Bonito em julho: como aproveitar durante o mês?

A cidade de Bonito é uma das mais procuradas por turistas no Brasil e isso acontece pela incrível infraestrutura para turismo que o local contém, além dos passeios incríveis que podem ser aproveitados durante a estadia na região.

Se você está pensando em visitar Bonito no mês de julho, pode se perguntar como desfrutar das atividades do local da melhor forma, sem perder nenhum passeio disponível.

Com cachoeiras, rios, grutas e piscinas naturais, a cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, pode oferecer uma experiência inesquecível, basta apenas saber como aproveitar.

Pensando nisso, separamos o guia completo para você aproveitar tudo o que puder na cidade de Bonito nesse mês.

Assim, você saberá tudo o que precisa sobre principais atrações, informações sobre a região na época e o que levar na mala nessa época do ano. Continue lendo e saiba mais!

Como aproveitar Bonito em julho da melhor maneira possível?

O mês de julho é aquele em que geralmente acontecem as férias escolares. Mas, se combinados a uma folga no trabalho, podem resultar em uma incrível e inesquecível viagem.

Em Bonito/MS não seria diferente.

A cidade é totalmente preparada para receber os visitantes no friozinho de julho, ideal para o turismo na época.

Se você quer saber o que fazer em Bonito neste mês do ano, listamos as principais atrações a seguir!

1. Visitar a cachoeira Boca da Onça

Boca da onça
Fonte: 1001 Dicas de Viagem (Flickr)

Ideal para os que querem se refrescar em uma boa cachoeira e aproveitar uma aventura inesquecível no processo, a Boca da Onça é uma das principais paradas que você deve fazer em Bonito.

Localizada a quase 70 km da cidade de Bonito, a Boca da Onça é a mais alta cachoeira do Mato Grosso do Sul, com 156 metros de altitude.

Para chegar até o local, você irá precisar fazer uma trilha por 4 km de uma incrível flora do Pantanal que irá tirar o seu fôlego.

Além disso, durante as trilhas, você conhecerá outras cachoeiras e terá direito a até 4 paradas para aproveitar um bom banho nos rios.

O percurso só pode ser feito com acompanhamento de um guia. Assim, você terá a segurança da sua família garantida e conseguirá aproveitar o lugar o melhor possível.

Se você busca adrenalina, uma paisagem incrível e um passeio inesquecível, não pode deixar de conhecer a cachoeira Boca da Onça.

2. Conhecer a Gruta do Lago Azul

Gruta do Lago Azul
Fonte: Explora 4×4 (Flickr)

A Gruta do Lago Azul é cartão postal sul mato-grossense, visitada por quem vai à Bonito em qualquer época do ano.

Por se tratar de uma gruta, o percurso se inicia na parte superior e então você faz uma leve caminhada até chegar no fundo da gruta.

Ao chegar, você tem a oportunidade de tirar incríveis fotos no lago em um tom de azul-marinho que irá te deixar sem fôlego.

A luz do sol refletida nas paredes da gruta forma paisagens incríveis na água, tornando a experiência ainda mais paradisíaca para quem visita.

O percurso dura em média de duas a três horas e você consegue aproveitar cada segundo nesse lugar maravilhoso que a região oferece.

3. Descanso no Balneário do Sol

Balneário do Sol
Fonte: Sven Vietmeier (Flickr)

Uma boa opção após um dia cansativo de atividades é visitar o Balneário do Sol, localizado nas margens do Rio Formoso, um dos mais conhecidos na região.

Além do próprio rio, que oferece um relaxante banho aos visitantes, você também pode aproveitar as piscinas naturais dispostas no lugar para garantir a diversão de quem visita.

Para os que curtem águas mais agitadas, o local também conta com cachoeiras que te proporcionarão uma experiência inesquecível.

O Balneário do Sol conta com uma infraestrutura totalmente adequada para a recepção de visitantes em meio à natureza.

Então, se aventurar no trampolim, descer de tirolesa, jogar vôlei ou até mesmo futebol de areia são algumas das atividades que os turistas podem fazer no local.

Além disso, o Balneário do Sol tem serviços para toda a família, como restaurantes para um almoço. Ou até mesmo parque para as crianças fazerem a festa no lugar.

A flora do balneário, junto ao frio de julho, tornam o local um dos lugares mais procurados e uma atração imperdível para quem visita Bonito.

4. Flutuar na Nascente Azul

Flutuação na Nascente Azull
Fonte: Renata Mussano (Flickr)

Caso você prefira aproveitar atividades mais calmas e relaxantes, o complexo de trilhas, mergulhos e turismo chamado Nascente Azul conta com a atividade de flutuação, ideal para você.

Julho é um dos melhores meses do ano para flutuar em Bonito devido à temperatura amena das águas, que fica por volta de 22 ºC.

Assim, você consegue aproveitar essas águas em tons azulados e flutuar na Nascente Azul durante a sua viagem à cidade do Pantanal.

