O que levar para Bonito, no Mato Grosso do Sul? Veja como preparar a bagagem!

Destino definido, passagens compradas para o paraíso do ecoturismo, passeios garantidos, tudo certo para a viagem. Não, ainda não. Muitos viajantes esquecem que um dos pontos mais importantes é decidir o que levar para Bonito na mala.

Afinal, com a roupa certa para o clima que você vai enfrentar, itens essenciais para tonar sua viagem a mais tranquila possível, equipamentos que podem te ajudar a poupar dinheiro durante os passeios, entre tantos outros pontos que devem ser levados em conta para que não exista dor de cabeça.

Com o objetivo de te ajudar, para que sua viagem para Bonito seja recordada pelas belíssimas paisagens e não pelo estresse, aqui vai uma lista com tudo o que você pode precisar.

Faça um checklist, separe o que for necessário e aproveite.

Quando é bom para conhecer Bonito, MS?

Arrumando as malas
Fonte: Claus Isenberg (Flickr)

Essa é uma pergunta difícil de responder.

Bonito é incrível durante o ano todo, o que vai influenciar é o que você deseja fazer na cidade e, a depender do clima, se conseguirá aproveitar ou não tudo o que planejou.

Confira os detalhes de cada clima e decida em qual época sua viagem para Bonito deve acontecer.

Período de outubro até março – durante o calor

Protetor Solar
Fonte: Bianca TF.

De outubro a março é considerado o período de calor na cidade e também alta temporada (meses de dezembro e janeiro), já que a maioria dos turistas procura conhecer as inúmeras cachoeiras e trilhas do lugar.

Aqui o sol está no seu ponto mais alto, então, cuidado com a desidratação e queimaduras solares, por isso não esqueça do protetor solar.

O que levar para Bonito na mala nesse período?

Para o período de calor, o aconselhável é levar na mala roupas leves.

Quando se pensa nos homens, camisetas soltas, bermudas tactel, sunga ou short de banho para o dia.

Para a noite pode manter o visual leve, mas um pouco fechado, como camisas polo e roupas de dormir. Caso planeje fazer rappel, inclua uma calça de abrigo.

Já para as mulheres, shorts e camisetas, calça legging caso planeje rappel, biquíni ou maiô para roupa de banho.

Para a noite, um vestido ou conjunto leve, porém um pouco mais fechado, devido à brisa ser um pouco mais fria nesse horário, além das roupas de dormir.

No frio (nos meses de abril, maio ou setembro)

Casaco
Fonte: pink_apple (Flickr)

Aqui ainda não é inverno.

Abril e maio são meses mais frescos, quando a temperatura cai um pouco mais e a brisa fica mais fresca. Já setembro é após o inverno, mas o clima é o mesmo que abril e maio.

Você consegue aproveitar todos os passeios e destinos normalmente, apenas a água e a noite ficam mais frescas.

E nesse período, o que levar?

Considerando o frio, o recomendado é levar as roupas do verão, mas incluir na mala alguns casacos leves, para quando sentir um pouco de frio.

À noite pode esfriar um pouco mais também. Dicas para esse horário incluem pensar em roupas que cubram um pouco mais o corpo, casacos leves ou cachecóis.

Aproveite para conhecer a Taboa Bar, um boteco gastronômico em formato de uma choupana tropical. Muito bem recomendada!

Durante o inverno (período de junho a agosto)

Aqui o clima esfria de verdade na região. Entre os meses de junho, julho e agosto, a temperatura cai consideravelmente no Mato Grosso do Sul e principalmente em Bonito, rodeado por águas.

Talvez sua mala para Bonito fique um pouco maior nessa época.

Durante o frio, você levará todos os tipos de roupa recomendados nos climas anteriores, com a diferença do casaco e roupas para a noite. Nesse período, o ideal é incluir um casaco bem mais pesado, suéteres e roupas de malha.

Inclua também uma calça jeans para a noite, roupas que cubram o corpo todo e ajudem a não passar frio.

Posts Relacionados

Itens necessários para passeios e trilhas em Bonito

Segundo normas para preservação e proteção de todo o ecossistema existente em Bonito, os visitantes somente poderão visitar as cachoeiras, fazer as trilhas e passeios de flutuação com uma agência e guia contratados.

Por isso, entre em contato com antecedência e pesquise os preços dos passeios, reserve o que você deseja e busque informações sobre o que é necessário levar.

