Lugares para Conhecer em Bonito: 14 Opções Excelentes para Acrescentar ao Roteiro

Está considerando visitar o melhor destino de ecoturismo do país? Pois saiba que conseguir esse título não foi fácil: Bonito conta com mais de 50 pacotes de passeios diferentes. Por isso, vamos selecionar os melhores lugares para conhecer em Bonito na sua viagem para o Mato Grosso do Sul.

Conheça Bonito!

A cidade que conquistou o título de melhor destino de ecoturismo do Brasil por 14 vezes consecutivas está localizada a oeste do Mato Grosso do Sul, na mata atlântica.

De fato, todos os passeios em Bonito (ou quase todos), variam entre trilhas na natureza, mergulhos em águas cristalinas, flutuação com peixes e contemplação de grutas de milhares de anos.

Os passeios em Bonito oferecem uma experiência única da região mato-grossense e são ideais para os amantes da natureza.

Para chegar até a cidade, é possível ir direto ou parar no aeroporto de Campo Grande. Geralmente, voar de Campo Grande costuma ser mais barato.

A cidade tem diversos pontos turísticos imperdíveis. Portanto, se você pretende fazer uma viagem até a região, é bom escolher suas melhores opções antes mesmo de ir.

Pensando nisso, separamos tudo que você precisa saber sobre os atrativos da região.

Posts Relacionados

Melhores lugares para conhecer em Bonito

Bonito conta com muitos atrativos relacionados ao meio ambiente e à paisagem do lugar.

A maioria dos atrativos envolve passeios ao ar livre, contemplação e vistas dignas de cartões postais: tudo que você pode estar procurando para uma aventura.

Pensando nisso, selecionamos os melhores passeios em Bonito e dicas de atrações turísticas para fazer em Bonito. Vamos conferir?

1. Flutuação no Rio Sucuri

Flutuação no Rio Sucuri
Fonte: mrkraposo (Flickr)

Para você é interessante fazer flutuação em um dos rios mais transparentes do Brasil? Então o passeio para o Rio Sucuri foi feito para você.

Com águas cristalinas de coloração azulada e pouca quantidade de peixes, o mergulho no rio é uma experiência única de contato com a natureza.

O rio é formado por conchas cobertas de calcário que repousam ao fundo, o que ajuda a formar a bela paisagem que compõe esse passeio.

Além disso, suas águas também recebem uma maior incidência de raios de sol que, projetados na água, criam tons multicoloridos no cenário.

O Sucuri fica a cerca de 20 quilômetros do centro de Bonito e é uma ótima opção de turismo para toda a família.

Nos passeios para o rio, são aceitas crianças a partir de 4 anos de idade. Além disso, a criançada tem descontos nos preços de mergulho, dependendo da idade.

Vale a pena?

Para chegar ao rio, antes é necessário fazer uma trilha até o passeio.

Na trilha, você vai se deparar com diversas fontes naturais de água e animais típicos da região.

Mas, antes do passeio, os guias dão um rápido treinamento de mergulho aos turistas. E o barco de apoio segue os visitantes durante todo o mergulho.

O percurso é de aproximadamente 1900 metros adentro ao rio e dura cerca de duas horas e meia.

Durante o mergulho, é possível apreciar a rica flora aquática do Sucuri, além de uma mata aberta no entorno do rio característica da vegetação natural do ambiente, que forma uma bela paisagem em conjunto com as águas cristalinas do rio.

O barco também dá apoio caso o turista canse do mergulho e queira apreciar o resto do caminho de embarcação.

E caso haja dúvidas: não precisa se preocupar com cobras! O rio tem esse nome pelo seu formato, parecido com o de uma Sucuri.

O que levar?

Para esse passeio, não se esqueça de levar roupa de banho, toalha e protetor solar.

Por causa dos mosquitos da região e trilha na mata até o rio, uma das dicas importantes é se lembrar de comprar um repelente.

Afinal, você quer curtir os passeios sem imprevistos, e os mosquitos podem atrapalhar os seus planos.

