Rio Potengi: Saiba Tudo Sobre o Local (Prós e Contras)

Preparamos um guia completo sobre a região para você deixar a sua viagem ainda mais completa. O download estará disponível no final. Boa leitura.

Anúncios

Por ser um dos mais importantes no Rio Grande do Norte, o Rio Potengi deu início à capital do estado, lançando-se a outros municípios potiguares que possuem uma ampla gama de culturas e, sobretudo, muita história.

Anúncios

Ainda mais interessante: o nome “Potengi” tem origem no tupi, com tradução livre de “água camarão”.

Neste artigo, apresentaremos as principais informações sobre o Rio Potengi. Boa leitura!

Localização

Onde fica: cidade de Cerro Corá, no estado do Rio Grande do Norte

A nascente do Rio Potengi está situada na cidade de Cerro Corá. Sua foz, por outro lado, pode ser encontrada em Natal (RN), desembocando junto ao Oceano Atlântico.

Além disso, devido ao fato de ter sido descoberto pelos colonizadores portugueses, o Rio Potengi ficou sendo conhecido, também, como “Rio Grande”, devido à sua extensão e vasto leito.

Lugares próximos

  • Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte;
  • Lagoa de Velhos;
  • Caiçara do Rio do Vento;
  • Lagoa Salgada.

Como chegar?

É muito fácil chegar ao Rio Potengi a partir de Natal. Nesse sentido, a nossa indicação é realizar um passeio de barco por ele.

Por se tratar do rio mais importante do estado, é um cenário constante no dia a dia dos moradores da capital potiguar.

Esse passeio parte do Iate Clube da cidade de Natal, um local bem agradável para desfrutar o seu final de tarde.

Por vezes, os visitantes se impressionam, além do visual, pelo fato de o local disponibilizar uma bela estrutura para beber e petiscar o que preferir.

O pôr do sol no Rio Potengi é um espetáculo à parte.

De fato, o lugar é lindo e altamente recomendável para os turistas que procuram por uma programação tranquila e acompanhada de uma bela paisagem.

Conheça um pouco da história do Rio Potengi

Rio Potengi
Fonte: Chaguinha Net (Flickr)

Avistado pelos colonizadores portugueses no início do século XVI, o Rio Potengi foi encontrado acidentalmente, uma vez que os invasores percorriam as capitais em busca de terras para ocupar e ancorar as suas embarcações.

Nesse movimento, depararam-se, em um dado momento, com o território que, na atualidade, compõe o Rio Grande do Norte.

Do mesmo modo, o nome desse estado teve inspiração na extensão do rio – a mesma denominação da capitania daquele tempo.

Eventualmente, o Rio Potengi foi de grande utilidade ao longo dos anos, servindo como a fonte principal de abastecimento para muitas cidades da região, tais como Ielmo Marinho, Macaíba, São Paulo do Potengi e São Gonçalo do Amarante.

Curiosidades

Todas as vezes que visitar o Rio Potengi, você poderá ir até a sua nascente, situada junto ao município de Cerro Corá. Nesse ponto, é possível vislumbrar uma vasta nascente.

Todavia, a foz segue, conforme mencionado, até Natal, totalizando cento e setenta e seis quilômetros (desde o início ao fim).

Foque no que Realmente Importa e Deixe Todo Resto Conosco…

Preparamos um guia completo, atualizado e 100% gratuito para você viajar com tranquilidade e não deixar passar nenhum detalhe. mockup natal
O que você encontrará no nosso Guia Completo de Viagem – NATAL/RN:

✅ A época ideal para realizar sua viagem
✅ Os melhores meios de locomoção
✅ Os principais eventos
✅ Passeios imperdíveis
✅ Atrações indispensáveis
✅ Seleção especial com os principais restaurante

Nós já fizemos todo trabalho por você…

Faça o download gratuito do material e planeje a sua viagem com muito mais facilidade e segurança

Porém, ambos os pontos estão gravemente prejudicados pela ação humana, de modo que a degradação ambiental é constante.

Em Natal, felizmente, existem vários projetos que visam a revitalização do Potengi, no intuito de permitir que ele abasteça, novamente, os municípios que percorre, bem como preservar a paisagem natural.

Ou seja, o Rio Potengi recebe a visita de muitas pessoas que apreciam a natureza, oferecendo a possibilidade adicional de conhecer as suas águas.

Dessa forma, os turistas aprendem mais acerca das disputas que aconteceram na localidade há muito tempo.

Depois que converteram a localidade em Patrimônio Estadual (em 1990), o célebre Forte dos Reis Magos passou a receber um fluxo maior de visitantes.

Na atualidade, porém, ele está abandonado, mesmo tendo um inestimável valor histórico, pois foi construído ao longo da década de 1940.

Prós e contras do Rio Potengi

Rio Potengi
Fonte: Chaguinha Net (Flickr)

A definição dos pontos negativos e positivos do Rio Potengi é bastante subjetiva, variando sensivelmente de acordo com as necessidades e preferências de cada turista.

Por isso, elencamos algumas informações relevantes para que você possa tirar as suas próprias conclusões a respeito.

Em primeiro lugar, o Rio Potengi corta Natal, de tal forma que a sua foz desemboca no Oceano Atlântico, promovendo um interessante encontro entre águas salgadas e doces.

O rio Potengi, aliás, marca a divisão entre o restante da cidade e a região Norte.

Na capital potiguar, os visitantes encontram, por exemplo, a Ponte Newton Navarro e a Ponte de Igapó. Há chances, inclusive, de que outra ponte seja edificada em breve.

Tudo o que existe no Potengi pode ser considerado atração turística, incluindo o seu inesquecível pôr do sol, cuja beleza realça o encanto do rio.

Afinal, vale a pena conhecer o Rio Potengi?

Rio Potengi
Fonte: Chaguinha Net (Flickr)

Cumpre ressaltar, por fim, que vale muito a pena conhecer o Rio Potengi.

A despeito de eventuais problemas existentes no Potengi, os turistas certamente são recompensados por sua visita.

Muitos indivíduos precisam do rio para sobreviver e, inclusive, para praticar esportes.

Contudo, as atividades de preservação devem continuar e, se possível, ser intensificadas, visando impedir que um rio tão relevante para a história do Brasil e para o Rio Grande do Norte desapareça como fruto das ações humanas.

Gostou de conhecer a origem e as características do Potengi? Então, veja mais dicas de passeios em Natal clicando aqui.

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Rio Grande do Norte