E durante os passeios, por exemplo, é preciso levar toalha de banho. Você pode optar por levar uma na mala ou pegar/alugar no seu hotel. Um saco plástico ajuda muito também.

Passeios de flutuação e mergulho

Snorkel e Mascára
Fonte: Christian Córdova (Flickr)

No caso das flutuações você precisará, basicamente, do equipamento fornecido pelo próprio passeio e de snorkel. Caso tenha um snorkel, seria interessante verificar se existe a possibilidade de desconto ao levar o seu.

Não custa nada tentar.

Vale ressaltar que um passeio em Bonito/MS possui toda uma estrutura, com fornecimento de:

  • Roupa neoprene;
  • Snorkel;
  • Sandálias antiderrapantes;
  • Máscara.

Isso tudo incluso no ingresso que você adquire com a agência.

O passeio de flutuação pode ser feito nos mesmos lugares que os mergulhos como Lagoa Misteriosa, Rio da Prata e Nascente Azul. Para quem deseja mergulhar, o passeio também vem com os cilindros e equipamentos necessários.

Trilhas e cachoeiras

As trilhas e cachoeiras de Bonito ressaltam a beleza do lugar e acendem o espírito de aventura dos viajantes. Esses lugares são o que tornam o estado do Mato Grosso do Sul dono de um dos maiores santuários e destinos do ecoturismo do Brasil.

Porém, para alguns lugares como a Serra da Bodoquena, Boca da Onça ou Estância Mimosa, o colete de salva-vidas está incluso no pacote fechado com a agência.

Assim, você pode optar por alugar as sapatilhas antiderrapantes, assim evita estragar o seu calçado por algum motivo.

Os passeios de aventura como tirolesa, rapel, bóia cross e rafting, assim como todos os outros, também possuem todos os equipamentos necessários inclusos. Portanto, não se preocupe.

Itens básicos que não podem faltar na sua viagem

Agora que você já sabe o tipo de roupa que vai levar em cada clima e o que é necessário durante os passeios, chegou a hora de definir os itens básicos e essenciais que não podem faltar.

Cuidado com o tamanho das malas. Muitas vezes colocamos coisas demais sem necessidade, principalmente roupas que são as que mais pesam e ocupam espaço.

Roupas

Biquínis para praia
Fonte: Filipe Diniz (Flickr)

Como falado acima, esse item é o mais difícil na hora de decidir o que levar e o que não levar, mesmo sabendo as que melhor se adaptam ao clima.

Entre as mais variadas dicas e soluções, o ideal é você separar uma muda de roupa para cada horário (manhã, tarde e noite) e verificar a possibilidade de reaproveitar alguma roupa, principalmente nas saídas da noite.

Dessa forma, você não levará tanta coisa e terá espaço para trazer diversas lembrancinhas e presentes na volta para casa.

Não esqueça dos itens essenciais!

Esses e os itens de higiene pessoal são os que devem entrar primeiro na sua mala para evitar que esqueça ou que pense ser desnecessário por falta de espaço. A lista varia de pessoa para pessoa, mas de forma básica temos:

  • Roupas de banho;
  • Repelente;
  • Protetor solar;
  • Roupas leves;
  • Calçados apropriados (tênis, chinelo, rasteirinha, etc.);
  • Blusa UV;
  • Roupas íntimas;
  • Creme para a pele;
  • Chapéu/boné;
  • Agasalhos (se o clima for frio ou de inverno);
  • Calça jeans, caso pretenda andar a cavalo.

Caso deseje sair à noite e passear pela cidade, pode levar algum outro tipo de calçado, mas o recomendado é levar apenas o essencial mesmo.

Se esquecer alguma roupa ou item que possa ser comprado em qualquer loja, o centro de Bonito oferece essa solução. A câmera fotográfica é obrigatória para fotos, mas se vai mergulhar, opte por alugar a câmera aquática no local.

Garantir fotos submersas com as belezas exuberantes da fauna aquática não tem preço. E não vamos esquecer o carregador do celular. Em alguns rios e cachoeiras, não é permitida a entrada com repelente e protetor solar no corpo.

Procure informações com antecedência para não perder o passeio. Essa medida visa a proteção e preservação da natureza, garantindo a continuidade do destino do ecoturismo na região.

Calçados

Sandalias
Fonte: Zul (Flickr)

Em consideração aos calçados, escolha rasteirinha presas ao pé, chinelos e tênis, a depender dos passeios que você vai fazer. Pense em calçados que, se possível, que não danifiquem em contato com a água.

