Roteiro de 2 Dias em Campos do Jordão: As Principais Opções para sua Viagem!

Quer saber o que fazer em Campos do Jordão em pouco tempo? Então, nós preparamos um roteiro de 2 dias em Campos do Jordão para que você possa curtir cada minuto da sua viagem.

Sem dúvida, Campos do Jordão é uma cidade que atrai muitos turistas que buscam um destino de inverno.

É uma das cidades mais famosas do Estado de São Paulo – fica na Serra da Mantiqueira, a 173 km de distância da capital.

Só para exemplificar, saindo da cidade de São Paulo, você pode levar aproximadamente 2 horas de viagem para chegar a Campos do Jordão.

Por ser um local próximo, algumas pessoas vão à viagem e voltam para casa no mesmo dia. Entretanto, aqui, vamos sugerir um roteiro de 2 dias em Campos do Jordão, passeando e aproveitando bastante.

Vamos lá?

Como aproveitar a viagem: um roteiro de 2 dias em Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira

Vamos sugerir que você inicie o seu roteiro de viagem começando pelo centro histórico da cidade – a Vila Capivari, e também demais áreas vizinhas a este local.

O que fazer em Campos no primeiro dia?

Manhã

Vila Capivari

Se você quer fazer um roteiro turístico pela cidade de Campos do Jordão, certamente podemos recomendar que você comece partindo pela Vila Capivari.

É uma região onde você tem a oportunidade de conhecer a arquitetura típica, bem como a natureza, que tem características geográficas e climáticas de serra/montanha.

Assim, além de ser um polo turístico, a Vila Capivari é um dos pontos de encontro mais importantes de Campos do Jordão e também é um ótimo ponto para compras. Dessa forma, você tem acesso a muitos cafés, bares e restaurantes sofisticados e para todos os gostos possíveis.

Você consegue comprar ali produtos artesanais de fabricação local como malhas e artigos de lã, bem como também chocolates e cervejas artesanais.

Fazer compras na região pode ser uma opção muito para a sua viagem a turismo, inclusive para um roteiro de 2 dias em Campos do Jordão – já que ali tem shoppings, como o Shopping Center Capivari, por exemplo.

Você também pode ir, se quiser, visitar o Parque Capivari – que fica bem perto dali.

Palácio do Governo (ou Palácio Boa Vista)

Inicialmente foi construído para servir como uma casa de veraneio (férias) do governador do Estado de São Paulo. No ano de 1938 teve início a construção, que só veio a ser terminada lá pelo ano de 1964.

No ano de 1967 ocorreu que o então governador do Estado de São Paulo (Abreu Sodré) abriu as portas do Palácio do Governo para visitação do público.

Em 1970, então, o governador do Estado de São Paulo fez uma cerimônia solene onde declarou o Palácio Boa Vista como um “monumento público do Estado de São Paulo”.

Chegando lá, você vai encontrar uma construção com arquitetura característica de antigos palácios e castelos europeus – foi decorado ao estilo Inglês/britânico Maria Tudor.

No palácio você encontra 105 cômodos (peças) e mobília (móveis) dos séculos 17 e 18 (por volta do ano 1600 D.C a 1800 D.C).

No Palácio do Governo você também encontra um museu – contendo peças decorativas, esculturas, antiguidades diversas, obras de arte de diversos artistas contemporâneos, objetos religiosos e até mesmo porcelanas de grande valor artístico.

Tarde

Nós selecionamos aqui, para você, alguns dos pontos mais bonitos de toda a região de Campos do Jordão, em São Paulo.

Assim, conforme o tempo que você tem disponível para a sua viagem, você pode aproveitar algumas das nossas sugestões (ou todas) conforme a sua escolha e agenda (tempo disponível para passeio).

Em geral, na região você tem uma natureza e paisagem absolutamente espetaculares e também espaço para praticar vários esportes em contato com a natureza.

Morro do Elefante

Sem dúvida, é um dos pontos turísticos mais conhecidos e visitados da cidade de Campos do Jordão.

É uma montanha que fica a 1.800 metros de altitude em relação ao nível do mar (isto mesmo: a quase 2 quilômetros de altura em relação ao oceano atlântico).

Na altura em que fica a montanha, se você subir, vai conseguir ter uma incrível vista panorâmica de toda a cidade de Campos do Jordão – ou seja, uma vista absolutamente linda e inesquecível, uma paisagem praticamente cinematográfica.

