Carregando...

Salvador com Chuva: Como Aproveitar? 10 Atrações para Curtir a cidade

Quer saber o que fazer caso a sua visita à capital baiana não seja presenteada com aquele céu azul perfeito para pegar uma praia? Não se preocupe, preparamos uma lista com 10 coisas para fazer se acontecer de você visitar Salvador com chuva!

Anúncios

Nem sempre o clima da cidade é favorável para o turismo a céu aberto, mas isso não significa que você e seus acompanhantes não possam se divertir ou conhecer pontos turísticos na viagem.

Anúncios

Neste artigo, mostraremos que Salvador é muito mais que uma mera cidade litorânea. Trata-se de um pólo cultural cheio de história e possibilidades para curtir um roteiro sem defeitos mesmo em dias de chuva.

Separamos 10 atrações que você pode visitar e que fazem sucesso nas plataformas de avaliação de passeios. Você pode selecionar todas elas ou apenas algumas para compor o seu roteiro nos dias chuvosos.

O importante é, mesmo com tempestades ou chuviscos, garantir a diversão e o aprendizado sem perder o prazer de estar em Salvador (BA).




Antes de continuar a leitura... fizemos uma seleção com os principais passeios da região para você conferir. Veja agora (clique para ler os detalhes):

CARACTERÍSTICAPASSEIO
Praia de Itapuã
  • Lugar que serviu de inspiração para a música de Toquinho, com letra de Vinicius de Morais
  • O Farol da Praia de Itapuã é o mais belo cartão postal de Salvador
Ver Passeio →
Praia do Porto da Barra
  • Porto da Barra já foi eleito pelo The Guardian como a terceira melhor praia do mundo
  • Excelente opção de praia urbana, tranquila até nos fins de semana
Ver Passeio →
Zoológico de Salvador
  • Conta com espécies raras e ameaçadas de extinção
  • Mais de 700 mil metros quadrados, com cerca de 1500 animais
Ver Passeio →
Pituba
  • Município de maior variedade comercial de Salvador
  • São várias as atrações, desde Centro Histórico, praias e o Mercado Modelo
Ver Passeio →
Rio Vermelho
  • Um dos bairros mais movimentados da Bahia
  • Famoso por ser um excelente ponto gastronômico
Ver Passeio →
Praia das Neves
  • Melhor lugar de todos para apreciar o mar e pegar aquele bronzeado
  • Lugar ideal para quem gosta de tirar fotos maravilhosas
Ver Passeio →



O que fazer em Salvador com chuva? As 10 principais atrações para curtir a cidade sem se molhar

Como avisamos mais acima, separamos 10 dicas sobre o que fazer em Salvador com chuva.

As coisas que indicamos são bastante variadas, entre passeios em igrejas, mercados, museus e até shoppings.

Acreditamos que essa variedade de opções satisfaz a perfis diferentes de turistas.

Portanto, quando você enfrentar um dia de chuva na capital baiana, basta escolher as atrações que combinam com você e compor um ou mais roteiros para seguir.

1. Passeio pelo Mercado Modelo

Mercado Modelo
Fonte: Raoni Coriolano (Flickr)

A primeira indicação que trazemos para um dia de chuva é que você visite o Mercado Modelo, localizado na Praça Visconde de Cayru, na Cidade Baixa.

Trata-se de um dos principais cartões postais da cidade e, mais que um espaço para tirar fotos, é um marco para a origem do Brasil.

Foi neste espaço que funcionou a terceira Casa da Alfândega de Salvador, Bahia, desde 1861.

Uma Casa da Alfândega é o espaço em que se costuma inspecionar mercadorias e bagagens.

Em Salvador, antigamente, boa parte das mercadorias que chegavam à cidade chegavam pelo mar e eram fiscalizadas no espaço em que fica o Mercado Modelo hoje.

A construção chama a atenção pelo estilo neoclássico preservado mesmo após alguns incêndios. Hoje o local abriga uma feira de artesanato famosa pelas lembrancinhas, roupas, doces e bebidas.

Destacamos ainda que o Mercado Modelo tem alas subterrâneas, com entradas secretas.

Muitas pessoas têm medo do espaço e ele tem fama de mal-assombrado, mas a visita é muito bacana de fazer pela história que carrega consigo, pois nos lembra dos tempos da escravidão e mostra um pouco de como a cidade funcionava há muito tempo.

Se estiver em Salvador e enfrentar dias chuvosos, não deixe de sair de casa para conhecer esse que é um dos mais importantes pontos turísticos da cidade com ou sem chuva.

2. Visita à parte interna do Farol da Barra

farol da Barra
Fonte: Anderson Rodrigues da Silva (Flickr)

Outro ponto turístico de Salvador que você não precisa deixar de conhecer por causa das chuvas é o Farol da Barra.

De modo geral, os turistas passam pela atração acreditando que se trata apenas de um local bonitinho para fazer fotos. Contudo, o interior do Farol guarda muita história!

