Baixa temporada em Bonito: 4 Atrações para Curtir com Menos Concorrência

Saudações, queridos viajantes desse Brasil amado! Está com desejo de visitar Bonito, mas não sabe qual a melhor época? Essa é fácil: o ano todo. Inclusive, a baixa temporada em Bonito é também uma ótima opção!

Bonito tem atrações para o ano todo, mas você precisa estar atento, pois como as estações lá são muito definidas. Portanto, isso pode te ajudar a escolher a melhor época e os melhores passeios para o seu destino.

Caso você tenha um período muito restrito disponível para um passeio em família, como as férias escolares (fevereiro), por exemplo, não precisa se preocupar.

Mesmo que não esteja tão quente, dá para curtir muito e, caso esteja em busca de tarifas que não sejam tão pesadas, a época de baixa temporada pode ser uma ótima pedida para você.

Ficou interessado (a) ? Vem conosco que vamos te dar boas dicas e informações!

Quando é a baixa temporada na cidade de Bonito, MS?

O calendário de alta temporada (e, também, de baixa) da cidade de Bonito é definido pelo Conselho Municipal de Turismo (Comtur) junto à Secretaria Municipal de Turismo de Bonito (Sectur), todos os anos.

É esse calendário que influencia os preços dos passeios e hospedagens e também o que acaba influenciando na hora de decidir qual o melhor momento para você visitar as atrações da região.

Se você conseguir se planejar, para fugir da muvuca típica do calendário de alta temporada, evite os períodos de férias escolares e feriados como os de carnaval, da páscoa, da Semana Santa, finados, Semana N. Sra. Aparecida (outubro) ou Proclamação da República (novembro).

No período entre dezembro e março, o acúmulo de água aumenta devido às chuvas de verão e é nesse período que os rios estão mais fartos e que as cachoeiras ficam ainda incríveis.

Nos meses entre maio e setembro (estação seca), as chuvas já ficam mais espaçadas. Assim, os rios se tornam mais baixos, mas também é quando as águas ficam mais claras.

Portanto, a paisagem fica mais bonita e o que favorece a prática de para alguns passeios como os de flutuação, um dos principais de Bonito, como os que acontecem no rio da Prata, rio Sucuri e Nascente Azul.

Agora, que tal conhecer um pouco sobre essas atrações?

Posts Relacionados

Passeios para fazer em Bonito durante a baixa temporada

Bonito oferece muitas opções de passeios super interessantes. E, o melhor, todos permitem que você fique em contato direto com a mãe natureza.

Vamos te mostrar algumas das atrações mais legais para a baixa temporada.

1. Nascente Azul: passeio especial para férias escolares

Balneário Nascente Azul
Fonte: Transmundi Operadora (Flickr)

Localizado a cerca de 29 km de Bonito/MS, quem visita o complexo Nascente Azul pode esperar diversas opções de atividade no complexo de ecoturismo que é considerado um dos mais bonitos da região.

Dentre algumas das atrações que o complexo oferece estão a flutuação, muito praticada em Bonito, o pêndulo humano, a maior tirolesa de Mato Grosso do Sul e um balneário incrível e completo para você curtir.

Você pode fazer um mergulho com cilindro também e nem precisa se preocupar se você não é um exímio nadador! Afinal, o complexo possui uma equipe preparada para te dar todo o suporte para você curtir um mergulho com segurança.

O lugar ainda conta com restaurante com muitas opções de pratos saudáveis, frescos e típicos do local e agradam todos os paladares.

Vale a pena conferir!

2. Serra da Bodoquena

Serra da Bodoquena
Fonte: Ariel Quinteros (Flickr)

O Parque Nacional da Serra da Bodoquena fica a cerca de 70 km da cidade de Bonito e é um dos atrativos mais procurados da região.

Assim, quem visita o parque pode desfrutar de piscinas naturais no rio Betione, além de paradas para banhos refrescantes em cachoeiras incríveis ao longo do caminho.

