Carregando...

Roteiro de 5 Dias em Salvador: Veja Como Aproveitar Cada Momento

Neste artigo, apresentamos um roteiro de 5 dias em Salvador que você pode aproveitar se for passar uma semana ou mais tempo na capital baiana.

Anúncios

Salvador é uma cidade conhecida por seus múltiplos encantos.

Anúncios

Ela possui praias, mas também é riquíssima em museus. Ela é forte no Carnaval, que é a “festa da carne”, mas também é conhecida pelos destinos que encantam os amantes do turismo religioso.

Em Salvador há boemia, há descanso, há calor, há vento; ela reúne o santo, o profano e tudo que está entre esses dois valores.

Sabendo que Salvador é um lugar tão abrangente e multifacetado, preparamos um roteiro que contempla as várias faces da cidade.

Dessa forma, quando você voltar para casa, terá lembranças de tudo o que Salvador representa, não apenas uma coisa ou outra.

Confira!




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Praia de Itapuã
  • Lugar que serviu de inspiração para a música de Toquinho, com letra de Vinicius de Morais
  • O Farol da Praia de Itapuã é o mais belo cartão postal de Salvador
Ver Passeio →
Praia do Porto da Barra
  • Porto da Barra já foi eleito pelo The Guardian como a terceira melhor praia do mundo
  • Excelente opção de praia urbana, tranquila até nos fins de semana
Ver Passeio →
Zoológico de Salvador
  • Conta com espécies raras e ameaçadas de extinção
  • Mais de 700 mil metros quadrados, com cerca de 1500 animais
Ver Passeio →
Pituba
  • Município de maior variedade comercial de Salvador
  • São várias as atrações, desde Centro Histórico, praias e o Mercado Modelo
Ver Passeio →
Rio Vermelho
  • Um dos bairros mais movimentados da Bahia
  • Famoso por ser um excelente ponto gastronômico
Ver Passeio →
Praia das Neves
  • Melhor lugar de todos para apreciar o mar e pegar aquele bronzeado
  • Lugar ideal para quem gosta de tirar fotos maravilhosas
Ver Passeio →



Roteiro de 5 dias em Salvador: os melhores passeios e atrações para a sua viagem à Bahia ser incrível!

O nosso roteiro de 5 dias em Salvador considera a previsão de que a sua chegada ocorrerá no dia anterior ao primeiro dia do roteiro e a sua partida, no dia seguinte ao último dia do roteiro.

Ou seja, essa programação foi preparada para preencher 5 dias completos, com passeios pensados para os períodos da manhã, da tarde e da noite.

Consideramos ainda a possibilidade de você desejar almoçar e jantar fora, economizando, assim, tempo, dinheiro e/ou combustível.

Portanto, já indicamos em quais locais é fácil encontrar estabelecimentos para fazer a sua refeição.

Dia 1: Passeios para entrar no ritmo de Salvador

No primeiro dia desse roteiro de 5 dias em Salvador, é possível que você ainda esteja em um ritmo mais lento.

Por exemplo, é compreensível ter vontade de acordar mais tarde devido ao cansaço de um traslado de avião, carro ou ônibus.

Levando isso em consideração, preparamos uma programação mais leve para o primeiro dia. Você entrará em contato com pontos turísticos que são muito importantes para a cidade, mas em um ritmo mais tranquilo.

Manhã

Ponta do Humaitá
Fonte: Luiz Antonio Dourado Gonçalves (Flickr)
Ponta de Humaitá

Depois do café da manhã, o seu tour por Salvador começará com uma visão privilegiada da Baía de Todos os Santos.

A Ponta de Humaitá fica em uma extremidade da cidade que fica bem no início da Baía, em oposição à Ilha de Itaparica e a Ilha dos Frades.

Nesse local, há um belo farol e um píer que facilita a observação.

De modo geral, este é um ponto turístico que coloca o viajante imediatamente em contato com a imensidão de Salvador. Por esse motivo, o escolhemos como primeira atração.

Basílica do Senhor do Bonfim

A apenas 5 minutos de carro da Ponta de Humaitá, você encontrará outro dos pontos turísticos mais marcantes de Salvador: a Igreja do Senhor do Bonfim.

Ela é famosa tanto por suas grades repletas de pulseirinhas coloridas quanto pelo evento inter-religioso que é a Lavagem do Bonfim.

