Balneário Nascente Azul Vale a Pena? Tudo o que você Precisa Saber!

Olá, viajantes! Hoje vamos falar sobre um lugar com diversas atividades e as paisagens mais belas de Bonito, em Mato Grosso do Sul.Estamos falando do Balneário Nascente Azul, onde você encontra aventuras como mergulhos, flutuação, trilhas, cachoeiras, tirolesa e muitas outras.

Agora, vamos descobrir se o Balneário vale a pena e, para te ajudar, mostrar um pouco mais do que você vai encontrar no complexo e como aproveitar ao máximo essa experiência.

Vamos lá?

Localização

Onde fica?

O complexo Nascente Azul fica na Rodovia Bonito Bodoquena km 22 – Bonito (MS).

Lugares próximos

  • Campo Grande (300km)
  • Aeroporto Regional de Bonito (15 km do centro)
  • Jardim (69 km)
  • Bodoquena (74 km)

Posts Relacionados

Balneário Nascente Azul: diversas atrações em um só lugar

Se você procura por aventura e diversão para toda a família, crianças ou adultos, o Balneário Nascente Azul é o lugar perfeito.

Aqui é muito calmo e com paisagens que envolvem as piscinas ecológicas, montando um cenário de sonho. Os pequenos passeios, parques, as aventuras e as surpresas naturais são diferentes dos locais habituais como grandes praias lotadas.

A diversidade de plantas e peixes é muito rica. As aves e árvores complementam o cenário da cidade.

O melhor de tudo é que você não precisa ser um nadador experiente para curtir essas aventuras pois o lugar conta com profissionais preparados para te guiar e garantir momentos tranquilos e divertidos, inclusive para quem está iniciando as práticas.

Pronto para conhecer algumas das atrações do Balneário Nascente Azul? Então, vamos nessa.

Flutuação Nascente Azul

Flutuação na Nascente Azull
Fonte: Renata Mussano (Flickr)

O passeio é feito a partir da nascente do Rio Bonito e o acesso se dá por meio de uma trilha de cerca de 300 metros que te leva até o local de se equipar para realizar a flutuação.

Em seguida à etapa dos preparos, será feita uma segunda trilha com cerca de 800 metros pela bela Floresta de Bacuri que levará você até a Nascente Azul. É aí que começa a prática de flutuação, com possibilidade de fazer apneia.

Depois do passeio você pode curtir um delicioso almoço e aproveitar a estrutura completa do Balneário Nascente Azul.

Aviso: mergulhar pode causar muita fome!

Rio da Prata

Flutuação no Rio da Prata
Fonte: Josue Limeira da Silva Junior (Flickr)

Para realizar essa flutuação, primeiro é feita uma caminhada de cerca de 45 minutos em terreno plano pela mata. O primeiro trecho onde acontece a flutuação é no Rio Olho d’Água e o segundo acontece no Rio da Prata.

A parte da flutuação que acontece no Rio da Prata pode contar com um barco para quem não se sentir seguro, já que nessa parte o rio é mais profundo.

Mas procure tomar coragem e desafiar! Lembrando que a segurança é garantida.

Ao final da rota você fará a caminhada pelo mesmo trecho percorrido no início.

A flutuação é praticamente uma terapia, então, aproveite este momento e se entregue à natureza – e conheça também um pouco mais dos seus limites.

Nascente do Rio Sucuri

Flutuação no Rio Sucuri
Fonte: mrkraposo (Flickr)

Para curtir a flutuação nesse rio, você fará uma pequena caminhada por uma passarela feita de madeira para curtir o visual da nascente do rio, que impressiona pela transparência. Um pouco mais adiante você já entra na água e aí é só curtir.

De um barco, o guia irá acompanhar o grupo por todo o percurso, e aqueles que não quiserem fazer a flutuação podem permanecer no barco. Para os demais, o treinamento de adaptação para o snorkel será feito na piscina ou no próprio rio, dependendo do clima.

É importante salientar que nesse rio não há tantos peixes como nos outros e, por isso, o mais recomendado é que você faça outro passeio desse tipo em Bonito – caso seja o seu objetivo observar os peixes, claro.

O Rio Sucuri tem este nome sabe por quê? Porque se for avistado de cima, será mostrada a aparência de uma Sucuri.

Aquário Natural

Aquário Natural
Fonte: Fernando Quevedo (Flickr)

Se você quer viver a experiência de fazer flutuação, mas está viajando com crianças ou se alguém do grupo não sabe nadar, mas não abre mão de curtir o passeio, o local ideal é o Aquário Natural.

Após terem feito o treino para esse passeio, que acontece na piscina, você seguirá para o Rio Baía Bonita por meio de uma caminhada pela passarela de madeira até chegar na área do rio delimitada para a flutuação.