A transparência da água permite que você veja, além da incrível paisagem, peixes e outros animais aquáticos da região.

Centro do turismo em Bonito, a Nascente Azul oferece trajes que regulam a temperatura corporal para o passeio.

5. Aproveitar a Lagoa Misteriosa

Flutuação na Lagoa Misteriosa
Fonte: Lucas Marinho (Flickr)

A Lagoa Misteriosa é uma das principais atividades a serem feitas na região de Bonito, principalmente durante o inverno em julho.

O lugar é, na verdade, uma caverna com mais de 220 metros de profundidade, inundada com águas cristalinas tão bonitas que chegam a tirar o fôlego das pessoas.

O endereço da Lagoa Misteriosa é, na verdade, em Jardim, lugar super próximo à Bonito, apenas 50 km de distância.

Na caverna, você consegue fazer algumas atividades como flutuação e mergulho no incrível lago em tom azul- marinho.

Julho é um dos meses do ano mais recomendados para ir ao local, pois a temperatura amena da água faz com que a atividade seja ainda mais confortável.

6. Aprender mais com o Projeto Jiboia

Projeto Jibóia
Fonte: alexandre Barreto da silva (Flickr)

O Projeto Jiboia é um dos lugares que você deve conhecer ao visitar esse ponto turístico caso procure informação e adrenalina.

Não recomendado para os que têm medo de cobras, o projeto conta com incríveis palestras sobre esses animais magníficos e suas particularidades.

A principal conversa que você terá durante as palestras é sobre o perigo das cobras, enquanto os idealizadores te tranquilizam quanto a isso.

Durante a visitação, você também consegue pegar cobras consigo ou observá-las de longe com os palestrantes.

Assim, se você busca aventura e mais conhecimento, não pode deixar de visitar essa atração durante a sua viagem.

7. Visitar a Gruta de Nossa Senhora Aparecida

A Gruta de Nossa Senhora Aparecida é um dos lugares mais visitados por quem viaja à Bonito e procura mais bagagem cultural.

Ao contrário da Gruta do Lago Azul, a de Nossa Senhora Aparecida não dispõe de água alguma e é apenas um enorme salão com piso inclinado.

A paisagem do local é constituída de grandes espeleotemas, alguns se assemelhando a anjos, o que torna a Gruta de Nossa Senhora Aparecida ainda mais incrível para visitação.

Se você busca conhecer um lugar magnífico e extremamente diferente de tudo o que já viu, essa é uma das grutas que você não pode deixar de visitar em Bonito.

8. Conhecer a Estância Mimosa

Estância Mimosa
Fonte: R3TROVI5OR (Flickr)

Outro ponto imperdível para quem vai conhecer a região é a Estância Mimosa, famosa entre os turistas na região.

Uma das trilhas mais famosas em Bonito, a Estância Mimosa é um conjunto de cachoeiras que formam paisagens paradisíacas para quem visita.

O percurso é totalmente feito com a ajuda de um guia, para garantir mais segurança, e conta com alguns mirantes nos quais você poderá observar a incrível vista do lugar.

Para fazer a trilha, você irá realizar uma leve caminhada que passa por oito cachoeiras diferentes, cada uma mais incrível que a outra.

Assim, você consegue aproveitar um banho relaxante nas cachoeiras, tirar incríveis fotos ou apenas desfrutar do ambiente aconchegante que a Estância Mimosa proporciona.

Posts Relacionados

Como é o clima de Bonito em julho?

Durante o mês de julho ocorre o inverno na região, o que torna as viagens ainda mais aconchegantes e confortáveis com um bom friozinho.

Essa época do ano no Pantanal da cidade brasileira do turismo faz com que as águas cristalinas fiquem em temperaturas amenas, devido a estação seca, e criem paisagens incríveis.

Visitar grutas, fazer mergulho, conhecer as cavernas e outros lugares de Bonito são algumas das várias opções para se divertir no local. Afinal, Bonito é cartão postal do turismo no Brasil.

Com a temperatura amena, a cidade se torna ideal para a realização de atividades com toda a família durante o inverno em Bonito.

Dessa forma, atrai turistas do país inteiro para conhecerem a natureza e as principais atrações do local.

O que levar na mala durante esse mês?

Se você pensa em visitar Bonito durante essa época do ano, deve começar a se preparar para conhecer as atrações da cidade sul mato-grossense.

Por se tratar de inverno na região, lembre-se de fazer um grande favor ao seu corpo e colocar aquele casaco para evitar frio .

Além disso, é bom levar consigo toalhas reforçadas, roupas de frio e protetor solar para os passeios em cachoeiras e rios, expostos ao sol.

Por fim, não esqueça de levar consigo uma dose de aventura e um muito entusiasmo, para aproveitar tudo o que o lugar tem a oferecer!

Veja também: Vale a pena conhecer a Serra da Bodoquena – aqui.