Se você visitar Salvador no mês de janeiro, poderá participar da Lavagem, que acontece sempre na segunda quinta-feira do ano.

O evento conta com várias atrações, como: um culto ecumênico na Igreja da Conceição da Praia e uma caminhada que inclui cortejos famosos – como o do Afoxé Filhos de Gandhy e o das baianas.

Depois do cortejo, que sai da Igreja da Conceição da Praia e vai até a Basílica do Senhor do Bonfim, as baianas fazem a lavagem da escadaria e o evento se encerra com uma missa celebrada lá.

Se você tiver a oportunidade de presenciar o evento sem preconceitos, fará parte de uma atração que é celebrada desde o século XVIII.

Caso não esteja na época da Lavagem, não deixe de entrar na Igreja e conhecer por dentro os detalhes de sua arquitetura neoclássica e da decoração.

Tarde

Praia da Ribeira
Fonte: Polyanna Araujo (Flickr)
Praia da Ribeira

No período da tarde, recomendamos que você curta algumas horas na Praia da Ribeira, que fica a 15 minutos da Basílica do Senhor do Bonfim (aproximadamente 3 km de distância).

Essa praia, que é conhecida como a “Mônaco Baiana”, é uma enseada de mar raso e águas claras que é ótima para banho, principalmente se você estiver com crianças.

A praia não tem ondas e conta com uma boa infraestrutura comercial.

Por lá você encontra restaurantes, bares, mercados e outros estabelecimentos que podem ser úteis à sua viagem.

Assim sendo, por lá você pode aproveitar para almoçar, para fazer um lanche e para jantar, se assim quiser.

Noite

Sorveteria da Ribeira
Fonte: Renato H. de Oliveira (Flickr)
Sorveteria da Ribeira

Uma recomendação especial que fazemos para a noite do seu primeiro dia em Salvador é que você não deixe de conhecer a Sorveteria da Ribeira, já que estará no bairro.

O estabelecimento fica a apenas 15 minutos da Praia da Ribeira, já perto da Praia da Penha.

Vale a pena conhecê-la porque ela é a sorveteria mais famosa de Salvador, além de ser a mais antiga, pois está em funcionamento desde 1931.

O espaço é modesto, mas serve sorvetes artesanais deliciosos, tanto de sabores comuns quanto de sabores de frutas típicas do Nordeste, como jenipapo, graviola e pinha.

Vale a pena conhecê-la para provar de alguns sabores que você só experimentará nesta viagem!

Dia 2: Um dia de imersão na história

Salvador é uma cidade muito importante para a história da Bahia e do Brasil. Você sabia que ela foi a primeira capital do país?

Obviamente, trata-se de um território que concentra muitas informações e monumentos não só sobre como o país é hoje, mas sobre como ele era em épocas como o Brasil Colônia, quando a escravidão ainda era uma prática legalizada.

Nosso roteiro para o segundo dia da sua viagem contempla alguns dos pontos que marcaram a história da cidade a partir dessa época.

Destacamos que este será um dia para caminhar bastante.

Por isso, recomendamos o uso de roupas esportivas frescas e leves, um par de tênis confortáveis e itens para proteger a pele do calor, como boné, chapéu e protetor solar.

Evite também levar muito peso.

Uma mochila pequena para levar itens de higiene pessoal (protetor solar) e equipamentos (carregador de celular, máquina fotográfica, entre outros) é mais que suficiente.

Lembre-se de tomar muito cuidado com seus pertences também!

Manhã

Pelourinho
Fonte: Mario Falcetti (Flickr)
Pelourinho

O nosso ponto de partida é o Pelourinho.

Seu nome se refere a monumentos de pedra que ficavam espalhados por centros urbanos com a finalidade de castigar escravos e criminosos.

Em Salvador, não havia apenas um pelourinho, mas alguns.

Por exemplo, no centro da cidade, há uma região que concentra pelo menos três monumentos feitos com esse propósito.

Trata-se do “Largo do Pelourinho”, que ficou conhecido apenas como “pelourinho” pelos locais e pelos turistas.

É importante explicar essa história para você saber que, ao visitar o Pelourinho, não encontrará apenas uma praça, um pelourinho ou uma igreja.

Estamos falando de um complexo de pontos turísticos que ficam próximos uns dos outros no centro histórico e ajudam a reconstruir a história de Salvador.