Por ser uma área sem correnteza, você consegue se acostumar tranquilamente com o equipamento de mergulho ou colete salva-vidas que te ajuda na flutuação, e vai curtir ainda mais os peixinhos que estarão à sua volta.

A vegetação que se encontra subaquática é outra atração à parte. Partiu?

Aqualokko

Está é uma atração que serve tanto para a garotada quanto para os adultos, mas certamente os pequenos vão ficar alucinados com este rolê!

Chamado “circuito multiaventuras”, é uma estrutura circular de madeira erguida sobre a água, com pontes e ligações para entrar e sair, de um modo emocionante e divertido.

É gente pendurada para todo lado! Para chegar ou sair desta plataforma, só andando ou se pendurando por um desses acessos malucos, que variam em níveis de dificuldade.

Para quem conseguir a façanha, vai chegar na plataforma e poder contemplar o parque do meio da água! Do outro lado, esquerdo e direito, as bordas do parque.

Os quiosques ficam logo na beirada, então, se não estiver para muita adrenalina, pode esperar por ali.

Gestantes não podem se aventurar nessa brincadeira e todos devem usar coletes.

Mergulho com cilindro, atração tradicional em Bonito, MS

Mergulho em Bonito
Fonte: Pedro Serra (Flickr)

O mergulho com cilindro é uma das atividades que você encontra em Bonito, na Nascente Azul, e acontece no lago com águas cristalinas que vêm diretamente do rio que dá nome ao complexo, o Rio Nascente Azul.

Se você nunca fez mergulho com cilindro, mas tem muita vontade de curtir esse passeio, essa é sua oportunidade.

Como todas as atividades do complexo, o mergulho também é super acessível, inclusive para crianças e cadeirantes, sempre contando com o acompanhamento de um guia.

O percurso todo do mergulho com cilindro conta com cabos guia que servem para que você consiga se localizar, é só seguir por eles. Além disso, o passeio conta com um guia de turismo que acompanha, no máximo, duas pessoas por percurso para que você se divirta com total segurança.

Maior tirolesa aquática do Estado

Tirolesa em Bonito
Fonte: Vinicius Ribeiro (Flickr)

No Balneário Nascente Azul, uma das atividades que chama muita atenção quando o assunto é aventura é a maior tirolesa do Estado.

Além da experiência única e da adrenalina de descer a tirolesa, o passeio proporciona, aproximadamente, 450 metros de uma vista sem igual.

Lembrando que o passeio é super seguro, podendo ser realizado por crianças e adultos, com ou sem a presença de um guia. É só escolher e curtir o passeio.

Você vai sentir um pouco do que os pássaros sentem ao voar por está área exuberante. Deve ser por isso que muitos acabam fixando residência por lá!

Estância Mimosa

Estância Mimosa
Fonte: R3TROVI5OR (Flickr)

O início desse passeio se dá com uma caminhada de cerca de 3.500 metros por uma trilha que percorre a mata ciliar do Rio Mimoso, onde você pode admirar animais silvestres e árvores centenárias.

Uma parte do trajeto é feito com um barco a remo e conta com paradas para poderem curtir banhos de cachoeira com piscinas naturais e vários mirantes que possuem vista panorâmica da Serra da Bodoquena, o que faz deste um dos incríveis passeios da região.

Lago da Capela

Balneário Lago da Capela
Fonte: amsalomao (TripAdvisor)

O lago de águas correntes que se originam na nascente do Rio Bonito, é um local ideal para um banho na piscina ecológica onde se pode observar uma diversidade rara de espécies de peixes. A praia natural é perfeita para as crianças brincarem em segurança.

Ainda é possível praticar o mergulho nas águas cristalinas da Nascente Azul e se maravilhar com a perfeição do rico cenário da flora e fauna aquática da cidade de Bonito/MS.

Você ainda pode testemunhar o fenômeno das águas da nascente mudarem do azul para o verde esmeralda quando formam o lado. É lindíssimo! Venha sentir essa calmaria.

Lagoa Misteriosa, uma das atividades mais legais que você pode fazer em Bonito, no Mato Grosso do Sul

Lagoa Misteriosa
Fonte: Lucas Marinho (Flickr)

Se você for viajar para Bonito no período de inverno, não deixe de curtir um dos passeios mais bonitos da cidade e que só podem ser feitos no outono e no inverno.

Quando as temperaturas se elevam, as algas do abismo se proliferam e a lagoa tem a visibilidade comprometida por causa do aumento na vegetação subaquática. Por esta razão, venha no período correto.

Nos meses frios é possível fazer mergulho com cilindro e flutuações, nos 40 metros de profundidade que a lagoa chega a ter! É um lugar propício também para curtir a prática com snorkel, nessas águas doces e cristalinas.