Certamente, se você já viu cenas de Salvador, Bahia, já viu uma imagem do Farol. Na verdade, ele faz parte de outra construção: O Forte Santo Antônio da Barra.

O que muitas pessoas não sabem é que o complexo do Forte com o Farol abriga o Museu Náutico da Bahia.

Nele, estão abrigadas uma série de objetos encontrados no mar em vários momentos da história do Brasil e da Bahia.

Logo, essa construção bonita por fora, na verdade, representa muito mais que um lugar bonito para fazer fotos. Ao visitar o Farol da Barra, faça questão de entrar e conhecê-lo pelo lado de dentro mesmo em um dia de chuva.

Os melhores dias para fazer uma visita são de terça a domingo, das 9h às 18h.

3. Elevador Lacerda: um dos principais cartões postais de Salvador (BA)

Elevador Lacerda
Fonte: Luiz Antonio Dourado Gonçalves (Flickr)

Outro ponto turístico de Salvador que é cartão postal da cidade e dispensa apresentações é o Elevador Lacerda.

Entre os locais que os visitantes procuram visitar quando visitam a capital baiana, esse é um que pode ser visitado tranquilamente mesmo em um dia com chuva.

Sua estrutura dialoga muito com a estrutura da cidade. Dado que Salvador tem dois andares, a Cidade Alta e a Cidade Baixa, o Elevador Lacerda é a construção que faz a ponte entre esses dois níveis. É, portanto, um símbolo.

Além de ser uma representação da cidade de Salvador, a construção também cumpre bem o papel de meio de transporte, pois funciona 24 horas por dia.

Ademais, é um ótimo local para fazer fotos do mar e de pontos turísticos da cidade que ficam por perto, como o Mercado Modelo.

4. Visita à Igreja de Nosso Senhor do Bonfim

Igreja do Nosso Senhor do Bonfim
Fonte: …your local connection (Flickr)

Se você for a Salvador, saiba que um ponto turístico quase obrigatório para todo visitante é a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim (ou apenas Igreja do Senhor do Bonfim).

Para muitos turistas, colocar igrejas no roteiro de viagem não é apenas uma questão religiosa, mas de conhecer como a cultura da época se refletiu na arquitetura e na arte.

Em Salvador, as igrejas e museus servem a esse propósito e essas são construções que podem ser visitadas sem problemas em época de chuvas.

A Igreja do Senhor do Bonfim, em especial, é conhecida pelas suas grades, cobertas pelas famosas fitinhas do Bonfim.

A Basílica é um grande símbolo do sincretismo religioso da Bahia, pois é famosa por ritos que representam a união da fé católica herdada dos portugueses com as religiões de matriz africana, respeitadas e seguidas pelos escravos.

O espaço é tão importante que foi tombado como Patrimônio da Humanidade em 1998.

Além de linda por fora, a igreja também é belíssima por dentro, exibindo vários aspectos da arquitetura neoclássica.

No andar superior, há um museu em que ficam expostos vários objetos, obras de arte e indumentárias sacras de antigamente, elementos que falam muito sobre a história religiosa da Bahia e do Brasil.

Por oferecer tantas atrações, vale a pena visitar a Basílica mesmo se estiver chovendo em Salvador.

5. Teatro Castro Alves

Teatro Castro Alves
Fonte: pequena . (Flickr)

O Teatro Castro Alves é um espaço que representa muitos significados para a cidade de Salvador, Bahia.

Ele é conhecido como o maior e mais importante centro artístico da cidade, mas também é um grande exemplar da arquitetura moderna do Estado.

Por essa razão, é uma atração muito completa, pois além de ser um espetáculo para os olhos, oferece espetáculos para o deleite do público de várias outras maneiras.

A apresentação de corais, orquestras e peças de teatro é constante e enriquece o cenário cultural de Salvador. Logo, audição e visão são outros sentidos estimulados pelo local.

Assim sendo, em dias com muita chuva, lembre-se que não há nada impedindo você de curtir uma programação no teatro.

6. Casa do Rio Vermelho

Casa do Rio Vermelho
Fonte: wilphid (Flickr)

Um dos bairros mais marcantes de Salvador, Bahia, é o bairro do Rio Vermelho. Sem dúvidas, ao visitar a cidade, você não pode deixar de conhecer a ala mais boêmia da capital baiana.

No Rio Vermelho você encontra muitos bares e restaurantes, mas gostaríamos de chamar a atenção para atrações turísticas, como a Casa do Rio Vermelho, um oásis cultural no meio da boemia.

Trata-se nada mais nada menos do que a Casa de Jorge Amado e Zélia Gattai.

Amado é um aclamado escritor baiano que escreveu demais sobre a Bahia, com obras aclamadas pela crítica. São exemplos os livros “Capitães da Areia”, “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e “Gabriela Cravo e Canela”.