Entre esses pontos turísticos que vale a pena você conhecer, estão:

  • Convento e Igreja de São Francisco,
  • Museu Afro-Brasileiro,
  • Igreja do Rosário dos Pretos,
  • Largo Tereza Batista,
  • Praça Tomé de Souza,
  • Fundação Casa de Jorge Amado.

Tarde

Elevador Lacerda
Fonte: Luiz Antonio Dourado Gonçalves (Flickr)
Elevador Lacerda

O Elevador Lacerda fica muito próximo de vários dos pontos turísticos que citamos como parte do Largo do Pelourinho.

Logo, é indicado que você vá até lá andando.

Em linhas gerais, esse monumento reflete a organização de Salvador em Cidade Alta e Cidade Baixa, já que ele conecta essas duas partes da capital.

Sua importância também se deve ao fato de ele ser o primeiro elevador urbano de todo o mundo.

Além de ser um monumento histórico, o Elevador Lacerda também é um meio de transporte, pois leva as pessoas de uma parte da cidade à outra das 6h às 23h, por um valor simbólico de R$0,15.

Inclusive, você precisará pegar o elevador para chegar ao próximo passo do nosso roteiro de 5 dias em Salvador.

Mercado Modelo

O Mercado Modelo fica praticamente em frente ao Elevador Lacerda, mas na parte baixa da cidade.

Historicamente, o espaço foi construído em 1861 para funcionar como uma Casa da Alfândega, que é o local onde se faz a triagem de mercadorias que chegam à cidade pelo mar.

No contexto da época, tanto mercadorias “sem vida” quanto mercadorias “humanas” eram recebidas e comercializadas no local.

Hoje, o estabelecimento é um mercado que comercializa artesanatos e arte.

Nossa recomendação é que, além de conhecer o trabalho dos artistas e artesãos, você faça um tour pelo mercado (inclusive no subsolo) para ver como sua estrutura foi construída para receber escravos no Brasil colonial.

Museu de Arte Moderna

Ao lado do Mercado Modelo, fica o Museu de Arte Moderna, em que ficam expostas obras importantes para o cenário da arte contemporânea em todo o Brasil.

Visitar museus como esse é importante porque eles exibem manifestações culturais que refletem a realidade.

Quando você vê um monumento como um pelourinho, tem a oportunidade de ver como o país funcionava séculos atrás.

Ao ver um monumento classificado como “arte moderna”, a oportunidade em questão é a de acessar diferentes percepções de como o país funciona agora.

Veja que, neste passeio, você tem a oportunidade de, literalmente, caminhar sobre a história do país em uma linha do tempo que vai dos tempos coloniais até a atualidade. É muita cultura!

Noite

Dique do Tororó
Fonte: Debbie Ferreira (Flickr)
Dique do Tororó

Para encerrar um dia tão cheio, nada melhor do que relaxar. Para isso, recomendamos uma visita ao Dique do Tororó – o único manancial de água natural de Salvador.

O espaço é bastante conservado e oferece uma infraestrutura boa para quem quer descanso.

Lá é possível fazer caminhada, passear de pedalinho ou apenas descansar em um banquinho admirando pontos turísticos como o Estádio da Fonte Nova, que fica bem em frente ao local.

Se você estiver com crianças e elas ainda tiverem energia no final do passeio, há um playground para elas se divertirem também.

Por fim, informamos que há restaurantes ao redor do Dique, o que é bom para quem já quiser jantar antes de voltar para a hospedagem.

Dia 3: Pontos Turísticos na Orla da Barra

Sabemos que os passeios programados para o segundo dia do roteiro de 5 dias em Salvador demandam bastante energia.

Por essa razão, planejamos um passeio muito mais tranquilo para o terceiro dia.

Assim, você e seus acompanhantes podem recuperar as forças sem deixar de conhecer uma região importante para Salvador.

Estamos falando da região da Barra, que concentra uma grande quantidade de pontos turísticos.

Manhã

farol da Barra
Fonte: Anderson Rodrigues da Silva (Flickr)
Farol da Barra

Indicamos que você comece o dia com o passeio que vai demandar mais energia, que é a visita ao Farol da Barra.

Ele foi erguido em 1536 e faz parte da primeira fortificação do país.

