O que Fazer em Bonito a Noite? 7 Dicas para Aproveitar a Cidade

Bonito é uma cidade com opções inacreditáveis de passeios, que devem ocupar seu dia inteiro e deixar no desejo que ele nunca termine. Apesar de Bonito não possuir grandes baladas noturnas, dá para se virar com as dicas de roteiro que trouxemos aqui. Portanto, vamos falar sobre o que fazer em Bonito à noite!

Afinal, após ter gasto as energias com a natureza exuberante da região, durante o dia inteiro, que tal aproveitar o que a cidade tem para mostrar na noite? A ideia é aproveitar ao máximo sua viagem.

Vida noturna na cidade? Confira dicas do que fazer em Bonito a Noite!

Primeiramente, vamos dar aquele panorama do centrinho da cidade. Em seguida, vamos transportá-los aos melhores eventos disponíveis no turno da noite.

Vem com a gente!

1. Ir ao centro da cidade, à noite, em Bonito

Centro de Bonito
Fonte: rodrigo casca (Flickr)

Beleza é Bonito!

O passeio no centrinho clássico da cidade vale para qualquer destino, convenhamos. Agora, quando se trata de uma cidadezinha, tudo se torna ainda mais especial, porque as pessoas e coisas legais se concentram no mesmo local e fica tudo pertinho.

De fato, um despretensioso passeio pelo centrinho não custa nada!

Porém, o centro histórico de Bonito não é muito grande, nem possui muito lazer e entretenimento para todos os gostos.

Entretanto, ninguém fica na mão também: encontram-se bares, restaurantes, cafés, sorveterias, lojinhas, etc.

Uma dica preciosa é não deixar de ir até à Praça da Liberdade dar uma olhada.

Na praça, é possível encontrar duas esculturas de peixes piraputangas, bem iluminadas para servirem de atrativo. São xodózinhos da cidade, aquele local para levar a foto que prova que você esteve lá.

O “Monumento das Piraputangas” é um cartão-postal querido da área urbana.

Em seguida, jantar em um dos restaurantes ou bares das ruas em torno da praça é outra atividade noturna que vale a pena.

Vamos falar um pouquinho deles?

2. Ir aos restaurantes à noite em Bonito

Juanita
Fonte: Sven Vietmeier (Flickr)

Como em toda cidade meiga e pequena com algum apelo turístico, Bonito (MS) não deixa de explorar a gastronomia.

A culinária é consideravelmente diversificada, partindo dos restaurantes tradicionais aos específicos e sofisticados.

Nossas recomendações especiais para uma autêntica culinária local, sem esquecer também dos deliciosos drinks, são o Juanita e a Casa João. Comida em Bonito não será um problema.

3. Ir aos bares à noite em Bonito

Taboa Bar
Fonte: murilosian (Flickr)

Certo, após o jantar, para quem está afim de mais rolê, vamos aos bares! Como já dito, não é exatamente uma cidade noturna, mas possui seus segredinhos.

Um local que cumpre com louvor o papel de levantar o astral dos turistas noturnos é o Taboa Bar.

De fato, é um bar bastante conhecido na cidade, com tradição e excelência, é considerado um dos bares mais bem frequentados pelos moradores e turistas da localidade.

O bacana é que, além de ser um charme, tem um ambiente que proporciona aos seus clientes o melhor da culinária regional, com drinks gostosos e bem servidos, por exemplo e aquela boa música ao vivo.

4. Casa da Memória Raída, ótima opção de o que fazer em Bonito à noite

Casa da Memória Raída
Fonte: Casa da Memória R (TripAdvisor)

Quer saber um pouco sobre a história de Bonito? Aqui você encontra registros de fotos, relatos, móveis e itens antigos que revelam costumes da região.

A Casa da Memória Raída consiste num pequeno museu de contação de história, no centrinho da cidade, feito para propiciar ao turista um pouco de conhecimento sobre personagens culturais e coisas.

A cultura alimentar também tem espaço e você pode conhecer alguns produtos locais. É museu, cantina e loja, com espaço de leituras, como documentos que revelam episódios da fundação da cidade e seu povo, parte da história do Brasil e do Mato Grosso do Sul.

Além de ser uma visita curiosa por tudo que tem exposto, o visitante pode ouvir contos e causos peculiares sobre Bonito.

O turista tem ainda a oportunidade de adquirir peças artesanais, discos, CDs, livros e até publicações como artigos sobre a história, para levar.

Sobre a cantina da casa, ela vai oferecer gostosos produtos naturais, doces, salgados, por exemplo, enfim, sabores típicos de Bonito. Tudo isso por um precinho acessível, já que os passeios levam um pouco do dinheiro reservado para esta viagem…

O Memória Raída está aberto das 17:00 às 21:00. Já se quiser participar da contação de histórias, é preciso agendamento prévio.

A casa está situada no endereço Rua 29 de Maio, no centro de Bonito.