Durante os passeios, você entrará na água várias vezes, então é bom pensar antes de usar aquela sandália ou tênis que se desmancha com água demais.

Higiene pessoal

Escova de dentes
Fonte: rosana hermann (Flickr)

Esses são os mais básicos e que estão em todas as viagens, mas por serem tão básicos sempre esquecemos algum deles. Segue a lista da maioria dos itens que não pode faltar nas malas dos turistas:

  • Escova de dente e creme dental;
  • Hidratante labial;
  • Desodorante;
  • Toalha de banho (para quem prefere levar a sua);
  • Shampoo e condicionador;
  • Máscara hidratante para cabelo (você vai precisar);
  • Sabonete;
  • Barbeador;
  • Perfume;
  • Creme hidratante.

Você, que escolhe Bonito como ponto de turismo, que chega com diversas formas de diversão e opções de passeio pela natureza, com certeza terá na sua lista rios como o Rio Sucuri, cachoeiras, grutas, o Abismo Anhumas (veja aqui) e, sem sombra de dúvida, deseja conhecer o cartão postal do paraíso: a Gruta do Lago Azul.

O que muitos esquecem é que tudo isso será feito com um sol escaldante sobre sua pele, nas águas de Bonito que são ricas em calcário e magnésio e que ressecam o cabelo absurdamente, além do magnésio ter um efeito laxante, por isso, não beba água do rio.

Com tantos atrativos, é normal esquecer esses detalhes. Para evitar que sua viagem seja interrompida por motivos de saúde, lembre sempre de passar protetor solar durante passeios que permitam e creme hidratante quando voltar para o hotel.

Lave bem seus cabelos com shampoo e condicionador e aplique uma máscara para diminuir o aspecto ressecado. Quando voltar para casa, o cabelo volta ao normal.

Use repelente: para quem tem alergia, pode ser terrível não usar.

Com todas essas dicas, é impossível não aproveitar o que a natureza te presenteia. Tire muitas fotos: é obrigatório!

Dinheiro na mão

Dicas como essa devem ser levadas para qualquer viagem. Sempre tenha dinheiro na mão para qualquer tipo de emergência – se o cartão não passar ou se o lugar não aceitar, por exemplo.

Uma dica importante: não espere chegar na cidade para sacar dinheiro em algum lugar, pois pode acontecer de não ser possível. Em Bonito/MS, existem apenas 4 bancos: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Sicredi e Bradesco.

Caso você tenha uma conta no banco Santander, por exemplo, não conseguirá sacar. Claro que sempre é possível recorrer a terminais de atendimento automático, os famosos “bancos 24 horas”, mas, por via das dúvidas, evite problemas e antecipe a necessidade.

Se possível, saque antes da viagem ou ainda em Campo Grande.

Mala pronta para seguir viagem!

É inegável que Bonito honra o nome que tem, com tanta beleza em um só lugar. Mato Grosso do Sul é um estado que tem o maior local de ecoturismo do Brasil.

E se você tem vontade de conhecer Bonito, não precisa pensar duas vezes.

Portanto, aproveite todas as dicas, monte um checklist para não esquecer nada e um roteiro com o que deseja conhecer e se jogue. Mala pronta, siga viagem e divirta-se!

Perguntas e respostas

Como as pessoas se vestem em Bonito, MS?

A roupa vai depender do clima que predomina na época que você escolheu para viajar. Se for o clima quente, prefira roupas leves e confortáveis. Se o clima for frio, inclua um agasalho. Se for inverno, invista em casacos pesados.

Tem borrachudo em Bonito?

Os borrachudos são pequenos insetos que vivem em águas em movimento e, em Bonito, tem muito borrachudo e pernilongo - muito mesmo. Então, não esqueça, de forma alguma, do repelente. Ele irá lhe salvar.

Como é a vida noturna na cidade?

Para quem não sabe, Mato Grosso do Sul segue o fuso-horário UTC-4, sendo que o horário de Brasília é UTC-03, ou seja, o estado está a uma hora atrás em comparação com todos o Brasil (exceto Amazonas Pernambuco, Espírito Santo e Rio Grande do Norte, que também têm fuso-horários diferentes). Como as opções atrativas começam muito cedo, à noite, o movimento da cidade é fraco. Geralmente, o movimento diminui por volta das 22h.