Campos do Jordão em julho: 10 dicas de atrações para curtir no mês

Está pensando em viajar para Campos do Jordão em julho?

Sem dúvida, essa é uma das melhores épocas do ano para visitar a cidade. Afinal de contas, é no mês de julho que acontece um dos principais festivais da região: o Festival de Inverno.

Além disso, como em julho faz bastante frio em Campos do Jordão, esse é o melhor mês para conhecer os centros gastronômicos, as fábricas de chocolate, os parques de aventura, as cervejarias e os museus, por exemplo.

A seguir, confira os 10 melhores passeios para fazer em Campos do Jordão em julho!

Como aproveitar Campos do Jordão em julho da melhor maneira possível?

O mês de julho é um dos mais atrativos para visitar Campos do Jordão. Além de ser o período mais frio do ano na região serrana, ainda faz sol e tempo bom quase todos os dias e acontecem vários eventos especiais.

Por isso, essa época do ano é perfeita para visitar as cervejarias, centros gastronômicos, fábricas de chocolate, museus e parques de aventura.

Quer saber o que fazer em Campos de Jordão em julho? Então, confira a seguir 10 passeios para fazer na cidade durante a alta temporada!

1. Festival de Inverno de Campos do Jordão

Festival de Inverno Campos de Jordão
Fonte: Deni Williams (Flickr)

Durante o mês de julho, ocorre o maior e mais importante festival de música clássica da América Latina, o Festival de Inverno de Campos do Jordão. Ele começou a ser realizado na cidade em 1970, inspirado no Festival de Tanglewood.

Atualmente, o evento possui uma programação bastante variada, com cursos de formação musical e mais de 60 apresentações de recitais, orquestras e grupos de câmaras.

A sede oficial do Festival de Inverno é o Auditório Cláudio Santoro, porém também ocorrem apresentações no Palácio Boa Vista, na Praça Capivari, na Sala São Paulo, na Igreja de Santa Teresinha e na Igreja São Benedito.

Então, se a sua viagem estiver programada para um dos dias em que ocorrerá o Festival de Inverno, vale a pena conferir a programação do evento.

2. Fábrica de Chocolate Araucária

Fábrica de chocolate Araucária
Fonte: moniquemagaldi (Flickr)

Chocolate e frio combinam perfeitamente, não é mesmo? O melhor de tudo é que a cidade de Campos do Jordão possui uma enorme variedade de produtores de chocolate, como a Fábrica de Chocolate Araucária.

Ao fazer um tour pela fábrica você vai conhecer onde são produzidos os doces e conhecer o Museu do Chocolate.

No final, você pode visitar a loja, que vende os mais variados tipos de doces, chocolates e salgados, e a cafeteria da Fábrica de Chocolates Araucária, onde você pode se deliciar com um delicioso fondue e chocolate quente.

A visita na fábrica de chocolates Araucária é gratuita e você pode fazê-la sozinho todos os dias da semana a partir das 10h00.

3. Cervejaria Baden Baden

Cervejaria Baden Baden
Fonte: MTur Destinos (Flickr)

Diferente do que muitos pensam, cerveja também pode combinar com o clima em Campos.

Por isso, ao visitar Campos do Jordão em julho, não deixe de conhecer a cervejaria Baden Baden.

Essa fábrica é onde a primeira cerveja artesanal do Brasil foi produzida, e também é a que movimenta o consumo dos demais fabricantes e vendedores de cerveja da cidade.

Ao visitar a Baden Baden, você terá a oportunidade de conhecer o processo de produção da cerveja, conhecer sua composição e aprender como comprar, consumir e armazenar a bebida corretamente.

O tour termina na loja da cervejaria, onde você pode comprar 5 tipos de chope e 8 tipos de cerveja, além de vários outros produtos.

O ingresso da Cervejaria Baden Baden custa R$ 30,00. Agende a visita com antecedência no site oficial.

4. Festa da Cerejeira em Flor

Festa da Cerejeira em Flor
Fonte: Paulo Roberto de Souza (Flickr)

Outro evento que ocorre em Campos do Jordão em julho e agosto é a Festa da Cerejeira em Flor. Esses são os meses em que a florada do Parque da Cerejeira, que possui mais de 400 árvores, atinge o seu auge.

Além de admirar as flores da cerejeira por toda a cidade, durante o evento também ocorrem apresentações artísticas de dança e música, bem como exibição de artes marciais no Jardim Oriental.

A culinária japonesa também ganha destaque durante a Festa da Cerejeira em Flor.

A sede principal do evento é o Parque da Cerejeira. Durante a festa, a entrada custa R$ 20,00. Já nos outros dias do ano, a entrada custa R$ 18,00.

Por ser um evento beneficente, toda a renda arrecadada é usada para manutenção do Recanto de Repouso Sakura-Home e para o tratamento dos idosos que estão internados lá.

5. Vila Capivari

Vali Capivari
Fonte: Uéslei (TripAdvisor)

A Vila Capivari é o centro histórico de Campos de Jordão. Lá você encontra as melhores lojas, restaurantes, bares, chocolaterias, shoppings, cervejarias e muito mais.