Zélia, sua esposa por 56 anos, também era escritora, mais conhecida por sua militância no cenário político.

Na Casa do Rio Vermelho, ou melhor, na casa de Jorge Amado, os turistas podem ter contato com espaços que remontam o dia a dia do casal.

Ademais, nesses espaços há uma diversidade de elementos que também fazem referência à Bahia.

É como se pessoa e Estado fossem indissociáveis, o que mostra o quanto o trabalho e a vida de Jorge Amado contribuíram para retratar a cultura baiana que ele conheceu com bastante fidelidade.

A apenas 5 minutos de distância da Casa de Jorge Amado fica a Casa Castanho, reconhecida pela excelência no café da manhã.

O foco da casa é o café da manhã tradicional, mas é possível pedir um brunch também, o que é excelente para os turistas que acordam um pouco mais tarde.

Ademais, como há vários restaurantes pelo Rio vermelho, visitar a Casa de Jorge Amado em qualquer momento do dia combina com uma refeição antes ou depois.

Mesmo em um dia chuvoso, você pode mergulhar na cultura baiana e ter um dia extremamente agradável.

7. Galeria RV Cultura e Arte

Galeria RV Cultura e Arte
Fonte: Pedro Marighella (Flickr)

Ainda no Rio Vermelho, recomendamos que você visite um outro ponto turístico de Salvador que também é conhecido como um oásis cultural: a Galeria RV.

Se você não sabe o que fazer em Salvador com chuva e gosta de arte contemporânea, não deixe de colocar este espaço na sua programação.

A Galeria RV promove vários eventos para que artistas baianos exibam sua arte, além de realizar workshops e sessões de autógrafos.

Caso esteja em Salvador e comece a chover, estragando a sua programação, pesquise o que está acontecendo na Galeria RV e vá até o Rio Vermelho para passear.

As visitas por lá acontecem de segunda a sexta, das 10h às 18h.

8. Passeio pelo Museu Palacete das Artes

Museu Palacete das Artes
Fontes: Caio Mauriciovitch (Flickr)

Outro passeio bacana para fazer em dias de chuva na cidade de Salvador é o Museu Palacete das Artes, também conhecido como Museu Rodin.

Diferente dos outros museus que compõem o conjunto de atrações da capital baiana, o Museu Rodin concentra obras que refletem o relacionamento entre Brasil e França.

Inclusive, o museu recebe a alcunha de Museu Rodin porque ele apresenta dezenas de obras originais do escultor francês Auguste Rodin.

Se você for a Salvador, gosta de artes plásticas e quer fazer um programa em um dia de chuva, essa é uma possibilidade interessante!

9. Museu da Sexualidade da Bahia: um tour pelo arco-íris LGBTQIA+ e pela arte erótica

Para quem está procurando por um passeio em Salvador em local fechado e com uma temática interessante, é bacana visitar o Museu da Sexualidade da Bahia.

Ele conta com uma seleção muito boa de arte erótica em várias modalidades: vidro, cerâmica, porcelana, madeira e tecido.

Essa é uma perspectiva inovadora de olhar para a cultura, para o ser humano e para o comportamento humano, principalmente agora que a sociedade brasileira está se tornando cada vez mais esclarecida no que diz respeito às identidades de gênero, sexualidade e formas de amar.

O momento de visitar Salvador, Bahia, em períodos de chuva também pode ser uma oportunidade de aprender mais.

10. Shopping Barra: alternativa para quem procura o conhecido

Shopping Barra
Fonte: Maurício Almeida (Flickr)

Por fim, uma outra programação interessante para fazer em dias de chuva pode ser feita em praticamente qualquer lugar do país: ir ao shopping.

Nesse contexto, você pode deixar de fazer programações externas para fazer compras, ir ao cinema ou fazer uma refeição.

Todos esses objetivos podem ser alcançados em um shopping, especialmente o Shopping Barra de Salvador, que é um dos mais completos da cidade em termos de infraestrutura.

Dicas finais sobre como aproveitar Salvador: Salvador com chuva não deixa de entreter e informar

Se você for a Salvador e encontrar tanto um céu azul quanto um clima chuvoso, poderá vivenciar experiências incríveis e conhecer muito bem a cidade.

Neste artigo, procuramos mostrar que a capital baiana não é só praia, mas cultura para dar e vender.

Nossas dicas servem a todo tipo de turista, dos mais liberais aos mais tradicionais. O que todos precisam ter em comum para aproveitar Salvador com chuva é apenas a vontade de conhecer a cidade com tudo que ela tem a oferecer, pois ela é muito rica.

Para mais artigos sobre como aproveitar a sua viagem a Salvador (BA), continue lendo o material gratuito do Viagem Club. Temos muita informação sobre destinos nacionais e internacionais para compartilhar!

Você também pode gostar...

Guia completo, atualizado e 100% gratuito para

Salvador