Gruta de São Miguel Vale a Pena? Tudo o que você Precisa Saber!

Para decidir se a Gruta de São Miguel vale a pena considere, antes de mais nada, que ela é uma das mais belas da região de Bonito MS, consolidando-se como o passeio ideal para compor o seu roteiro turístico.

Aliás, a Gruta de São Miguel fica na mesma zona geográfica que a Gruta do Lago Azul. Embora não seja tão popular quanto esta, tudo o que a envolve é rico em termos de beleza natural e história.

Com efeito, realizar esse passeio pela Gruta São Miguel implica em fazer uma verdadeira imersão na vida natural, além das opções de aprender, na prática, aspectos centrais de história, geologia e biologia.

Localização

Onde fica?

A Gruta (ou Grutas de São Miguel) fica a menos de 20 km da cidade de Bonito, MS.

O endereço é Rodovia 3 Morros, Km 0, na Zona Rural deste município. Para não errar, o CEP da localidade é 79290-000.

Lugares próximos

Posts Relacionados

Grutas de São Miguel

Gruta de São Miguel
Fonte: Max Saraiva (Flickr)

Não tenha dúvida: as Grutas de São Miguel propiciam passeios contemplativos subterrâneos repletos de formações geológicas, principalmente, de espeleotemas formados há milhares de anos.

Os passeios começam pelas pontes que ficam suspensas junto às copas das árvores. Na sequência, o percurso adentra a caverna. Isto é, os turistas entram por uma fenda (ou “boca”) e saem por outra.

Desse modo, é um dos pontos turísticos mais próximos do município de Bonito, no Mato Grosso do Sul, que pode ser articulado, por exemplo, com uma visita à célebre Gruta Lago Azul e ao Abismo Anhumas – todos bem próximos uns dos outros e facilitando, assim, o registro de belas imagens com o seu smartphone ou câmera.

Parque das Grutas

Este parque é composto por mais do que apenas uma gruta. No entanto, as visitações ocorrem em uma delas. É altamente recomendável utilizar protetor solar. Tal gruta data do chamado “Período Pré-Cambriano”, há mais de quatro bilhões de anos.

Desde uma perspectiva geológica, a Gruta São Miguel é uma cavidade seca. Somente quando chove muito na região observam-se alguns níveis de infiltração em seu interior. As visitas são breves, com saídas e entradas por locais diferentes.

Todavia, a gruta conta com uma boa quantidade de espeleotemas, tais como travertinos, estalagmites e estalactites, esculpidos ao longo de milhões de anos, pela natureza.

Se você nunca visitou cavernas, terá uma experiência incrível. Seja como for, os turistas que já foram em diversos locais semelhantes notarão que a Gruta de São Miguel possui características marcadamente distintivas.

Receptivo

Na chegada ao receptivo da agência turística, levando consigo o voucher para o passeio, no horário marcado, você será direcionado com um grupo. Enquanto todos se reúnem, vá à parte de trás do local para ver belas araras se alimentando.

Em pouco tempo, você receberá um capacete. Em seguida, o guia apresentará um vídeo que aborda o Reserva Natural Parque Ecológico Vale Anhumas, onde se encontram as Grutas de São Miguel.

Trilha suspensa

Trilha suspensa da Gruta de São Miguel
Fonte: Max Saraiva (Flickr)

O 2º andar do receptivo confere acesso à célebre trilha suspensa, onde a primeira ponte está conectada. O caminho passa pelo meio das árvores, balançando bastante. Apesar de tudo, a travessia apresenta bastante segurança.

Depois das passarelas, você encontrará um mirante posicionada na altura das copas mais altas das árvores. Deste ponto (e com um pouquinho de sorte) você avistará pássaros.

Na sequência, existe um trecho da trilha que passa pela mata e, também, um mirante lateralmente posicionado para uma entrada na gruta.

Trilha no interior da Gruta de São Miguel

Com cerca de três mil metros quadrados, as Grutas de São Miguel contam com trilhas demarcadas e definidas, sendo que os turistas não devem sair fora delas. Além disso, os locais possuem iluminação artificial em certos pontos, bem como o acompanhamento feito com lanternas.

O percurso dura cerca de uma hora e, ao longo do passeio, os guias (profissionais que, em boa parte, são oriundos da capital do estado, Campo Grande) realizam várias paradas, a fim de explicar o processo geológico das formações rochosas.