Uma câmera subaquática também é uma boa ideia para quem deseja documentar tudo debaixo d’água.

2. Outras flutuações disponíveis nos rios de Bonito

Como Bonito oferece vários lugares diferentes para flutuações nos rios, trouxemos outras opções além do Rio Sucuri para quem ainda está na dúvida.

2.1 Flutuação no Rio da Prata

Flutuação no Rio da Prata
Fonte: Josue Limeira da Silva Junior (Flickr)

Localizada a cerca de 45 quilômetros do centro de Bonito, as flutuações no Rio da Prata são uma das mais famosas da cidade.

Em comparação com o Rio Sucuri, o Rio da Prata tem uma maior quantidade de peixes e uma vida subaquática mais rica.

Além disso, ele possui o passeio mais longo de flutuação de rios, com duração de três horas.

Há peixes de todos os tipos e tamanhos no Rio da Prata, como cascudos, dourados, pintados, pacus e muitos outros.

É uma das melhores opções para quem quer ter um contato maior com a fauna subaquática de Bonito, mas talvez não seja a melhor possibilidade de turismo para quem não está acostumado a nadar.

Isso porque o percurso pelo Rio da Prata não conta com barco de apoio, já que alguns trechos são de águas rasas.

O Rio Prata também fica próximo do ponto turístico Buraco das Araras, que vamos falar um pouco mais à frente.

2.2 Flutuação na Lagoa Misteriosa

Flutuação na Lagoa Misteriosa
Fonte: Lucas Marinho (Flickr)

A flutuação na Lagoa Misteriosa é realizada na mesma propriedade do Rio da Prata, e é um dos passeios em Bonito para aproveitar caso você pretenda visitar a cidade.

A Lagoa Misteriosa tem esse nome porque até hoje ninguém sabe sua profundidade – o maior registo já descoberto foram duzentos e vinte metros. É a sétima caverna mais profunda do Brasil.

Assim, suas águas cristalinas permitem que os visitantes enxerguem até 40 metros abaixo e os dois buracos por onde ela se estende abaixo da terra.

O passeio inclui flutuações, mergulhos técnicos ou com cilindro. O último é uma boa opção de atividade para quem nunca praticou mergulho e não tem credencial.

No entanto, é importante estar atento à data da sua viagem antes de reservar uma visita para a lagoa. Só é possível fazer a visitação entre os meses de abril a setembro.

Isso porque, durante o resto do ano, as chuvas na região aumentam, causando uma maior proliferação de algas. As algas deixam a água turva e comprometem a visibilidade para mergulhos.

O fechamento dos passeios para a lagoa pode variar de período a cada ano, dependendo do clima e das chuvas.

Portanto, é importante estar atento no período da sua viagem antes de escolher esse atrativo.

2.3 Flutuação no Aquário Natural do Rio Baía Bonita

Aquário Natural
Fonte: Fernando Quevedo (Flickr)

Localizado no Rio Baía Bonita, o Aquário Natural é um dos locais mais próximos da cidade, ficando a apenas sete quilômetros de distância do centro de Bonito.

A visibilidade da água é ótima, e no mergulho você vai poder observar os variados peixes do aquário natural.

Essa flutuação é ideal para a família, pois é uma das mais tranquilas oferecidas, e recomendável para todas as idades. Além disso, os passeios também contam com barco de apoio.

A flutuação no Aquário Natural dura cerca de duas horas e o lugar também oferece outras atividades, como observação de animais e descida de tirolesa.

Outra opção de flutuação que também fica próxima ao centro de Bonito é a Praia da Figueira.

2.4 Flutuação na Nascente Azul

Flutuação na Nascente Azull
Fonte: Renata Mussano (Flickr)

A flutuação na Nascente Azul, localizada no Rio Bonito, é a única que os visitantes podem realizar sem usar snorkel.

Durante a flutuação, é possível enxergar diversos peixes de porte médio e grande.

Além disso, o passeio oferece outras atividades, como a maior tirolesa do Mato Grosso do Sul e a cascata massagem.