Partindo do centro da Vila Capivari (considerando que você tenha escolhido fazer o trajeto de carro), você chega ao alto do Morro do Elefante em um tempo de aproximadamente 10 minutos. Assim, além de ir pela estrada de asfalto, também existe a alternativa de ir de teleférico, caso você prefira.

Curiosidade: o nome do morro se dá a uma alusão ao formato – se você olhar de longe o Morro do Elefante, vai ver curvas/contornos que lembram o contorno do corpo de um elefante.

Ali, você consegue encontrar um jardim e uma praça – que faz parte de um mirante onde as pessoas vão para ter uma vista mais ampla da cidade e também posar para fotos.

Pico do Itapeva

Chegando a quase 2 quilômetros de altitude em relação ao nível do mar, o Pico do Itapeva fica na Serra da Mantiqueira e é acessado através da cidade de Campos de Jordão, apesar de pertencer ao município de Pindamonhangaba, no Estado de São Paulo. É uma cidade vizinha, ou seja, fica bem ao lado de Campos de Jordão.

Lá, além de você poder comprar doces e artesanatos (como roupas de lã, luvas, cachecóis e malhas), você também pode fazer passeios de motocicleta, bicicleta, cavalo e até mesmo uma caminhada ou corrida a pé. Isso é possível graças às trilhas naturais que você pode explorar no pico.

No momento de descanso da sua trilha, você tem a opção tanto de ir em um café em estilo medieval que se encontra lá, quanto ir descansar debaixo de árvores que ficam à margem de um lago muito tranquilo da região.

Inclusive, por falar em lago, você pode atravessar via canoagem (com barco, bote ou canoa) e/ou até mesmo pode praticar tirolesa – que é um esporte que consiste em você se deslocar acima da água pendurado (suspenso) em cabos de aço e roldanas para deslizar.

Este tipo de esporte é supervisionado por equipes profissionais que atendem ali no local e são sempre observados normas e fundamentos de segurança para proteger contra eventuais riscos.

Se você subir no Pico do Itapeva, lá de cima você consegue enxergar 15 cidades que fazem parte do Vale do Paraíba (uma formação geológica da região de São Paulo e que se estende até Minas Gerais e Rio de Janeiro).

Você consegue, lá do alto, ver cidades do Estado de São Paulo, como: São José dos Campos, Cachoeira Paulista, Eugênio de Melo, Moreira César, Piquete, Cruzeiro, Lorena, Potim, Caçapava, Taubaté, Roseira, Caçapava, Aparecida, Guará e até Tremembé.

Tarde/noite

Bosque do Silêncio

É um dos locais mais incríveis que se tem para praticar arvorismo.

Aqui você encontra quase 2 quilômetros de extensão de trilhas suspensas por árvores – geralmente árvores do tipo Araucária.

Essas atividades são feitas com uso de equipamentos de segurança e acompanhamento profissional especializado. Tem atividades para crianças a partir dos 7 anos de idade e também para todas as idades (ou seja, não tem um limite de idade para você praticar).

A maioria das atividades que vamos sugerir para você praticar no Bosque do Silêncio podem ser interessantes de se praticar durante a tarde – mas, também há alternativas para quem quer praticar esportes à noite. Desta forma, você aproveita ao máximo todo o tempo disponível ao longo do dia.

A atração fica a aproximadamente 2 quilômetros de distância do centro turístico de Campos de Jordão, em São Paulo.

PaintBall

No Bosque do Silêncio, você também poderá praticar PaintBall.

Há dois campos para praticar PaintBall: o “campo limpo” e o “campo sujo”.

No “campo limpo”, você encontra uma grama baixa e cortada, além de apenas alguns obstáculos para poder se esconder detrás deles.

Já no “campo sujo” você encontra mata alta (sem podar) e diversas árvores pelo campo.

Os dois campos conseguem atender a uma capacidade máxima de 10 participantes em uma espécie de “simulação de batalha”, mas é permitido participar apenas pessoas com 12 anos ou mais.

Pedra do Baú e esportes radicais

Se você gosta de esportes radicais, no Bosque do Silêncio você consegue praticar também montanhismo, trilhas e rapel – ou seja, dá para fazer isso na subida da Pedra do Baú (São Bento do Sapucaí).

Trata-se de uma das formações rochosas mais emblemáticas de todo o Brasil – existindo ali um monolito (estrutura geológica formada por uma única pedra maciça) com quase 350 metros de altura.

Você sobe a montanha através de escada de metal fixa nas rochas, tendo quase 600 degraus – pela Via Ferrata. A descida você faz da mesma forma.