Depois de percorrer o interior das grutas, o visitante sai por uma fenda estreita. O caminho de regresso é feito por outra via que, até a chegada ao receptivo, passa por uma trilha que corta a mata.

Curiosidades

A fantástica Gruta de São Miguel data, conforme mencionado, da era pré-cambriana, há quase 5 bilhões de anos. Nesse período, diversas características atuais da Terra tiveram seu início, tais como a formação das placas tectônicas, algumas formas de vidas multicelulares, a oxigenação do planeta, o surgimento de muitos minerais (inclusive, neste lugar), a lua e os oceanos.

Nesse sentido, as trilhas interativas, elaboradas pela agência de turismo, das grutas de São Miguel possibilitam ao turista uma experiência única de contato íntimo com a vida natural. Trilhas desse tipo tendem a desenvolver os vários sentidos como o tato, a audição, o olfato e a visão.

A trilha suspensa, em particular, é bem alta. Dessa forma, os visitantes, que ficam na altura das copas das árvores, podem usufruir da observação dos mais variados tipos de aves.

Preços

Em relação aos valores, o passeio à Gruta de São Miguel tem valores diferentes para a baixa e para a alta temporada:

  • Na baixa temporada, as crianças (6 a 11 anos de idade) pagam R$ 7,20. Os adultos pagam R$ 52,00. Então, aproveite as dicas dos turistas e, se possível, faça a viagem durante esta época;
  • Na alta temporada, as crianças (6 a 11 anos de idade) pagam o mesmo valor de R$ 7,20. No entanto, os adultos devem pagar R$ 67,00. É permitido tirar fotos livremente.

Vale lembrar, ainda, que o atrativo disponibiliza bar, sanitários e loja de souvenires. O uso de tênis é obrigatório e, ainda, o transporte usado não está incluso no preço dos passeios, devendo ser pago à parte.

Quais são os prós e contras do local?

Gruta de São Miguel
Fonte: ROBSON BRITO (Flickr)

De modo geral, as grutas, em São Miguel, dispõem de infraestrutura e ambientes confortáveis e aconchegantes, incluindo cafezinho “free”, banheiros e bar.

Assim, enquanto você aguarda o início dos passeios, poderá observar muitos animais silvestres e pássaros, tais como cutias, lobinhos, araras, guaxes e muitos outros.

Os organizadores da Gruta São Miguel disponibilizam, ainda, vídeos informativos sobre a geografia e geologia do local.

Existe, também, um espaço muito interessante, repletos de artefatos indígenas das tribos nativas da região.

Prós:

  • Diferentemente da Gruta Azul, elas são fechadas, porém, cada local da Gruta São Miguel tem a sua própria história como centro, segundo a agência turística;
  • Os locais (como a entrada da gruta) são bem conservados e organizados, a exemplo dos demais pontos turísticos de Bonito;
  • Os guias de turismo são atenciosos e transmitem muitas informações relevantes.

Contras:

  • Os passeios, nesta viagem, são muito breves e rápidos;
  • Não há água nas grutas (diferentemente do que ocorre na Gruta Lago Azul e em outras do Brasil);
  • Não é o passeio mais indicado para quem tem claustrofobia.

Afinal, vale a pena conhecer a Gruta de São Miguel?

Gruta de São Miguel
Fonte: ROBSON BRITO (Flickr)

O grande diferencial da Gruta de São Miguel em relação a outros destinos similares, como a Gruta Lago Azul, pode ser encontrado em seus espeleotemas com formas impressionantes.

De fato, pérolas, coraloides, travertinos, estalagmites e estalactites encantam os visitantes em meio à duração das visitas. As corujas e os morcegos também chamam bastante a atenção dos turistas.

Em suma, é um local com uma energia especial, uma espécie de “santuário”, um canto de nosso mundo que guarda mistérios, segredos e histórias que, provavelmente, nunca desvendaremos.

O passeio vale muito a pena, inclusive, porque há poucos degraus no interior das grutas.

Essa facilidade de acesso, aliás, é intensificada pela disponibilização de um carrinho que faz os trajetos de ida e volta das pessoas com medo de altura ou dificuldades de locomoção.

No local, o tempo está sempre bom, funcionando tanto em dias de sol como na chuva. Caso haja necessidade, você pode comprar, a preços de custo, capas de chuva e outros itens necessários para adentrar a mata virgem.

Você também pode conferir outros passeios em Bonito, clicando aqui. Fique de olho em nosso e-book para conhecer toda a cidade.