No entanto, a flutuação na Nascente Azul é a mais curta entre todas, durando cerca de uma hora.

Também não há barco de apoio, embora não haja necessidade pela tranquilidade do passeio.

A Nascente Azul fica há 32 quilômetros do centro de Bonito. É uma flutuação mais rápida e tranquila, recomendada para crianças a partir de três anos.

3. Gruta do Lago Azul

Gruta do Lago Azul
Fonte: Sidnei José Romano (Flickr)

Outro passeio imperdível para fazer na sua viagem para a cidade é o da Gruta do Lago Azul. A atividade atrai turistas durante o ano todo graças à beleza da gruta e ao contato único que ela oferece com a natureza.

O atrativo conta com o lindo Lago Azul, um rio subterrâneo com belos tons azulados.

Além disso, o teto da gruta mostra estalagmites e estalactites de tirar o fôlego, formadas há milhares de anos.

Dessa forma, é uma verdadeira experiência para quem quer contemplar os tesouros do território brasileiro.

A gruta, com certeza, é um dos passeios em Bonito mais requisitados de turismo.

Ela é o cartão postal da cidade e um dos melhores lugares para conhecer em Bonito.

Lago Azul

O que chama mais atenção no passeio, com certeza, é o Lago Azul.

Ele tem mais de 90 metros de profundidade e é um exemplo de preservação ambiental.

Os tons de azul da água são únicos, e merecem a contemplação. Na parte da manhã, o sol bate na água e a incidência com os raios solares deixa o visual ainda mais completo.

A cor única do lago tem duas possíveis explicações.

A primeira teoriza que o lago é resultado de um processo físico de espalhamento da luz.

A segunda argumenta que a cor é derivada de um conjunto de minerais presentes na água.

Independente da explicação, no entanto, a visão das águas do lago precisa fazer parte da sua viagem para Bonito.

Infelizmente, os visitantes não estão autorizados a mergulhar no lago.

Mas diversos mergulhadores profissionais já exploraram a água e encontraram diversos achados da história do mundo. Um deles, por exemplo, foram os fósseis de um preguiça-gigante, animal que tinha mais de 6 metros.

O que fazer? Como é o roteiro?

O roteiro para a Gruta do Lago Azul começa com uma trilha curta até o lugar, um percurso bem rápido e tranquilo.

O guia turístico acompanha os visitantes durante todo o caminho e distribui toucas e capacetes, visando a segurança dos turistas.

Depois de chegar na entrada da caverna, é necessário descer cerca de 300 degraus com escadas esculpidas na pedra.

Durante a descida, o guia traz informações e curiosidades sobre as formações rochosas da caverna, além das histórias do lugar.

Também é importante ter em mente que a descida é íngreme e a adrenalina da descida faz parte do passeio.

Vale a pena?

Por ser uma localização restrita de difícil acesso, esse não é um dos passeios recomendados para crianças, idosos ou deficientes.

É uma visita ideal para quem gosta de contemplação e passeios mais radicais.

A visita tem cerca de uma hora e meia de duração, mas a Gruta do Lago Azul não funciona em dias chuvosos.

Além disso, é preciso ter o dobro de cuidado na descida pela caverna caso tenha chovido no dia anterior, devido ao chão escorregadio da gruta.

Por isso, aqui estão duas dicas importantes: é necessário fazer o passeio usando tênis (chinelos não são permitidos) e ficar sempre atento às orientações do guia turístico.

A água do lago está mais azul durante os períodos de janeiro a setembro.

Portanto, se você pretende adicionar a Gruta do Lago Azul em um de seus passeios em Bonito, talvez queira marcar a viagem durante essa época do ano.

No geral, a gruta vale a pena para aqueles que querem fazer um passeio contemplativo e apreciar um dos mais belos lugares do Brasil.

4. Buraco das Araras

Buraco das Araras
Fonte: Cristian Malevic (Flickr)

O Buraco das Araras é uma reserva nacional e um dos passeios em Bonito de contemplação.