O lugar é uma mistura magnífica de vegetação que você não irá encontrar em outro lugar, pois você encontra traços de Mata Atlântica e do Cerrado. Isso contribui para que a região seja escolhida como casa para várias espécies de animais.

Além de toda essa beleza natural, você pode curtir as diversas atrações que o lugar oferece como quadra de vôlei, quiosque, piscina, tirolesa, passeio de caiaque ou de boia.

Sem dúvidas, é uma experiência maravilhosa.

3. Rio Sucuri

Flutuação no Rio Sucuri
Fonte: mrkraposo (Flickr)

As águas do Rio Sucuri estão entre as mais cristalinas do mundo todo, encantando os felizardos que têm a chance de conhecê-lo.

Sendo um dos pontos turísticos da região, esse é um passeio quase obrigatório para os turistas que vão à Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Alguns dos atrativos que você pode curtir por lá são as trilhas, passeios de barco e flutuação.

O passeio de flutuação, por exemplo, começa com uma trilha de 400m de caminhada pela mata. Ali, você vai observar as nascentes principais que levam até o deque principal, o ponto de partida da flutuação, que acontece a cerca de 1.800m.

Nesse passeio você vai se encantar com a vista da vegetação subaquática, alguns peixes e animais.

Na descida pelo rio, você pode optar também por fazer no barco de apoio: é dele que o guia acompanha todo o percurso.

No final do passeio o Rio Sucuri encontra o Rio Formoso. E, é nesse ponto onde a flutuação termina e os aventureiros precisam voltar para a sede de onde iniciaram o passeio.

4. Rio da Prata

Rio da Prata
Fonte: Silvia Leticia Carrelo (Flickr)

Essa flutuação é uma das mais longas e melhores de Bonito, com duração de cerca de 4 horas, mas é considerada uma das atrações indispensáveis para quem visita a cidade.

A experiência começa com uma caminhada agradável por entre a mata ciliar dos Rios Prata e Olho d’Água.

Durante o trajeto, você passará por bromélias, orquídeas e árvores centenárias.

A flutuação vai acontecer por cerca de 2 mil metros no rio Olho d’Água. Lembrando que os grupos são de, no máximo, nove pessoas – e são sempre acompanhados de guias credenciados.

Ao descer pelo rio você terá companheiros muito especiais, como cardumes de dourados, piraputangas, piaus, matogrossinhos, curimbatás, entre outros peixes típicos do Pantanal.

Você também pode escolher percorrer o percurso do Rio da Prata que são cerca de 600 metros em um barco movido a energia solar.

No final do passeio do Rio Prata, um transporte levará você até a sede onde você iniciou o passeio.

Pronto para curtir essa aventura?

Vale mesmo a pena ir à Bonito na baixa temporada?

No artigo de hoje você pôde perceber que vale muito a pena conhecer Bonito na baixa temporada (fora de outubro e novembro, por exemplo). Afinal, dentre os diversos motivos estão os preços dos passeios, que nessa época são mais atraentes.

E, além disso, você pode curtir os destinos com mais tranquilidade já que o fluxo de visitantes é bem menor, e os valores caem.

Então, agora que você já sabe ser muito vantajoso ir para Bonito durante a baixa temporada, é só fazer as malas, entrar em contato com sua agência de viagens favorita por e mail ou por telefone e partir para a diversão.

Boa viagem!

Perguntas e respostas

Quando é a baixa temporada em Bonito, MS?

Os períodos chamados de baixa temporada em Bonito se dão no decorrer do ano como no período que vai do mês de dezembro ao mês de março, e do mês de maio até o mês de agosto, mas o que se nota é que durante o inverno é quando a cidade está mais vazia, o que é excelente para curtir os atrativos desse paraíso.

No mês de julho, a baixa temporada vai só até a segunda semana, pois começam depois as férias escolares e com elas o movimento sobe em Bonito. Se fizer um planejamento para o bolso curto, fique de olho nesses períodos.

Como é a Semana Santa em Bonito?

Não há uma atração específica especial nessas datas, então, ficam valendo as opções de baixa temporada, onde o movimento inferior faz baixar um pouco os preços.