa leitura.

Anúncios

Você quer descobrir quanto custa viajar para Morro de São Paulo? Então, continue com a gente até o final neste conteúdo!

Anúncios

O Morro de São Paulo é um destino de praia que mexe com muitos brasileiros.

Afinal, quem não gosta de curtir uma região que mescla praias mais sossegadas com outras de badalação, mar calmo e um pôr do sol de tirar o fôlego?

Pois este pedaço de paraíso guarda algumas características bem próprias: por se tratar de uma ilha, chegar e sair de lá tem um custo extra – e as opções de consumo também são restritas.

Assim, surge a dúvida: quanto custa viajar para Morro de São Paulo?

Neste artigo, vamos apresentar os principais gastos e ajudar você a se planejar.

Como mostraremos nos próximos tópicos, é possível se divertir com diferentes perfis de gastos. Basta você escolher o seu!




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Primeira Praia
  • Famosa por ser a "praia dos surfistas", e também pelos esportes radicais
  • Local mais próximo ao centro, perto dos barzinhos e restaurantes
Ver Passeio →
Segunda Praia
  • Águas mais calmas e banhos em piscinas naturais
  • Grande quantidade de bares, restaurantes e pratos variados
Ver Passeio →
Terceira Praia
  • Permite o passeio de caiaque pelas ilhas da região
  • É a maior dentre as praias do Morro de São Paulo
Ver Passeio →
Quarta Praia
  • Água calma, com lindas piscinas naturais
  • Maior faixa de área entre todas as praias do Morro de Sâo Paulo
Ver Passeio →
Quinta Praia
  • Também conhecida como "Praia do Encanto", devido a sua grande beleza
  • Integra uma área da Mata Atlântica com proteção ambiental
Ver Passeio →
Mergulho em Morro de São Paulo
  • Águas cristalinas super receptivas ao mergulho
  • É possível encontrar diversas empresas especializadas em práticas de mergulho
Ver Passeio →



Quanto custa viajar para Morro de São Paulo?

Primeira Praia
Fonte: Desconto ao cubo (Flickr)

Responder a essa pergunta demanda colocar em perspectiva alguns fatores.

Em primeiro lugar, você precisa considerar que os custos que terá se viajar entre o fim do ano e o carnaval serão bem maiores do que aqueles que terá se você viajar em maio, por exemplo.

Afinal, seja com hospedagem, seja com passagens aéreas ou até mesmo com os gastos no próprio Morro, a alta temporada tem preços mais salgados.

Neste artigo, optamos por fazer uma média.

É possível que você encontre preços um pouco acima ou um pouco abaixo, mas tudo dependerá de quando for, das eventuais restrições que surgiram a partir da pandemia e assim por diante.

Dito isso, antes de você planejar a sua viagem a esse paraíso com a nossa ajuda, aqui vão as coisas que você precisa considerar no seu orçamento de viagem.

Passagem aérea

A menos que você more na Bahia ou em algum estado próximo, considere o preço das passagens aéreas.

Afinal, é a maneira mais rápida de se chegar a Salvador, a capital da Bahia e ponto mais fácil de deslocamento.

Há também um aeroporto em Valença, que fica mais próximo ao Morro de São Paulo, mas há limitações de voos para lá. Uma opção parte de Belo Horizonte.

Transporte

Depois que você chegar ao aeroporto de Salvador, o deslocamento para o Morro de São Paulo será feito de barco, lancha ou mesmo num pequeno bimotor.

Há ainda uma opção semi-terrestre, mas não tem jeito: você provavelmente chegará até lá através do terminal marítimo. Portanto, inclua esse translado nas suas contas.

Bares e restaurantes

Alimentação é algo que precisa constar no seu planejamento. Afinal, serão alguns dias curtindo as diferentes praias que formam o Morro de São Paulo.

Isso inclui aqueles petiscos e quitutes à beira-mar, o almoço e a janta, além de drinks e shows nas ótimas opções de bares que a ilha oferece.

Estes são os gastos básicos que você terá no Morro de São Paulo – e vamos destrinchar alguns deles a seguir. Além disso, todo mundo que vai ao local precisa pagar a Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago (TUFA).

A taxa custa R$ 20 e deve ser pagar antes de chegar a ilha de Tinharé.

Curtindo o Morro de São Paulo: passeios gratuitos e pagos

Segunda Praia
Fonte: Wagner Bacciotti Campodonio (Flickr)

Passeios gratuitos

O Morro de São Paulo é bastante procurado por causa de suas belezas naturais, que incluem um pôr do sol inesquecível e praias de mar calmo.