Localizado a cerca de 54 quilômetros do centro de Bonito, no meio do Cerrado de MS, é uma enorme cratera de arenito criada pelo colapso de rochas.

Diferente das grutas, o buraco é uma depressão na terra da paisagem, com cerca de 500 metros de circunferência e 100 de profundidade.

O Buraco das Araras é ocupado por araras nativas, que vivem em seu habitat natural e podem ser avistadas pelos visitantes que fazem a trilha até o Buraco.

Além delas, também é possível ver diversos outros animais característicos, como tucanos e o falcão-relógio.

Durante o passeio, também é possível se deparar com a bela flora da Serra da Bodoquena e vegetação típica do Cerrado.

Roteiro do passeio

O roteiro para o percurso até o buraco conta com uma trilha leve de 970 metros.

Nesta trilha, há duas plataformas de observação da dolina, ideal para avistar pássaros e disponível para todos os públicos.

O passeio é realizado na área de preservação de 100 hectares no meio do Cerrado, e a contemplação da natureza é imperdível.

Quanto a dicas para realizar a trilha, lembre-se de ir com roupas leves e tênis. Também é importante levar protetor solar, repelente e água mineral, além de binóculos ou câmeras para ter uma visão melhor dos animais da floresta.

A atividade é uma verdadeira vivência de ecoturismo, e oferece um contato direto com o meio ambiente.

5. Cachoeiras

Além dos atrativos anteriores, Bonito também conta com uma vasta quantidade de cachoeiras em seu território.

A cidade de Bonito oferece variados pacotes de passeios pelas piscinas naturais da região. A visitação em cachoeiras não pode deixar de entrar para sua lista de lugares para conhecer em Bonito.

Pensando nisso, escolhemos as melhores piscinas naturais para os mais variados gostos:

5.1 Cachoeira Boca da Onça

Boca da onça
Fonte: 1001 Dicas de Viagem (Flickr)

A Cachoeira Boca da Onça é a maior do estado do Mato Grosso do Sul. Ela tem 156 metros e está localizada no cânion do Rio Salobra.

A cachoeira fica no município de Bodoquena, cerca de 74 quilômetros de distância do centro de Bonito.

Nos passeios para a Boca da Onça, é possível conhecer outras oito quedas d’água do lugar, além de piscinas naturais translúcidas para banhos naturais.

A fazenda onde ficam localizadas as cachoeiras também oferece outras atividades de turismo, como rapel (o maior de plataforma do Brasil, com 90 metros), trilhas de aventura e descobrimento entre as quedas d’água e até restaurantes com comidas típicas de MS.

É nesse atrativo que está localizado o lindo Buraco do Macaco, uma cachoeira dentro de uma cratera.

5.2 Estância Mimosa

Estância Mimosa
Fonte: R3TROVI5OR (Flickr)

A Estância Mimosa é uma fazenda localizada a 24 quilômetros do centro de Bonito que oferece diversos atrativos para os turistas.

Entre as atividades da Estância Mimosa estão as trilhas e banhos nas cachoeiras da região, passeios a cavalo e observação de aves na natureza.

Isso, além de restaurantes com comidas típicas e guias especializados.

Os passeios na Estância Mimosa são ideais para quem quer relaxar e aproveitar a paisagem em belíssimas piscinas naturais.

5.3 Cachoeira do Rio do Peixe

Rio do Peixe
Fonte: felipe nunes (Flickr)

As Cachoeiras do Rio do Peixe ficam em uma fazenda privada, sendo um dos destinos mais belos do município.

São onze cachoeiras incríveis para explorar. Incluindo a Cachoeira da Grutinha, onde os peixes nadam entre os visitantes das águas.

Além disso, essa também é uma experiência para quem quer conhecer mais sobre a vegetação da Serra da Bodoquena e animais da fauna do lugar, como macaquinhos, tucanos e araras.

A visita é em período integral. Ou seja, você pode ficar o dia todo relaxando nas águas das piscinas naturais do Rio do Peixe sem pressa para ir embora.