Abismo Anhumas

Abismo Anhumas
Fonte: 1001 Dicas de Viagem (Flickr)

Para fazer a flutuação no abismo você vai precisar da roupa de neoprene pois, diferente das flutuações anteriores onde as temperaturas ficam em torno de 23 graus, nessa você vai encarar 18 graus – mas não se preocupe porque, com a roupa, fica muito mais confortável.

O abismo é, na verdade, uma caverna com lago no fundo – lago que só pode ser acessado por meio de rapel, são cerca de 72 metros.

É uma área bem aberta, com exceção do buraco que dá acesso lá no alto – esse é bem apertado e é por ele que passa a luz que ilumina o lago.

Feita a descida de rapel, a qual você, na verdade, só senta e curte a descida – pois automatizam esse processo – a segunda parte da atividade é o mergulho ou flutuação, dependendo do que você escolheu.

Ambas maneiras de exploração são iluminadas com lanterna ou, se você for em dezembro ou janeiro, o feixe de luz que entra pelo buraco é maior e o lago é iluminado naturalmente. É tudo lindíssimo e hipnotizante.

Boca da Onça

Boca da onça
Fonte: 1001 Dicas de Viagem (Flickr)

Localizada a cerca de 55 km de Bonito, MS, o passeio feito na Boca da Onça é o rapel, que acontece em uma plataforma de estrutura metálicas com comprimento de 34 metros e avança sobre o precipício que se estende por cerca de 15 metros.

É nessa plataforma que o guia irá preparar os equipamentos e passará as instruções para que você comece a descida dos 90 metros de altura.

Nesse passeio radical você tem uma vista incrível do cânion do Rio Salobra e seus paredões de rocha calcária. E depois da aventura você poderá continuar por uma trilha por uma plataforma de madeira e aproveitar para tomar um banho de cachoeira ali mesmo.

Esse atrativo ainda conta com restaurante, afinal, é preciso recarregar as baterias, não é? Além disso, também tem lojas, banheiros adaptados, ducha natural e piscina com água doce corrente.

Esta descida é diferente de rapel convencional, ou saltos radicais como o bungee jump. É uma descida feita para você apreciar a vista, sem muito esforço, assim, recomendada a todos.

Quais os pontos positivos e pontos negativos?

Bom, agora você conhece um pouco algumas atrações do Nascente Azul, chegou o momento de pensar se é um passeio que vale a pena ou não para você e a sua família.

Para te ajudar com isso, separamos alguns pontos que mais se destacaram, tanto os positivo quanto os negativos.

Pontos positivos:

  • Estrutura acessível para cadeirantes e trilhas adaptadas;
  • Ambiente e espaço organizado;
  • Equipe preparada para os atrativos e conteúdo;
  • Muita área verde para conhecer e água para todo lado!

Pontos negativos:

  • Em algumas atividades na água não é permitida a utilização de repelente ou de protetor solar;
  • O preço de consumação pode ser classificado como sendo de médio a alto no Balneário Nascente Azul.
  • Voltado para natureza e esportes, sem muitas opções fora desse circuito.

É importante salientar que os pontos levantados como “negativos” não são citados para que te impeçam de fazer o passeio, mas para que você esteja ciente do que esperar e possa se programar da melhor maneira possível.

O Balneário Nascente Azul Vale a Pena Mesmo?

Balneário Nascente Azul
Fonte: Transmundi Operadora (Flickr)

É sério, gente: a região de Bonito é um local encantador que ainda está relativamente intocado, e não recebe aquele enxame de pessoas nem tem um preço tão salgado quanto Fernando de Noronha, por exemplo.

Tudo de bom que você poderia fazer em Noronha, terá por aqui, excetuando-se as praias. Mas a natureza, as trilhas e os rios são de beleza similar, afinal, isto é Brasil!

Capriche no seu roteiro, esteja pronto para o check in e se transporte para este paraíso!

Confira nosso e-book e aproveite sua viagem da melhor forma.

Perguntas e respostas

Onde fica o Balneário Nascente Azul?

O Balneário está a cerca de 34 km do centro de Bonito, que é uma cidade conhecida como o centro de ecoturismo do Mato Grosso do Sul.

O que levar na Nascente Azul?

Para o passeio é recomendado levar câmera fotográfica, chinelo, dinheiro em espécie, roupa de banho, toalha e roupa leve. É importante lembrar que protetor solar e repelente são produtos proibidos, então, a dica é investir em blusas com fator de proteção solar.

Qual escolher: Nascente Azul ou Bonito?

O Balneário Nascente Azul é uma região de Bonito, que concentra algumas das melhores atrações da cidade. Se está vindo à cidade com pouco tempo e quer aproveitar o máximo de uma vez, venha para a Nascente Azul.

Quais são os melhores locais para mergulhar em Nascente Azul?

A flutuação é o esporte mais praticado nas águas límpidas da região, também chamada pantanal sul, e os locais mais indicados para a prática são: Abismo Anhumas, Lagoa Misteriosa, Rio Sucuri e Rio da Prata.