A ilha também conta com um importante patrimônio histórico e boas opções de diversão, seja de dia ou de noite.

Muita coisa você consegue curtir de graça, a começar pelas praias.

Sobre elas, aliás, vale muito a pena considerar o que cada uma oferece, porque isso também terá influência no valor que você precisará desembolsar.

O Morro de São Paulo é composto por seis praias, que são em sua maioria conhecidas pela localização: Primeira Praia (conheça aqui), Segunda Praia (conheça aqui), Terceira Praia (conheça aqui) e Quarta Praia (conheça aqui) são as primeiras.

A Quinta Praia é mais conhecida pelo apelido, a Praia do Encanto.

Há ainda a Praia do Porto de Cima e, perto do Morro, a Praia da Gamboa e também de Garapuá.

Entre os passeios que não custam nada – a não ser o arrependimento se você não aproveitar – estão os mergulhos nas piscinas naturais, que se formam a partir do movimento das marés – e que você logo irá aprender.

Além delas, você pode fazer passeios gratuitos – ou pagando apenas valores simbólicos – pelo Centro Histórico.

Entre os locais que vale a pena conhecer estão o Forte do Morro de São Paulo, a Igreja Nossa Senhora da Luz, a Fonte Grande e o Farol do Morro de São Paulo.

Passeios pagos

Mangue Rider
Fonte: Mangue Rider (TripAdvisor)

Mas é claro que esse famoso destino do litoral baiano também oferece uma série de passeios pagos, e alguns deles você não poderá deixar de fazer.

O mais famoso é o passeio Volta à Ilha. Feito a bordo de uma lancha, ele permite conhecer parte da Ilha de Boipeba e inclui visita às piscinas naturais de Garapuá e Moreré.

Além disso, há uma parada para almoço – que você terá que pagar separadamente – na praia da Cueira e caminhada pelas praias de Tassimirim e de Boca da Barra.

Se puder gastar um pouco mais, no Volta a Ilha vale a pena optar ainda pela degustação de ostras na comunidade de Canasvieiras.

Outra opção de roteiro clássico pelo Morro de São Paulo é a bordo de um jipe 4×4.

Parte do trajeto é por trechos de Mata Atlântica e tem como destino a praia de Garapuá. Lá, você terá o dia livre para curtir o local, menos movimentado que os demais.

E se você for aquele tipo de pessoa que ama natureza, não pode deixar de curtir os mergulhos com cilindro! Há diferentes opções pela ilha.

Passeios mais procurados por quem visita o Morro de São Paulo

  • Volta à ilha: a partir de R$ 250
  • Tour 4×4: a partir de R$ 130
  • Mergulho de batismo: a partir de R$ 210
  • Mergulho embarcado: a partir de R$ 320

Hospedagem: viajantes encontram lugares com preços para todos os bolsos

Hospedagem no Morro de São Paulo
Fonte: gcinini (Flickr)

Não tem jeito: um dos principais gastos nas viagens é com hospedagem, e quando falamos de uma ilha o preço tende a ser bem pesado.

A boa notícia é que o Morro de São Paulo oferece opções para todos os bolsos. Por lá você encontra desde hospedagem em hostels até quartos em hotéis quatro estrelas.

Muitos moradores também oferecem quartos por temporada ou mesmo o aluguel de casas.

A menos que você viaje com várias pessoas, nossa sugestão é optar por pousadas ou hotéis.

Afinal, eles oferecem maior comodidade e você pode curtir sua estada pelo Morro de São Paulo sem maiores preocupações.

Custos de hospedagem por tipo, incluindo 7 noites:

  • Hostel: a partir de R$ 560
  • Pousada: a partir de R$ 900
  • Hotel 3 estrelas: a partir de R$ 1.150
  • Hotel 4 estrelas: a partir de R$ 2.500

Transporte, alimentação e compras

Morro de São Paulo
Fonte: joli sourire. (Flickr)

Talvez você não saiba, mas não há circulação de carros pelo Morro de São Paulo, à exceção de alguns veículos credenciados para passeios específicos. Assim, você irá se deslocar bastante a pé por lá.

Mas, antes que você se assuste, vamos deixar claro: você não precisará carregar as malas de um ponto a outro da ilha.

Isso porque uma das atividades mais disseminadas por lá é o chamado transporte de carrinho de mão, serviço oferecido por pessoas que moram na ilha.

O gasto que você deverá necessariamente colocar no seu planejamento é aquele para entrar e sair da ilha.

O mais comum é o semi-terrestre, que considera trecho de estrada até alguma cidade próxima a partir do aeroporto de Salvador e o translado via lancha ou catamarã.