Você com certeza já deve ter visto pelo menos uma foto ou imagem do monumento, pois ele é um cartão postal de Salvador.

De modo geral, os turistas que vão até lá gostam de tirar fotos do farol e da praia.

No entanto, a nossa recomendação é que você não limite a sua visita a apenas fotos externas do farol, que fica dentro do Forte de Santo Antônio. Falamos sobre ele logo abaixo.

Forte da Barra

O Forte de Santo Antônio, também conhecido como Forte da Barra, é a estrutura de fortificação que envolve o farol.

Esse forte é aberto para visitação e, inclusive, abriga um museu – o Museu Náutico.

Nele, você conhecerá mais sobre a história dos faróis e da navegação no Brasil.

Buraco da Sereia

Saindo do Farol, recomendamos também você dar uma passada em uma das piscinas naturais mais bonitas de Salvador: o Buraco da Sereia.

Trata-se de uma piscina natural pequena que fica às margens do Farol da Barra, do lado esquerdo.

Suas águas azuis são encantadoras, porém, mais que isso, o que encanta de verdade muitos turistas é a harmonia visual entre a piscina, que é cercada por rochedos, e o Forte da Barra com o farol, que fica ao fundo.

Para enxergar o ponto turístico, é necessário que a maré esteja baixa.

Por essa razão, os melhores períodos para visitá-lo são a manhã e o final da tarde.

Tarde

Praia do Porto da Barra
Fonte: Antonio Carlos Bohnke (Flickr)
Praia do Porto da Barra

No período da tarde, recomendamos que você aproveite a Praia do Porto da Barra, uma das mais relevantes de Salvador.

A praia é boa para banho, o que significa que ela não tem muitas ondas e proporciona uma temperatura agradável para nadar e mergulhar.

Além disso, a infraestrutura urbana é muito boa, com quiosques, restaurantes e lojas por perto. Esse é um destaque positivo, pois você pode almoçar e jantar na região.

Pôr do Sol no Morro do Cristo

Se, ao longo do dia, você tiver energia para fazer uma caminhada, pode ir andando até o Morro do Cristo, que fica na extremidade da praia no sentido oposto ao do farol.

De lá você terá uma vista privilegiada de todos os locais que visitou, mas o que realmente chama a atenção é o esplendor do pôr do sol.

O Morro do Cristo é um dos melhores pontos para assistir o sol se pôr na cidade.

Além disso, lá tem a Tirolesa da Barra, um equipamento com 110 metros de extensão e 15 metros de altura, com os seguintes horários de funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 18h; aos sábados e domingos, das 9h às 19h.

Noite

Jantar na Barra

Na região da Barra há vários restaurantes. Logo, é prático jantar por lá antes de voltar para a sua hospedagem. Recomendamos que você finalize o dia por lá e vá descansar!

Dia 4: Arte e boemia no Rio Vermelho

O quarto dia do nosso roteiro de 5 dias em Salvador contempla outro bairro muito importante de Salvador: o Rio Vermelho.

Ele é, por excelência, o bairro que representa a vida boêmia da cidade.

Por lá há muito o que fazer, então reservamos um dia inteiro para que você explore a região à vontade!

Manhã

Casa do Rio Vermelho
Fonte: wilphid (Flickr)
Casa do Rio Vermelho

Recomendamos que você comece o passeio pelo bairro na famosa Casa do Rio Vermelho, que foi morada do casal de escritores Jorge Amado e Zélia Gattai.

Ela oferece aos turistas uma imersão diferenciada na cultura de Salvador, pois, enquanto grandes museus oferecem uma perspectiva ampla sobre a cidade, a Casa do Rio Vermelho conta com um recorte mais específico e direcionado da capital baiana.

Nesse espaço, você aprende mais sobre a vida e a obra de Jorge Amado, de sua esposa, e sobre as referências deles.

Cada cômodo conta com uma decoração que não é aleatória, mas consciente, e que por isso mesmo transmite uma série de mensagens e aprendizados.

Faça o passeio com calma, analisando o máximo de detalhes possíveis e se disponha a aprender o que esses moradores do Rio Vermelho têm a ensinar sobre Salvador e sobre a vida!