O mais legal é que a Vila Capivari lembra muito as pequenas cidades europeias, com uma arquitetura de estilo alpino.

Se viajar para lá em julho, não deixe de conhecer as lojas de chocolates e os restaurantes especializados em fondue do centro histórico. Além disso, a Vila Capivari tem uma vida noturna bastante agitada e é ideal para quem quer realizar atividades a pé.

De uma forma ou de outra, é muito provável que você passe pela Vila Capivari, pois lá é o ponto de partida de diversos passeios e costuma receber atrações do Festival de Inverno.

6. Parque Amantikir

Amantikir
Fonte: Joanilo Viana (Flickr)

O Parque Amantikir também é um dos lugares mais procurados em Campos do Jordão em julho.

Ele possui mais de 700 espécies de plantas e 28 jardins temáticos em 60 mil m². Ou seja, esse é o melhor lugar para admirar a paisagem e a natureza da Serra da Mantiqueira.

Geralmente, os visitantes gostam muito de conhecer a casa da árvore com vista para as montanhas, caminhar pelo labirinto de arbustos e pelos caminhos cheios de araucárias.

Lá também é possível fazer trilha e subir no mirante para admirar a cidade de cima.

Apesar do ingresso para o Parque Amantikir não ser um dos mais baratos (R$ 60,00 para adultos), o passeio vale a pena. O local tem uma boa estrutura, com lanchonete, serviço de visita monitorada, loja de presentes e estacionamento.

7. Bosque do Silêncio

Bosque do Silêncio
Fonte: MTur Destinos (Flickr)

Para quem gosta de atividades radicais, o Bosque do Silêncio é uma boa opção de passeio para fazer em Campos do Jordão em julho. O parque tem 180 mil m².

Lá você encontra belas paisagens, espelhos d’água e partes com mata atlântica preservada para fazer algumas atividades de ecoturismo.

Como no mês de julho faz bastante frio na cidade, o melhor é evitar atividades com água. Uma boa ideia é aproveitar para fazer circuitos de arvorismo e alugar bicicletas para fazer trilha.

Atualmente, o Bosque Silencioso possui o maior circuito de arvorismo de Campos do Jordão, com 28 travessias e duração de até 3 horas.

No final, você ainda pode descansar na cafeteria do parque e conhecer a loja de artesanatos.

8. Palácio Boa Vista

Palácio Boa Vista
Fonte: Vitor Frost (Flickr)

A princípio, o Palácio Boa Vista foi construído para ser a casa de inverno do Governador do Estado de São Paulo. Por isso, a sua decoração segue o estilo dos palácios e castelos europeus.

Ao todo, são 105 cômodos decorados com peças dos séculos 17 e 18.

Hoje em dia, o Palácio Boa Vista é um museu importante para a cidade de Campos do Jordão. Ele possui obras de artistas renomados, como Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral.

Além disso, lá também há uma cafeteria estilo pub com vista para o Vale do Paraíba.

Perfeito para as fotos!

9. Pico do Itapeva

Pico do Itapeva
Fonte: Fernando Stankuns (Flickr)

Apesar de ficar em Pindamonhangaba, o Pico do Itapeva só tem acesso asfaltado por Campos do Jordão.

No topo da montanha, a 2.030 metros de altura acima do nível do mar, você pode ver 15 cidades do Vale do Paraíba.

Porém, como em julho faz bastante frio e o Pico do Itapeva é naturalmente gelado, é bom ir agasalhado e fazer atividades que aqueçam, como trilhas, passeio a cavalo, de bicicleta e de moto.

O melhor é que, como nesse mês quase todos os dias são ensolarados, fica mais fácil observar a paisagem com o horizonte limpo.

Além disso, o Pico do Itapeva é um bom lugar para economizar nas compras, já que pequenos produtores costumam ficar perto do lago vendendo produtos típicos da região por um preço bastante acessível.

10. Estação Emílio Ribas

Estação Emílio Ribas
Fonte: Fernando Picarelli Martins (Flickr)

Por fim, a estação Emílio Ribas é parada obrigatória para quem vai para Campos do Jordão no mês de julho, pois é de lá que partem os principais passeios da cidade, como o trem, a Maria Fumaça e o tour de bondinho.

O local também abriga a Estrada de Ferro de Campos do Jordão, que é de onde parte o teleférico para o Morro do Elefante.

Posts Relacionados

E aí, vai curtir Campos do Jordão em julho?

Sem dúvida, visitar Campos de Jordão em julho é uma experiência incrível, especialmente se você gosta de frio.

Apesar da cidade estar mais cheia nessa época do ano, os principais eventos acontecem nessa época, como o Festival de Inverno e a Festa da Cerejeira em Flor.

Além disso, o frio combina perfeitamente com a gastronomia típica da região. Por isso, a viagem vale a pena!

Quer continuar recebendo as melhores dicas e descontos de viagem? Então, continue acompanhando o ViagemClub!