Se quiser rapidez e não se importar com o preço, a melhor opção é comprar uma viagem de avião bimotor.

Há pistas de pouso para eles próximas a hotéis de melhor padrão do Morro de São Paulo.

Valores de transporte por categoria

  • Avião: a partir de R$ 330
  • Catamarã: a partir de R$ 113
  • Lancha: a partir de R$ 113
  • Semi-terrestre: a partir de R$ 130
  • Carrinho de mão: a partir de R$ 20

Quando o assunto é alimentação, os preços praticados não são tão diferentes de outros lugares. Se não quiser gastar muito, você encontra até mesmo opções de lanches a partir de R$ 10.

Mas não dá para deixar de frequentar os bares e restaurantes.

Entre as dicas que podemos dar, um lugar imperdível é a Toca do Morcego. O bar é o grande point do fim da tarde, pelos drinks, petiscos e, sobretudo, pela vista.

“O melhor pôr do sol do mundo” é a forma como eles vendem seu peixe. Já dá para imaginar a vista, não é mesmo?

Entre os restaurantes, há um pouco de tudo. De culinária com o típico tempero baiano, passando por restaurantes italianos e chegando à gastronomia contemporânea.

É só escolher e ser feliz!

Valores de bares e restaurantes

  • Toca do Morcego: a partir de R$ 40
  • Papoula Culinária Artesanal: a partir de R$ 25
  • Restaurante Mediterrâneo: a partir de R$ 40
  • Cantina Barolo: a partir de R$ 20

Por fim, na hora de decidir quanto dinheiro levar para Morro de São Paulo, inclua no seu planejamento financeiro aquele dinheiro ou o cartão de crédito para a compra de roupas e lembranças.

Há boas opções de loja, em especial as que se dedicam à moda praia ou à venda de souvenirs.

Valores de compras por categoria

  • Farfalla – Moda praia: a partir de R$ 30
  • Eco Store – roupas e acessórios: a partir de R$ 20

Quando ir para o Morro de São Paulo?

Morro de São Paulo a noite
Fonte: Javier Mazzeo (Flickr)

Agora que você já tem uma ideia de custos, talvez esteja se perguntando sobre qual a melhor época do ano para visitar o lugar.

O tempo é bom no Morro de São Paulo durante praticamente todo o ano, com as temperaturas médias variando entre 21 °C e 30 °C.

Os meses que coincidem com a reta final do outono e o início do inverno – maio, junho e julho – são os mais chuvosos.

Dito isso, praticamente qualquer época do ano é ideal para viajar para Morro de São Paulo.

A diferença, como você já deve imaginar, está nos custos: o período que vai do réveillon até o fim do carnaval é o mais caro, uma vez que é altíssima temporada.

Assim, se você quiser uma resposta direta sobre quando viajar ao Morro de São Paulo, nossa dica é: opte pela baixa temporada.

Afinal, o clima estará bom, e os seus gastos serão bem menores.

Mas, afinal: quanto custa viajar para Morro de São Paulo, na Ilha de Tinharé?

Como você viu, uma viagem ao Morro de São Paulo inclui uma série de custos que devem ser considerados – além, é claro, daquele das passagens aéreas.

Esse valor é difícil incluirmos no total porque os preços variam muito de um dia para outro, e obviamente há diferenças se a origem for o Rio de Janeiro ou se for Porto Alegre, por exemplo.

De modo geral, porém, podemos mostrar quanto custa viajar para o Morro de São Paulo a partir de três perspectivas: preço mais em conta, preço médio ou valor mais elevado. Vai depender do tipo de passeio que você escolher.

Ah, e vale ressaltar que nossos cálculos são baseados para uma viagem com sete dias de hospedagem.

A viagem mais barata pode ser feita com gastos a partir de R$ 1.600. O valor inclui hospedagem em hostel, translado para chegar e deixar o Morro de São Paulo e alimentação com opções mais simples.

Considere, contudo, que nesse cálculo não entra no roteiro os passeios pagos oferecidos na região.

Uma viagem com valor intermediário pode ser feita por cerca de R$ 3.000 por pessoa. Nessa conta entra hospedagem de sete dias em hotel padrão três estrelas, um passeio volta à ilha e gastos com alimentação em bares e restaurantes.

Agora, se você quiser aproveitar o máximo do que o Morro de São Paulo, prepara-se para gastar cerca de R$ 5 mil em uma semana.

Na conta entre translado em bimotor até a ilha, hospedagem nos melhores hotéis, passeios de barco e de jipe 4×4, além dos mergulhos.

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Morro de São Paulo