Vale lembrar que isto segue procedimentos de segurança e conta com acompanhamento de profissionais especializados.

Você também poderá fazer mountain-biking – podendo usar a própria bicicleta ou alugar uma, e ter um guia turístico para melhor conduzir o seu caminho/roteiro por ali.

Por fim, tem o bóia-cross, que você pode fazer ao longo do percurso do Rio Marmelos – próximo à fábrica de água mineral da empresa Minalba.

O Rio Marmelos corta toda a região e recebe diversas nascentes menores ao longo do sentido de São Paulo para Minas Gerais.

Há monitores acompanhando o viajante durante o percurso, portanto, não há motivos para preocupações.

Outras ideias sobre o que fazer no Bosque

No Bosque também existe um esporte chamado ArboNight (que seria propriamente o arborismo, entretanto, praticado durante o período da noite).

Também existe o “Mini Golf”, onde você encontra uma sequência de 10 pistas para jogar com sua família e amigos.

Restaurante Krokodillo

A poucos minutos do Bosque, tem o famoso restaurante Krokodillo, ótima opção para fechar a primeira noite em Campos.

Segundo dia em Campos do Jordão

Roteiro do segundo dia tem início no Borboletário. Nesse dia, você vai passar bastante tempo em contato com a natureza, portanto, tome um café da manhã reforçado e se prepare!

Manhã

Borboletário de Campos do Jordão

Trata-se de um jardim com área de aproximadamente 500 metros quadrados. Ele fica localizado dentro de uma fazenda de preservação ambiental com área de 10.000 metros quadrados.

Pode ser mais interessante você escolher justamente dias de sol para fazer visita ao Borboletário, já que as borboletas tendem a ficar mais vivas mediante presença do sol.

Quando você chega lá, é convidado a assistir um vídeo que explica diversas características biológicas das borboletas, por exemplo: metamorfose, importância das borboletas para o bioma e ecossistema, técnicas de criação de borboletas, e condutas a serem adotadas dentro de um viveiro de borboletas.

Logo depois, você vai visitar o jardim – devidamente acompanhado e conduzido por um profissional monitor que trabalha ali no local.

Tarde

Museu Felícia Leirner

O Museu fica localizado em uma área no jardim do Auditório Cláudio Santoro.

Ali, você vai encontrar 85 esculturas feitas em bronze, cimento branco e granito pela artista polonesa Felícia Leirner. Ela doou suas obras ao Governo do Estado de São Paulo no ano de 1978.

Em sua maioria, são figuras zoomórficas e também humanas.

Parque Amantikir

Este parque tem 28 jardins temáticos inspirados em diversas partes de todo o mundo.

Ali você está em mais de 60.000 metros quadrados de área onde pode encontrar mais de 700 espécies de plantas.

É legal para você ter um momento de contemplação e admiração pela natureza. Além disso, o parque tem flores e vegetação oriunda de diferentes partes de todo o planeta.

É um cenário muito lindo, coisa de cinema mesmo. Você não vai querer perder!

Noite

Para finalizar, no segundo dia do seu roteiro de 2 dias em Campos do Jordão, sugerimos curtir a noite nos bares e pubs da cidade.

Assim, alguns nomes de destaque são:

Escolha o melhor local para fechar a noite de acordo com a sua hospedagem. Ou seja, dependendo de onde ficar em Campos, uma ou outra opção pode ser mais adequada.

Posts Relacionados

Ficar em Campos do Jordão é uma experiência incrível

Viajar para Campos do Jordão pode ser uma experiência incrível. Aqui, sugerimos um roteiro de 2 dias em Campos do Jordão para você aproveitar bem tudo o que a cidade tema oferecer. Você pode planejar a viagem para um fim de semana, por exemplo.

Localizada na Serra da Mantiqueira, no Estado de São Paulo, Campos do Jordão é um excelente destino turístico para quem gosta de um clima de serra, mais frio, charmoso, elegante e com traços de arquitetura de origem europeia.

Com aproximadamente 50.000 habitantes, Campos de Jordão é uma cidade de porte médio, não tão pequena. Tem pontos turísticos urbanos como a Vila Capivari e conveniências de cidade grande como até mesmo shopping center.

Mas o grande charme mesmo está nas atrações naturais: a natureza do local forma uma paisagem muito linda e, inclusive, oferece espaço para praticar diversos esportes, de dia ou até mesmo de noite.

Curtiu? Então, veja aqui mais dicas para sua viagem. Até a próxima!