5. Aquário de Bonito

Aquário de Bonito
Fonte: Sergio Falcetti (Flickr)

Um programa para deleite das crianças e que, sem dúvida, vai encantar os adultos também. O Aquário de Bonito apresenta ricas peças da fauna que habitam os rios da região, tanto de Bonito (Serra da Bodoquena, por exemplo) quanto do Pantanal.

O local é abrigo de peixes raros e uma grande variedade de espécies: são mais de 3 mil peixes numa estrutura com aquários e lagos. E, ainda por cima, se quiser fazer a flutuação nos rios, já pode partir dali mesmo, pois é um aquário natural!

Este viveiro tem 32 tanques que totalizam mais de 150 mil litros de água. Algumas das espécies do local que podem ser observadas são: arraias de água doce, albinos, espécies ornamentais pantaneiras, jaús, cacharas, pintados, cacharas, pacus e dourados, por exemplo.

Assim, neste aquário o visitante poderá ter uma maior ideia sobre a variedade de peixes dessa região. A visitação será feita com acompanhamento de um guia que passa as informações e satisfaz as curiosidades dos visitantes.

Já dentro do aquário, no tanque das arraias, o visitante terá permissão de interagir, alimentando ou até tocando as arraias, tudo com a supervisão do guia profissional.

Acompanhar de perto e compreender melhor a alimentação de peixes carnívoros, como piranhas e outras espécies, é uma cena para gravar bem. O horário deste evento é às 20:00 nas terças, quintas e sábados.

6. Projeto Jiboia, ótimo destino em Bonito, no Mato Grosso do Sul

Projeto Jibóia
Fonte: alexandre Barreto da silva (Flickr)

Um passeio urbano bem curioso e bastante procurado em Bonito é o Projeto Jiboia.

A ideia deste programa é trazer a todos uma experiência diferente, focada na educação ambiental sobre esta espécie: a jiboia.

No projeto, são apresentadas diversas curiosidades e mais algumas dicas sobre esta espécie, e conhecimentos sobre a vida das serpentes. Você vai aprender tudo com o Henrique Neufal.

Para quem gosta de um pouco mais de adrenalina, que tal enfrentar o medo e colocar a cobra no seu pescoço? Sim, é possível.

Assim, a palestra acontece diariamente das 19h às 21h e aborda tópicos como os hábitos das serpentes, alimentação, reprodução e ciclo de vida. O preço do ingresso é de R$ 40 por pessoa. E no final da sessão você pode tirar fotos com as cobras. Um passeio exótico esse, não?

7. Quadriciclo Trilha Boiadeira

Pilotar quadriciclo em Bonito
Fonte: Mari Finamore (Flickr)

Para completar esta sessão que também poderia se chamar de “atividades inusitadas”, aqui vai mais emoção.

Comparado às emoções fortes que a natureza de Bonito proporciona, nem chega perto, mas este passeio tem o diferencial da diversão e do lado excêntrico.

Realizado em quadriciclos individuais ou duplos, este passeio percorre 9 km por dentro da mata da Trilha Boiadeira, e vai passando por obstáculos radicais, aprontados para a diversão dos ciclistas.

Este atrativo pode ser marcado para o período vespertino ou noturno, e fica mais uma dica: nos dias chuvosos a trilha vai ficar ainda mais divertida!

A Trilha Boiadeira leva pouco mais de 1 hora para ser completada. O percurso vai passar pela antiga estrada boiadeira, muito usada antigamente por comitivas de gado como passagem até as fazendas.

No percurso, o trajeto é um pouco íngreme, com pedras, buracos e tudo bem no meio da mata. É aventura pura!

Mas não se preocupe porque é muito seguro, já que os quadriciclos são adaptados para facilitar a locomoção. E você pode inclusive levar um acompanhante na sua garupa. O período da noite fica bem legal para fazer este trajeto.

Mais um toque: a idade mínima para pilotar é de 16 anos, e na garupa, a faixa etária vai de 6 a 15 anos.

Posts Relacionados

Gostou? Agora, venha curtir Bonito!

Apesar de não ser aquela lista cheia de opções para adultos, o que conta é o clima da cidade.

Bonito é um lugar para vir buscar conexão com a natureza, fazer ecoturismo, curtir com as pessoas amadas, dentro de um ritmo mais natural e ameno.

Tenha isso em mente ao fazer essa viagem e deixe as baladas e agitos noturnos para cidades grandes e metropolitanas.

A maioria das atrações vai fazer tão bem quanto uma super festa, com certeza!

Agora é hora de planejar sua viagem e deixar acontecer. Confira, em nosso blog, mais dicas de como curtir muito sua viagem à Bonito e até a próxima!

Perguntas e respostas

O que vestir à noite em Bonito?

Shortinho/bermuda e camiseta quebram bem o galho. Procurem usar um tênis leve, chinelos ou uma rasteirinha. Pode ser uma calça legging (que também vai servir no rapel) ou, para a noite, um vestido leve ou uma camiseta leve que seja mais arrumadinha. Como a programação noturna será comum, não precisa focar em looks de arrasar.