Nesse passeio, também vale a pena experimentar a comida dos restaurantes da fazenda.

São pratos deliciosos da culinária típica da região, e o almoço pantaneiro faz parte dos pacotes de passeios.

6. Passeios mais radicais em Bonito

São muitas variedades de lugares para conhecer em Bonito, e é preciso priorizar os atrativos de acordo com suas preferências.

Pensando nisso, fizemos uma categoria pensando em quem gosta de aventuras mais radicais.

6.1 Passeio de bote no Rio Formoso

Passeio de bote pelo Rio Formoso
Fonte: Bosco Martins (Flickr)

Os passeios de bote no Rio Formoso passam por três cachoeiras e três corredeiras.

Ideal para quem procura uma aventura mais radical, o passeio é feito com remos que garantem a emoção.

Além disso, o percurso também conta com uma parada para mergulho, onde você pode apreciar a fauna e a flora do Rio Formoso de perto.

O passeio de bote é feito em grupo, diferente do Bóia Cross, que falaremos onde pode ser realizado a seguir.

6.2 Abismo Anhumas

Abismo Anhumas
Fonte: Tiê H. C. A. (Flickr)

Localizado a cerca de 23 quilômetros do centro de Bonito, é um passeio que conta com visitação em uma caverna inundada de água cristalina.

O Abismo de Anhumas é considerado um dos passeios radicais porque só é possível entrar na caverna por rapel, uma descida de 72 metros até o lago.

Não é preciso ser profissional de rapel para visitar o Abismo Anhumas. No entanto, antes da visita, é necessário fazer uma preparação na sede da empresa que oferece os pacotes de passeios para o lugar, localizada no centro de Bonito.

O Abismo Anhumas também oferece passeios de bote e mergulhos no lago. A subida de rapel conta com opções variadas entre tradicional e alternativa, que vão ser classificadas pelos instrutores no dia do teste.

O Abismo Anhumas é a opção ideal para quem busca passeios mais ousados com mergulhos.

7. Mais pontos turísticos e lugares para conhecer em Bonito

Ainda não acabou! Para finalizar, temos mais duas dicas de ouro para você, que está pensando em viajar para Bonito, e ainda não fechou o seu roteiro.

7.1 Balneário do Sol

Balneário do Sol
Fonte: Sven Vietmeier (Flickr)

Balneário do Sol é um retiro calmo com acesso a cachoeiras do Rio Formoso e piscinas. É uma área de lazer com diferentes atividades em meio à natureza.

Esse é um dos passeios mais tranquilos com preço mais em conta e ideal para todas as idades.

Outra opção parecida é o Balneário Municipal, também localizado no Rio Formoso e com atrativos parecidos.

7.2 Parque Ecológico Rio Formoso

Parque Ecológico do Rio Formoso
Fonte: felipe nunes (Flickr)

O Parque Ecológico do Rio Formoso é mais um dos passeios em Bonito que valem a pena. Ele conta com atividades subaquáticas diversas, feitas para quem quer variar a programação.

Alguns exemplos de atividades são o bóia cross, cavalgada, tirolesas e passeios de caiaque.

Assim como o Parque Ecológico, o Eco Park Porto da Ilha também oferece atividades similares.

Alguns dos atrativos do Eco Park Porto da Ilha são stand up, stand up paddle, caiaque inflável e muito mais.

Veja também: A famosa Gruta de São Miguel (aqui).

Perguntas e respostas

O que não pode deixar de conhecer em Bonito?

As cachoeiras são um dos atrativos do turismo de Bonito mais imperdíveis. Portanto, ao visitar o município, tente reservar um dia apenas para a exploração das piscinas naturais.

Qual o local mais visitado em Bonito?

O lugar mais visitado de Bonito e cartão postal da cidade é a Gruta do Lago Azul.

Essa é uma das atrações mais disputadas e um dos melhores lugares para conhecer em Bonito, MS. Por isso, uma das dicas mais importantes é marcar sua visita com antecedência.