Tarde

Praia da Paciência
Fonte: Antonio Carlos Bohnke (Flickr)
Praia do Buracão ou Praia da Paciência

O bairro do Rio Vermelho conta com duas praias ótimas para passar uma tarde tranquila relaxando. No entanto, cada praia atende melhor a um perfil de turista.

Se você está procurando um pouco mais de agito, a Praia do Buracão é um lugar bom para conhecer pessoas.

Ela combina bastante com a energia boêmia do Rio Vermelho.

Por outro lado, se o que você deseja é encontrar paz e silêncio, a Praia da Paciência é um destino mais interessante.

Você pode escolher entre elas considerando o seu perfil e o perfil dos seus acompanhantes, mas também pode passar nas duas praias se tiver energia para isso.

O importante é que ambas contam com uma boa infraestrutura no setor comercial e de serviços, além de ficarem no Rio Vermelho.

Logo, não faltará um lugar bacana para você almoçar ou curtir um barzinho no final da tarde.

Noite

Acarajé da Dinha
Fonte: Alfredo Borba (Flickr)
Acarajé da Dinha

Para encerrar o dia, recomendamos que você não deixe de experimentar o acarajé de uma das barracas mais famosas da cidade.

A barraca do Acarajé da Dinha é praticamente uma passagem obrigatória para quem passa pelo Rio Vermelho e por Salvador!

Dia 5: Encerramento na praia

Para encerrarmos este roteiro de 5 dias em Salvador, sugerimos que no último dia você faça um passeio mais demorado em algumas das praias mais importantes de Salvador e região.

Sabemos que o último dia de viagem é mais cansativo, logo, nada melhor que aproveitar o dia à beira do mar, em praias lindíssimas que farão você deixar a Bahia com muitas saudades.

Manhã

Praia do Forte
Fonte: Marina Munne (Flickr)
Praia do Forte

Logo pela manhã, se esforce para conhecer a Praia do Forte, um destino turístico badalado que fica em Mata de São João – uma vila de pescadores próxima à Salvador, a cerca de 1 hora de distância.

Ela vale todo o esforço e o investimento que você fará para sair da cidade, pois é um oásis paradisíaco do qual você lembrará por muito tempo.

A praia faz parte da Costa dos Coqueiros, logo, é cercada por uma multidão de coqueiros que harmonizam perfeitamente com a água do mar e a areia branca.

Tarde

Praia de Itapuã
Fonte: Francisco Aragão (Flickr)
Praia de Itapuã

De todas as praias de Salvador, talvez a que você já conheça pelo menos de ouvido é a que está na música “Tarde em Itapoã”, de Vinicius e Toquinho.

A música diz: “Passar uma tarde em Itapoã / Ao sol que arde em Itapoã / Ouvindo o mar de Itapoã / Falar de amor em Itapoã”.

Ao ler a letra e/ou ouvir a canção, você não é inundado por bons sentimentos?

A fama da música não diz respeito apenas à genialidade dos compositores.

Ela se deve também a beleza da Praia de Itapuã que encantou e encanta aqueles que escolhem passar a tarde em uma das praias mais belas da Bahia.

Obviamente, recomendamos que você tenha a mesma experiência, por isso, sugerimos a visita à Itapoã no período da tarde, de modo a encher o seu último dia de viagem de saudosismo e romantismo.

Noite

Jardim dos Namorados
Fonte: José Pincay (Flickr)
Jardim dos Namorados na Pituba

Para fechar  o roteiro de 5 dias em Salvador com chave de ouro, a apenas 20 minutos de distância da Praia de Itapuã, você conhecerá um dos destinos mais românticos da capital. Recomendamos que você termine a sua viagem lá.

O Jardim dos Namorados fica na Pituba e, à noite, o bater das ondas nas pedras refresca o calor da Bahia e proporciona uma vista apaixonante.

Com uma água de coco em mãos e a pessoa que você ama ao lado, essa experiência é a despedida perfeita da Bahia.

Sua viagem a Salvador será excelente!

Como você pôde ver pelo artigo, sem dúvida, em um roteiro de 5 dias em Salvador dá para conhecer bastante da capital baiana!

Para conhecer mais destinos, além de dicas de hospedagem e restaurantes, não deixe de conferir os outros conteúdos do Viagem Club. Até a próxima!

Veja também: Roteiro de 4 Dias em Salvador. Se for ficar mais tempo, esse roteiro pra sete dias é uma boa opção.

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Salvador